Fanfics
Seja bem vindo(a) ao Fórum Fanfiction.
Aqui você pode ler, escrever, comentar, jogar, fazer amigos e muito mais!
Então... o que está esperando? Se cadastre e comece a diversão! Very Happy

Survivors and the True Love

Ir em baixo

Survivors and the True Love

Mensagem por July Strife em Seg Jul 02, 2012 8:41 am

? – Senhorita Verlaine. – A moça vira.
Verlaine – Ah, senhor Falus.
Falus – Por favor, venha comigo.
Falus e Verlaine seguem por uma pequena estrada, que ao final dela há um grande prédio.
Verlaine – Prédio interessante. – Sarcasmo.
Falus – Humph! Isso é porque você ainda não viu por dentro.
Verlaine – Por dentro?
Falus – Claro. Ou você acha que irá trabalhar aqui fora?
Verlaine – É claro que não senhor.
Falus – Então vamos entrar. – Eles entram no prédio. – Ah, por favor, não repare muito, este prédio ainda está em reformas.
Verlaine – É… Percebi.
Falus – Verlaine pare de ser sarcástica!
Verlaine – Desculpe. Eu sou assim desde que me entendo por gente.
Falus – É. Infelizmente... Venha, eu mostrarei a sua sala.
Verlaine – Espero que ela seja bonita.
Falus – Verlaine!
Verlaine – Ta bom, ta bom, já parei. – Então eles vão para o escritório, onde a sala é toda branca. – Meu Deus, fiquei cega!
Falus – Exagerada.
Verlaine – Posso te perguntar uma coisa?
Falus – Claro.
Verlaine – Por que a sala é toda branca?
Falus – Porque sim.
Verlaine – Hum… Posso pintá-la de rosa?
Falus – Não!
Verlaine – Humph! Ta bom. – Eles entram na sala.
Falus – Bom, é aqui que você trabalhará e... – Ele olha para Verlaine, que está olhando todo o lugar – O que está fazendo?
Verlaine – Olhando o lugar, não posso?
Falus – Claro que pode.
Verlaine – Então?
Falus – Ah, deixa pra lá.
Verlaine –...
Falus – Bem, eu vou lá à recepção pegar uma coisa. Então fique aqui.
Verlaine – Claro. – Diz sentando-se na cadeira e quando Falus está saindo da sala, este tropeça. – Não se preocupe que do chão não passa. – Diz arrumando sua mesa.
De ombros, Falus faz o gesto “Essa menina não tem jeito mesmo” com a cabeça e sai da sala.
Na recepção, Falus se aproxima do atendente:
Falus – Senhor Kim Jaejoong...
Jaejoong – Senhor Falus, o que deseja?
Falus – Vim pegar a roupa da nova assistente.
Jaejoong – Ah, claro. – Ele pega a roupa do balcão e entrega a Falus, que fica olhando-a para ver se ela está nos conformes – Senhor Falus...
Falus – Diga.
Jaejoong – Essa nova assistente... Posso conhecê-la?
Falus – Claro... Um dia.
Jaejoong – E que dia é esse? – Pergunta todo contente.
Falus – No dia de São Nunca. – Ao dizer isso, Jaejoong faz biquinho – Ah, por favor, Jaejoong... Arrume logo uma namorada! – Diz indo embora, enquanto os amigos de Jae se aproximam do balcão.
Changmin – Que bicho mordeu ele?
Jaejoong – Nenhum. – Diz se aproximando dos amigos.
Yoochun – Nenhum?... Sei... Contra outra.
Junsu – O que você fez pra ele hyung?
Jaejoong – Nada. Eu só queria conhecer a nova assistente.
Yunho – E isso porque você não fez nada né. – Dizendo isso, Jaejoong bate na cabeça do amigo. – Hyung isso é jeito de tratar o líder?!
Jaejoong – E isso é jeito de falar com o mais velho?! – Este dá um pequeno riso, e Yunho também.
Yunho vai para cima do amigo, o puxando para si com uma chave de braço e passando a mão em seu cabelo com a mão livre... Gotinha de Changmin, Junsu e Yoochun.
Yoochun – Meu Deus do céu!
Junsu – Cara, de novo não!
Changmin – Ai, ai...
Junsu – Hey vocês, parem de namorar! – Ao dizer isso, os dois automaticamente param o que estavam fazendo e olham para o amigo com uma cara de “Repita isso, e você morre”. Junsu, vendo que eles o estão olhando, fica com medo e vai para trás de Changmin. – Desculpa. – Ao ver que o amigo ficou com medo, Yoochun enlaça os braços no pescoço de Yunho e Jaejoong.
Yoochun – Hey vocês já chega... Além disso, hyung, não esqueça que temos que trabalhar. – Diz olhando para Yunho.
Yunho – Ah é verdade.
Changmin – Bom Jaejoong-hyung, nós já vamos trabalhar.
Jaejoong – Ah, ta bem. – Yoochun retira os braços do pescoço de Yunho e Jaejoong, logo colocando sua mão no bolso da calça.
Yoochun – Bom. Então vamos.
Eles seguem para o escritório, e quando Yun ia abrir a porta:
Verlaine – O quê?! Já basta a sala ser branca, você ainda quer que eu vista isso?!
Falus – Não precisa fazer uma cena por isso.
Verlaine – Como não precisa?! – Yunho bate na porta. – Entra – Eles entram.
Yunho – Senhor Falus.
Falus – Ah, por favor, aproximem-se. – Eles se aproximam e Verlaine também. – Meninos, essa é a nova assistente.
Verlaine – Prazer. Sou Verlaine! – Yoochun então pega na mão da moça.
Yoochun – Prazer. Sou Yoochun e estes são: Yunho, Junsu e Changmin.
Falus – Verlaine, esses meninos irão trabalhar com você.
Verlaine – Ótimo.
Falus – Bom, eu já vou.
Verlaine – Aonde você vai?
Falus – Vou resolver algumas coisas.
Verlaine – Tipo?
Falus – Tipo... A minha vida.
Verlaine – Mas e a construção?... E eu?
Falus – Não se preocupe, eu confio em você... E, além disso, você é uma profissional. – Diz pegando no ombro de Verlaine.
Verlaine – Sei... – Ela olha para a roupa dos meninos. – Por que a roupa deles é preta e a minha é branca?
Falus – Verlaine, pelo menos uma vez na vida me obedeça! – Diz tirando a mão do ombro de Verlaine e indo á direção da porta, logo em seguida.
Verlaine – Humph! Sim senhor.
Chegando perto da porta, Falus diz:
Falus – Ah. Se tiver algum problema, fale com o atendente e ele resolverá; E se algo sair errado... Culpe o Jaejoong. – Falando de ombros.
Changmin, Junsu, Yoochun e Yunho – Hey! – Falus dá um pequeno riso e vai embora.
Junsu – Palhaço.
Verlaine – Quem é Jaejoong?
Changmin – Jaejoong é o atendente...
Yoochun – É nosso amigo.
Verlaine – Ah ta! Entendi.
Yunho – Bom. O que teremos que fazer?
Verlaine – Não se preocupem com isso agora, vão para o local de trabalho, e eu direi o que vocês têm que fazer.
Yoochun – Como?
Verlaine – Eu monitorarei vocês pelo computador, lá no setor há um interfone em que eu poderei me comunicar com vocês.
Changmin – Ah... Ta bom.
Verlaine – E lembrem-se: Esse é o último setor a ser trabalhado. Por isso, qualquer erro pode ser fatal. Entenderam?
Changmin, Junsu, Yoochun e Yunho – Sim senhora.
Verlaine – Muito bem. Eu vou me trocar, então podem ir. – Verlaine vai se trocar e os meninos saem do escritório, eles vão para a recepção. Aonde Jaejoong vai á direção dos amigos.
Jaejoong – E então?
Junsu – E então o que?
Jaejoong – Vocês conheceram a nova assistente?
Changmin – Sim.
Yoochun – É. Ela é legal.
Jaejoong – E como ela é?
Yunho – Ela é igual a você?
Jaejoong – Igual a mim?... Ah, ela é bonita.
Junsu – Não... Mandona. – Dizendo isso, Jaejoong novamente faz biquinho, e os meninos começam a rir.
No escritório, Verlaine acaba de se trocar e fica olhando para si mesma:
Verlaine – Meu Deus, essa roupa é horrível!... Bom, então vamos ao trabalho.
Verlaine senta na cadeira. No computador ela toca na palavra “Restart” e depois aparece a palavra “Monitor...”, para aparecer a câmera onde os meninos estão. Ver então fala no microfone:
Verlaine – Meninos, hora de trabalhar.
Changmin, Junsu, Yoochun e Yunho – Ok.
Verlaine – Desculpe roubar seus amigos, mas eles têm trabalho a fazer.
Jaejoong – Sem problema.
Yunho – Então vamos... – Diz para os amigos de trabalhos – Não se preocupe Jae. Quando voltarmos, eu te conto as novidades. – Diz para Jaejoong.
Jaejoong – Obrigado Yunho... Bom trabalho a todos!
Os meninos se despedem do amigo e seguem para um dos setores, onde há cinco pilares. Chegando lá:
Yunho – Bom senhorita Verlaine, o que teremos que fazer? – Eles esperam a resposta, mas nenhum sinal.
Changmin – Verlaine?...
Yoochun – Eu acho que o impacto Jaejoong funcionou.
Junsu – É... Foi só ela ver o Jaejoong-hyung na tela, que ela se calou rapidinho.
Yunho – Com certeza esse é o efeito Jaejoong.
Junsu – E já faz tempo que você caiu nele né? – Yunho bate na cabeça do amigo. – Ai! Hyung!
Yunho – Isso é pra você aprender a não falar besteira.
Yoochun – Junsu para de bancar o engraçadinho, estamos trabalhando.
Junsu – Ta bom, ta bom... Verlaine... – Sem resposta – Verlaine... – Ainda sem resposta – Verlaine! – Verlaine se assusta.
Verlaine – Junsu! Que ideia é essa de me assustar?!
Junsu – Bom, nós queremos trabalhar. Dá pra ser, ou está difícil?
Changmin, Yoochun e Yunho – Junsu!
Junsu – Que foi?
Yoochun – Trate-a com respeito.
Junsu – Por quê?... Só por que ela é mulher?
Yoochun – Se você não calar a boca agora, amanhã eu não vou levar você para ver o Hyukjae. – Ao dizer isso, Junsu faz biquinho. – Melhor assim... – Diz para Junsu – Verlaine desculpe o nosso amigo, é que ele não acordou bem hoje.
Verlaine – Sem problema.
Yunho – Bom. O que teremos que fazer?
Verlaine – Vejamos... Cada um fique na frente de um pilar... Menos o do canto inferior direito.
Changmin – Por quê?
Verlaine – Porque esse é o pilar problema.
Changmin – Ta bom... Beleza. - Como Verlaine disse. Cada menino vai para frente de um pilar.
Verlaine – Trouxeram as ferramentas?
Changmin, Junsu, Yoochun e Yunho – Estão aqui. – Dizem amostrando as ferramentas: Martelo, serrote, etc.
Verlaine – Muito bem. Agora façam a sustentação do prédio, nesta área. – Então eles começam a mexer nos pilares, com as ferramentas...
Junsu – E agora?
Verlaine – Agora para finalizar, peguem as válvulas e coloquem nos pilares.
Changmin, Junsu, Yoochun e Yunho – Ok.
Changmin, Yoochun e Yunho pegam as válvulas e colocam nos pilares, mas Junsu não a encontra.
Junsu – Válvulinha, cadê você? – Diz procurando-a.
Yunho – Ela está perto do seu pilar. – Diz mexendo na válvula, logo Junsu finalmente a encontra.
Junsu – Te achei. – Ele pega a válvula, mas infelizmente... É a errada.
Changmin, Yoochun, Yunho e Verlaine – Junsu não! – Junsu retira-a.
Junsu – Que foi?
Yoochun – Nada demais, você só pegou a válvula errada. – Diz pegando e mostrando a Junsu, a válvula certa, então um alarme soa.
Junsu – Ops!
Changmin – Droga hyung. A Verlaine não disse que não era pra mexermos no pilar inferior direito! – Ao dizer isso, na tela do computador do escritório, aparece a palavra “Emergency...”.
Junsu – É que eu... – Verlaine interrompe sua fala, dizendo:
Verlaine – Deixem de papo, temos problemas maiores... Todas as portas estão trancadas! – Diz tentando abrir as portas.
Changmin, Junsu, Yoochun e Yunho – O que?!
Verlaine – Saiam daí e me encontrem rápido! – Eles saem do setor, correndo, e seguem para a recepção.
Jaejoong – Mas o que é isso? – Pergunta ao ouvir o alarme. Os meninos se aproximam do amigo.
Yunho – Hyung! Vamos sair daqui agora!
Jaejoong – Mas por que o alarme soou?
Yoochun – Pergunte ao Junsu!
Jaejoong – Junsu!
Junsu – Foi mal, é que eu errei de válvula. – Ao dizer isso, Jaejoong bate na cabeça do amigo. – Sim! Vocês armaram um complô contra mim foi?!
Verlaine – Venham logo para cá! – Os meninos seguem para o escritório, correndo.
No escritório:
Yoochun – O que está acontecendo com essas portas Ver?!
Verlaine – Elas estão trancadas, não consigo abri-las! – Os meninos tentam abrir a porta, mas não conseguem.
Changmin – E agora?! O que faremos?!
Junsu apavorado. Tenta abrir a porta pelo computador, apertando a palavra “Open”.
Junsu – Abre porcaria!
Verlaine – Acalme-se!
Junsu – Como você quer que eu me acalme?! Se eu sou o culpado de estarmos nessa situação!
Pensa, pensa... – Pensa Junsu.
Junsu – Ah, já sei... Desculpe Verlaine, mas isso é para a nossa sobrevivência. – Verlaine não entende o que Junsu acabou de dizer, e quando ela ia falar algo, este joga o monitor no chão e a porta abre.
Yunho – Funcionou. Vamos sair daqui. – Quando eles iam sair:
Jaejoong – Espera! – Ao dizer isso, ele vai ao encontro de Verlaine, se ajoelha diante dela e beija sua mão. – É um prazer conhecê-la...
Yoochun – Hyung vamos. – Jaejoong se levanta.
Verlaine – Isso mesmo. Saiam daqui.
Os meninos seguem pela porta, e quando eles estão saindo, Jaejoong pára.
Yunho – Hyung o que está fazendo? Vamos sair daqui...
Jaejoong – Vão vocês.
Changmin, Junsu, Yoochun e Yunho – O que?!
Yunho – D-do que está falando?
Jaejoong – Eu finalmente encontrei a mulher dos meus sonhos, e já que isso aconteceu, não posso deixá-la sozinha.
Changmin – Mas, mas...
Jaejoong – Me obedeçam!
Yunho – Mas se você morrer... Como você será lembrado? – Jaejoong sorri e responde:
Jaejoong – Como um herói.
Yunho – E assim será, meu amigo. – Ao dizer isso, Jaejoong volta para o escritório.
Changmin – Hyung. Vamos.
Todos correm, mas antes de Yunho sair do prédio, este olha para trás, triste, pois ele perdeu um grande amigo.
Junsu e Yoochun – Hyung! – Yunho vira para seus amigos, diz “Sim” com a cabeça e segue em frente.
No escritório, Jaejoong se aproxima de Verlaine:
Verlaine – O que faz aqui?! Já disse para você ir embora, este prédio vai desabar!
Jaejoong – Não sem você. Ainda dá tempo, vamos sair daqui.
Verlaine – Não abandonarei meus projetos. Ficarei aqui.
Jaejoong – Então eu também ficarei.
Verlaine – Mas se você ficar aqui, você morrerá.
Jaejoong – Esse é o plano.
Verlaine – Não entendo... Por que você quer morrer?
Jaejoong -... Porque eu te amo. – Quando Verlaine ia falar algo, ele a beija.
Verlaine – Jae...
Jaejoong – Eu te amo e se eu tiver que morrer. Que eu morra ao lado da pessoa que amo. – Verlaine emocionada, abraça-o.
Verlaine – Obrigada Jae... Tens certeza do que está fazendo?
Jaejoong – Nunca estive tão certo na minha vida...
Verlaine – Eu te amo Jae.
Jaejoong – Eu também te amo.
Após as declarações, a cena volta para o resto do grupo, que consegue sair do prédio e logo depois, este desaba.
Minutos depois, Falus chega ao local, e ao ver os destroços do prédio:
Falus – Jaejoong!
Moral da história: Não importa o “Dia” ou o “Lugar”. Quando o verdadeiro amor é encontrado, nada importa... Nem mesmo a morte.
FIM

Gostaram?

July Strife

Mensagens : 78
Pontos : 2689
Data de inscrição : 10/12/2011
Idade : 26
Localização : Belém-PA

http://www.julystrife.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum