Fanfics
Seja bem vindo(a) ao Fórum Fanfiction.
Aqui você pode ler, escrever, comentar, jogar, fazer amigos e muito mais!
Então... o que está esperando? Se cadastre e comece a diversão! Very Happy

Meu Vizinho Assustador [JTHM]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Meu Vizinho Assustador [JTHM]

Mensagem por EdgarEllen em Ter Jul 17, 2012 5:57 pm


Era uma noite fria e escura de sexta-feira,em que raramente se houvia ruídos,a rua das casas 777 e 779 era abandonada,só havia aquelas duas casas.E em uma dessas duas casas vivia um garoto pequeno,aparentando possuir 7 anos,tinha cabelos negros e pele clara como neve,seus olhos eram arregalados,e sempre visto com uma expressão de tristeza em seu rosto,ele carregava em seus braços um urso de pelúcia chamado Shmee.No qual era seu melhor amigo,fazia suas confidências e contava seus sentimentos para ele,era a melhor companhia que poderia ter comparado com seus dois pais cujo filho não lhe dão a mínima atenção,pois,toda vez que falava com eles como por exemplo sua mãe,ela sempre respondia:"Eu não estou te ouvindo,querido",ou seu pai:"Você arruinou minha vida!".Ele se sentia solitário,mas perto de Shmee,ele não sentia o desejo de se suicidar e se livrar daquela dor na qual lhe fazia triste.

O garoto após jantar e escovar os dentes,caminhou para sua cama,em um quarto enegrecido com o tempo,o papel de parede parecia se retorcer em agonia,tentando se livrar do mofo e mal cheiro que ele causava,mas o garoto não parecia se incomodar,de tanto sono que estava,ele só pensava em entrar embaixo das cobertas e cair no mais profundos sonhos.Fechou a porta,caminhou até a janela e observou a lua ofuscar fortemente em seu rosto,fechou a cortina.E antes que pudesse se enfiar no colchão,ouviu um barulho vindo diretamente do banheiro,ele se assustou e correu até sua mãe,dizendo que ouviu barulhos assustadores entre os corredores da casa.A mulher,que estava deitada sob a cama,simplesmente respondeu:"Eu não estou te ouvindo,querido!Vá irritar seu pai,acho que ele deve estar fazendo algum projeto novo ou algo assim.".O menino fechou a porta e andou no corredor escuro,sentia movimentações estranhas entre as paredes e nisso abraçou fortemente seu ursinho,dizendo:"Vamos,Shmee!Sei que papai vai nos ajudar!".Chegou até a porta da sala onde o pai estava,quando de repente,ouviu um barulho de vidro quebrado.O garoto ficou desesperado,seu coração batia tão depressa que era impossível contar.Ele abriu a porta e encontrou seu pai sentando em uma cadeira em frente de um computador,pensativo."Papai,eu ouvi barulhos estranhos vindo aqui de casa.Eu queria que você descobrisse o que é.",o homem não olhou para o menino,ficou de costas para ele o tempo todo e disse:"Se for algo,espero que leve-o embora,assim ficarei feliz por não tê-lo por perto!"."Mas,papai..."."Silêncio!NÃO QUERO SABER!!VÁ JÁ PARA SEU QUARTO!VOCÊ ARRUINOU MINHA VIDA!!",antes que o menino pudesse se defender,o pai gritou suas duas últimas palavras:"VÁ DORMIR!!",o menino com lágrimas nos olhos,olhou nervosamente abraçando seu urso:"Sim,papai.".

Ele retornou ao seu quarto e desta vez,viu a janela despedaçada.Os sons se tornaram altos e o garoto tomou fôlego e se direcionou ao banheiro,abriu a porta devagar e se deparou com várias caixas de remédio espalhadas pelo o chão,e quando finalmente arreganhou a porta por inteira,avistou um homem alto,magro,pálido,aparentando ter uns 20 anos,respectivamente assustador para uma criança.O homem fuçava freneticamente,obviamente em busca de algo,o homem rangia entredentes e gritou:"ONDE DIABOS ESTÁ O DESINFECTANTE?!?",ele parecia realmente muito nervoso.Quando o homem reparou que alguém lhe observava,virou-se e se deparou com o menino,assustado,ele tentou se manter o mais simpático possível,mas mesmo assim ainda assustava o menino.Ele se agachou na altura da criança,e abriu um sorriso muito largo e horrível e disse:"Olá,eu me chamo Jhonny.Mas pode me chamar simplesmente de Nny,encurtamento do meu nome.E você,como se chama?",o menino havia algo diferente,que,quando se assustava,ele fazia um barulho:"Squee."."Hmm...Oquei,Squee!Prazer em conhecê-lo!Bem,vejamos...Você tem um desinfectante ou algo parecido?Parte desse sangue não são meus!",Nny olhou para o chão e viu Shmee."Ei,quem é seu amigo?".Squee apontou para o urso:"Ele?Se chama Shmee!",o homem se abaixou e pegou o urso:"Ha,você é o melhor amigo dele,não é mesmo?Você é urso muito bonitinho e delicado!Sim,você é!Ssssssssssimmmm...Você ééééé....!",O menino riu do fato em que um homem assustador como aquele poderia ser tão sensível e carinhoso,o diálogo continuava:"Hein?O que disse?Hmm...Sim.Sim...Claro.Diga mais,sim...SSSSSSSIMMM...!",Nny parou um instante,parecia que ocorreu algo de errado."DANE-SE URSO ESTÚPIDO!!!VOCÊ NÃO SABE O QUE DIZ,VOCÊ DIZ MENTIRAS,MENTIIIIIIIIRAAAAAAAS!!",ele arrancou uma faca muito brilhante e pontiaguda dentro da bota que usava,que fez o garotinho gritar de medo,ele realmente pensou que o louco maníaco iria lhe matar.Nny com fúria, encostou o urso contra a parede e apontou a faca para ele."VOCÊ NÃO SABE O QUE DIZ!!VOCÊ NUNCA IRÁ SABER A VERDADE!!",e enfiou a faca afiada dentro do pobre urso,fazendo Squee guinchar,o homem rasgou a barriga da pelúcia de baixo pra cima e quando Nny tocou em si e viu o que havia feito,abandonou o local no mesmo instante,dizendo:"Bem,está tarde,estou cansado!Preciso ir!Você pode me acompanhar até a saída?",o menino agarrou o que restou do seu companheiro e seguiu o homem até o seu quarto.

Nny se aproximou até a janela e viu o desleixo que fez,desculpando-se:"Desculpe pela a vidraça,mais a porta estava trancada e tive que recorrer à isto!",o menino retrucou:"Mesmo errado,lhe desculpo.".Ele trepou na peitoral da janela,agachado,lançando outro sorriso assustador."Mas não vai demorar muito para nos vermos de novo...",disse ele.O menino não entendeu o por que daquela frase,e antes que pudesse perguntar o por que,ele finalizou:"...Por que somos vizinhos agora.",aquilo fez Squee estremecer,o homem deu seu último sorrisinho insano e desapareceu em meio às sombras cálidas da noite,o menino olhou distantemente desesperado ao pensar que tem um novo vizinho homicida que à qualquer momento poderia matá-lo sem dó nem piedade de sua alma inocente,ou até pior.Ele correu atrás de seus pais,contando o que aconteceu,e os dois responderam como sempre:"Não estou te ouvindo querido!" ou "Você arruinou minha vida!".


Próxima parte em breve...



-----
Bem,essa foi minha primeira fanfic,espero que tenham gostado!E continuem lendo!! ownn
avatar
EdgarEllen

Mensagens : 30
Pontos : 2027
Data de inscrição : 17/07/2012
Idade : 19
Localização : Nova Odessa/SP

http://www.edgarellen.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum