Fanfics
Seja bem vindo(a) ao Fórum Fanfiction.
Aqui você pode ler, escrever, comentar, jogar, fazer amigos e muito mais!
Então... o que está esperando? Se cadastre e comece a diversão! Very Happy

Seu Toque

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Seu Toque

Mensagem por JuhSalvatore em Ter Set 18, 2012 7:16 pm

Molly. Esse era o nome da garota que me provocava delírios. Esse era o nome que me fazia tremer apenas por ser pronunciado. Toda a vez que ouvia esse nome, vinha-me em mente seus brilhantes e enormes olhos verdes, seu sorriso mágico e seu lindo cabelo ruivo, que teimava em cair no rosto, deixando-a irritada na maioria das vezes.
Não queria pensar em Molly como um passado. Doía saber que minha doce Molly já era parte de uma época obscura e esquecida de minha vida, que eu já não podia mais tocá-la. Doía mais ainda saber que ela estava perto demais para ser esquecida.
E... perto demais para me levar à loucura.
- Você ainda está me seguindo, Molly?
- Que culpa eu tenho, John, se você é o único que pode me ver? Sinto-me sozinha estando longe de ti.
- Mas Mo, se você ficar aqui eu vou começar a falar com você, e todos vão me achar louco.
- TE ACHAR LOUCO? Eu morri, virei um espírito, e você preocupado com a sua loucura? John Kutcher, você é um tremendo idiota.
Meu corpo tremeu por completo ao ouvir sua voz. Jamais me acostumaria com a ideia de ver um espírito, de viver com um espírito ao meu lado, mas não podia deixá-la triste, magoada... não era certo.
- Ah, Molly, desculpa! Eu te amo, minha pequena.
- Me ama - disse ela, uma lágrima correndo por seu rosto. - mas não me quer por perto.
- Hey, sua bobinha. - disse, tocando seu rosto, sem realmente senti-la. - Fica quieta! Nunca vi um espírito tão idiota. Eu te amo, sempre te amei e sempre te amarei, não importa se você está viva ou morta.
- De verdade? - disse ela, e seu olhar se iluminou.
- De verdade. - confirmei.
- Então deixa eu te contar: estou aprendendo um truque, e quando eu conseguir fazer o que tenho em mente, terei um presente para te dar, algo que devia ter te dado antes de morrer.
- Presente? Que presente é esse? - disse, tentando ignorar os olhares assustados que os demais me lançavam. Afinal, eu estava realmente "falando sozinho" aos olhares deles.
Mas o que tinha a perder mesmo? Já me achavam louco de qualquer maneira!
- Não vou dizer. - disse ela, passando o dedo pelo meu rosto. Senti um arrepio. - Beijos, te vejo depois.
E Molly, ou o espírito dela, saiu saltitando, como se jamais tivesse morrido.
Eu devo estar ficando louco mesmo.

- Hey, John, chegou?
A voz de Mo invadiu-me assim que passei pela porta. Eu não conseguia acreditar que ela havia morrido.
- Sim, Mo, cheguei. - confirmei.
- Então vem cá.
Segui sua voz até meu quarto. Lá estava ela, sentada em minha cama, esperando por mim.
Assim que me viu, Molly bateu ao seu lado, em um gesto que me levava a crer que ela queria que eu me sentasse ao seu lado. E eu o fiz.
- E então... - principiei, encorajando-a a falar.
- Então... eu passei a tarde toda com a senhorita Mortgomery.
- Senhorita Mortgomery? Ela consegue te ver?
- Ela é uma morta! - respondeu ela, rindo. - Morreu há trinta e cinco anos! Conheci ela no cemitério, quando "acordei" no meu pós vida.
- Opa, Molly, vai com calma. Informação demais. Vivo, lembra-se?
- Ah, desculpa... enfim... eu estava aprendendo um truque, e só há uma pessoa com quem eu queira testar. E essa pessoa é você.
Tremi. Truques de espíritos geralmente causam medo nos filmes de terror. Temi por minha sanidade mental e por minha covardia escondida.
- E eu vou gostar?
- Olha, isso eu não sei... não sei nem como será comigo... me disseram que poderia doer um pouco em mim, mas eu não creio que isso venha a acontecer... de qualquer maneira, eu preciso tentar.
Dei-me uns momentos de reflexão.
- Vá em frente, então.
- Posso?
Esperei mais alguns instantes.
- Pode.
Ela ergueu a mão lentamente, e, com muita calma, foi aproximando a sua mão da minha. E quando elas se tocaram, algo que eu jamais acreditaria ser possível aconteceu.
- Eu estou... sentindo o seu toque... mas... - disse, confuso e sem conseguir pronunciar uma frase completa.
- Deu certo. - disse ela, maravilhada. - DEU CERTO! - ela repetiu, me abraçando fortemente. E eu, magicamente e ainda em choque, senti seu abraço mais do que quando ela estivera viva.
- AH, JOHN, DEU CERTO! EU NEM ACREDITO! - dizia ela, repetitivamente.
- Molly, eu estou te sentindo! Estou sentindo teu toque! Há quanto tempo...
- Venho treinando há dois anos e meio.
- Por mim?
- Sim, por ti!
A encarei, de maneira séria. Agora ela já estava sentada em meu colo, e eu sentia seu peso quase nulo pressionando minhas pernas. Era a sensação mais maravilhosa de toda a minha vida.
- E tem mais. - disse ela, assim que estava mais calma. - Mas eu não sei se vou conseguir me concentrar o suficiente para conseguir fazer direito.
- Para de me deixar curioso, Molly! Anda, fala logo.
E então aconteceu. Em um impulso, ela uniu seus lábios nos meus, pressionando-os de maneira firme, porém carinhosa.
- Você sentiu? - disse ela, sem separar os lábios completamente dos meus.
Não respondi. Apenas a beijei novamente, querendo sentir o mesmo que senti da última vez. Ela foi pega de surpresa, mas correspondeu.
- Sim, sim, sim, sim, sim! - disse, separando cada "sim" por um beijo.
- Ah, John, eu nem acredito! Eu te amo, John. Viva ou morta, eu te amaria de qualquer maneira.
- E eu te amo, minha mortinha. Te amo eternamente.
- Até que a morte nos separe? - disse ela, rindo.
- Até lá e além. - respondi, beijando-a novamente.
E finalmente, senti seu toque. Aquele toque que ansiei por toda a sua vida. Quem diria que o sentiria depois de sua morte?
Eu devia estar ficando louco.


-------*-------

texto não revisado.
espero que gostem. Smile
baseado em um sonho um tanto maluco meu.
avatar
JuhSalvatore

Mensagens : 2809
Pontos : 7092
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 22
Localização : Aqui com os Winchester

http://twitter.com/HunterOfTheSPN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum