Fanfics
Seja bem vindo(a) ao Fórum Fanfiction.
Aqui você pode ler, escrever, comentar, jogar, fazer amigos e muito mais!
Então... o que está esperando? Se cadastre e comece a diversão! Very Happy

As Crônicas De Supernatural: A Guardiã

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Re: As Crônicas De Supernatural: A Guardiã

Mensagem por JulieAlbano em Seg Set 26, 2011 6:53 pm

Vou postar agora Lys!
avatar
JulieAlbano

Mensagens : 231
Pontos : 2917
Data de inscrição : 15/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Crônicas De Supernatural: A Guardiã

Mensagem por JulieAlbano em Seg Set 26, 2011 6:54 pm

Capítulo VIII - O Sequestro' Parte 2

Dean estava bêbado, completamente bêbado. Já havia três dias que Laiana estava desaparecido e ele estava péssimo.
- Dean levanta dessa cadeira! Disse Sam.
- Eu deixei a mulher da minha vida escapar! O que você quer de mim Sam?!
- Castiel nos deu uma pista de onde ela pode estar!
- Como?
- Muita movimentação demoníaca numa fabrica abandonada a uns 5 km da cidade!
- Vamos lá então! Disse Dean levantado-se da cadeira e quase se esborrachando no chão.
- Primeiro você deve tomar um banho bem gelado e um bocado de café! Nesse estado você não vai conseguir salvar ninguém!
- Está bem! Mas vamos logo!

Após Dean ficar sóbrio os irmãos Winchester se dirigiram para essa fábrica. Eles estavam preparados para tudo, armados até os dentes. Dispostos a morrer e matar para salvar a pobre Laiana.
Era um lugar horrível, a fachada da fábrica estava totalmente acabada e por estranho que pareça não dava para perceber movimento algum vindo de dentro.
Sam e Dean adentraram. Revistaram cada canto da fábrica e não encontraram nada. Restava apenas uma parte da fábrica para revistar, a parte subterrânea que Castiel tinha avisado.
Os dois desceram as escadas cuidadosamente, um cobria a reta guarda do outro. De repente chegaram num corredor imenso, no fim dele tinha uma gigantesca porta com janelas de vidro embutidas, não podia ver nada, o vidro estava imundo.
Cuidadosamente chegando no final do corredor, Dean abriu a porta de uma forma bem suave e os dois se surpreenderam com o que encontraram lá dentro...
... TO BE CONTINUED...
avatar
JulieAlbano

Mensagens : 231
Pontos : 2917
Data de inscrição : 15/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Crônicas De Supernatural: A Guardiã

Mensagem por Lys em Dom Out 02, 2011 5:04 pm

AMEEEEEEI!
Posta mais, eu quero mais Deiana.
quando vc posta?
bj ;*
avatar
Lys

Mensagens : 3484
Pontos : 8942
Data de inscrição : 13/07/2011
Idade : 24
Localização : In Wonderland

https://www.youtube.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Crônicas De Supernatural: A Guardiã

Mensagem por JulieAlbano em Qua Out 05, 2011 3:36 pm

Vou Postar agora Lys!
avatar
JulieAlbano

Mensagens : 231
Pontos : 2917
Data de inscrição : 15/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Crônicas De Supernatural: A Guardiã

Mensagem por JulieAlbano em Qua Out 05, 2011 3:37 pm

A Short tá chegando ao fim... faltam 3 capitulos Crying or Very sad
avatar
JulieAlbano

Mensagens : 231
Pontos : 2917
Data de inscrição : 15/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Crônicas De Supernatural: A Guardiã

Mensagem por JulieAlbano em Qua Out 05, 2011 3:39 pm

Capítulo IX - O Resgate


“Cuidadosamente chegando no final do corredor, Dean abriu a porta de uma forma bem suave e os dois se surpreenderam com o que encontraram lá dentro...”
A pobre Laiana estava algemada a um imenso cano de ferro e ao lado dela com uma faca e algumas outras armas, estava Adam. Era ele mesmo o outro filho de John. Crowley também havia tirado o rapaz da jaula junto com Sam, igualmente sem alma.



Mas diferente do meio irmão, Adam retornou com algo preenchendo seu interior e era algo muito ruim. Ele estava dominado por ódio, queria se vingar dos irmãos por terem sido amados e cuidados pelo pai e principalmente queria se vingar de Dean por não ter dito sim a Miguel, se isso tivesse acontecido Adam nunca teria ido parar na jaula junto com os anjos que estavam descontando todo o seu tédio na alma dele e na de Sam.



Por meses ele os espionou e estudou a melhor forma de se vingar, até que descobriu a existência da Guardiã. Sabendo que Dean faria tudo para salvar Laiana ele armou a emboscada.
- Adam! Disse Dean surpreso.
- Oi Dean, surpreso em me ver vivo?
- Surpreso por encontrar você aqui. O que está fazendo aqui?
- Ele é o seqüestrador Dean, não percebeu? Disse Sam.
- Por que isso Adam? Perguntou Dean.
- Por quê? Como você tem coragem de me perguntar isso?... Porque Dean, você é o que sempre se dá bem, o mais parecido com o papai. Você sempre foi o mais privilegiado. A culpa é toda de vocês dois! Sempre tiveram tudo, o afeto do papai, o apoio dele, a proteção dele! Se ele me protegesse como protegeu vocês talvez eu e a minha mãe não tivéssemos morrido... Mas sempre foram vocês a prioridade... Dizia Adam
- Cara, você é um psicopata! Disse Dean.
- Não adianta me elogiar... Eu ainda vou torturar ela na sua frente... E você não vai poder fazer nada... Disse Adam.
- E como você tem tanta certeza de que não vamos fazer nada Adam? Perguntou Sam.
- Porque eu trouxe amiguinhos! Disse ele estalando os dedos e de repente surgiram oito demônios que estavam escondidos e queriam se vingar igualmente dos Winchesters.
- O que é isso pessoal? Disse Dean sorrindo. – Só queremos a moça e vamos embora... Missão de paz! Exclamou Dean.
- O problema é que eu não quero paz! Disse Adam. – Peguem eles! Ordenou para os demônios.
Dean e Sam não resistiram, pois estavam realmente em desvantagem, de nada adiantava as armas que levaram.
- E nem todos podem ter o que querem... Continuou Adam. – Como, por exemplo, eu sempre quis um pai, mas nunca tive. Conforme-se Dean, ela é minha agora!
- Cara, o quê que te deu? Perguntou Dean. – Você está assistindo muitos filmes melodramáticos... Não sabe que o papai só se manteve afastado para te poupar, não seja idiota!
- Idiota? Eu? Presta bem atenção em qual de nós dois foi pego em uma emboscada! Disse Adam.
- Emboscada? O que você quer com a gente? Perguntou Sam.
- Eu quero vingança! Disse Adam com um brilho macabro nos olhos.
- Vingança de quem? Você é louco! Disse Sam.
- Eu atraí vocês até aqui para que me vejam torturar a linda amiguinha de vocês! E após matar ela vou acabar com vocês! Exclamou Adam.
- Você não vai tocar em um fio de cabelo dela! Disse Dean se contorcendo desesperadamente para tentar salvar Laiana.
- Oh que lindo! Não acredito no que estou vendo! Você está amando ela Dean! Vai ser mais divertido ainda do que imaginei! Disse Adam.
Laiana que estava amordaçada arregalou os olhos de surpresa quando ouviu que Dean a amava.
- Não, por favor! Não faça nada com ela! Implorou Dean.
Adam ignorou o pedido do irmão:
- Você é muito egoísta Dean! Como você tem uma virgem só pra você? Pensei que você gostasse de mulheres com mais experiência... Disse Adam.
- Eh... Eu também... Disse Dean.
- Não se preocupe! Se depender de mim ela não vai ficar muito tempo assim! Exclamou Adam indo na direção de Laiana com uma faca.
- Não! Berrou Dean conseguindo se soltar dos demônios, mas estando em desvantagem levou uma surra e acabou preso outra vez.
- Pode ser que doa, mas aposto que depois você vai gostar! Disse Adam fazendo um pequeno corte com a faca no colo da moça acorrentada.
Instantaneamente Laiana tentou se defender dando um chute nas pernas de Adam que caiu no chão:
- Agressiva e arisca! Agora entendo por que o Dean se apaixonou por você! Disse Adam com um sorriso perverso no rosto e posicionando-se pronto para esfaquear a moça.
Foi nesse instante que Castiel surgiu do nada com Sophie e mandou os demônios de volta para o inferno.
Dean não pensou duas vezes e voou em Adam. Os dois lutaram, rolaram pelo chão e se machucaram, enquanto Sophie libertava a amiga.
O Winchester mais velho dominou o irmão mais novo e passou a possuir a faca. Agora ele estava pressionando-a contra o pescoço do irmão:
- Faça Dean! Mate-me! Suje suas mãos com o sangue do seu sangue! Provocava Adam.
Dean largou o irmão:
- Não vale à pena! Disse Dean levantando-se e dando as costas a Adam, buscando com os olhos Laiana.
Levantando-se, Adam puxou uma arma escondida e apontou para Dean que estava de costas:
- Eu sabia que você não tinha coragem! Disse Adam, Dean se virou de volta e surpreendeu-se ao ver a arma apontada para si. E um tiro foi dado.
- Mas eu tenho coragem! Disse Laiana enquanto saia fumaça do revólver que segurava.
Enquanto saia sangue pela boca de Adam, ele caiu no chão. Laiana soltou a arma no chão, não acreditava no que tinha feito, ela sempre foi uma moça boa e incapaz de matar qualquer ser vivo, mas sua natureza e instinto de Guardiã falou mais alto, sentiu necessidade vital de defender Dean.



Vendo a reação dela e entendendo tanto a própria surpresa da moça quanto o sofrimento por ter feito aquilo, Dean foi na direção dela e a abraçou fortemente. Chocada e surpresa Laiana aceitou o abraço do protegido, suas emoções foram amenizadas pelo apoio e ternura fornecidos por ele, por um momento foi seu ‘porto seguro’ impedindo-a de desabar.
Laiana não agüentou o peso que estava sentindo em suas costas e desabou em lágrimas nos braços de Dean:
- Me desculpa! Por favor, me desculpa! Chorava Laiana implorando perdão por ter matado Adam.
Dean não disse nada, apenas ignorou a presença de Sam, Sophie e Castiel, soltou seus braços dela e ternamente deu-lhe um beijo apaixonado de compreensão e alívio, pois apesar de tudo agora ela estava a salvo e de volta aos seus braços.
avatar
JulieAlbano

Mensagens : 231
Pontos : 2917
Data de inscrição : 15/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Crônicas De Supernatural: A Guardiã

Mensagem por Lys em Qua Out 05, 2011 5:51 pm

OMG, THEY FINALLY KISSED!!!!!!!!!!!!!
Quando vc posta +, hein, dona Juh?
bj
Spoiler:
quando vc tiver um tempinho, se quiser, eu já att em Two Worlds Collide, bj ;*
avatar
Lys

Mensagens : 3484
Pontos : 8942
Data de inscrição : 13/07/2011
Idade : 24
Localização : In Wonderland

https://www.youtube.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Crônicas De Supernatural: A Guardiã

Mensagem por JulieAlbano em Sex Nov 18, 2011 10:51 am

OOh mil desculpas Lys, eu demorei de postar pq tá no finlzinho' Crying or Very sad
Não queria q acabasse Sad
avatar
JulieAlbano

Mensagens : 231
Pontos : 2917
Data de inscrição : 15/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Crônicas De Supernatural: A Guardiã

Mensagem por JulieAlbano em Sex Nov 18, 2011 10:56 am

Capítulo X - The End

Sub Capítulo I – O Começo De Uma História
Já tinha passado 6 meses do acontecido, Dean e Laiana estavam namorando sério e juntamente com Sam estavam caçando criaturas, nada fora do normal, apenas fantasmas e coisas parecidas. Mas o tempo passava e Dean começou a perceber que aquela não era a vida para a moça, ela estava começando a ficar exausta. Então ele tomou uma séria decisão junto com Sam.
- Lay.
- Oi Dean...
- Eu tenho um presente para você, hoje nos completamos 6 meses de namoro, se lembra?
- Claro amor. Disse Ela.
Dean tirou um ingresso do bolso e entregou a Laiana:
- Não acredito! Um ingresso pro show de Tokio Hotel! Dean eu te amo! Disse Laiana abraçando o namorado.
- Eu também! O Show é hoje viu? Disse ele.
- Preciso ir num salão... Te encontro no Show? Perguntou ela.
- Encontra sim, mas para que você quer ir ao salão?
- Você acha que eu vou encontrar Bill toda desmazelada? Assim você me ofende. Disse Laiana rindo
- Até mais. Dean se despediu dando um selinho na namorada.
...
Dean estava esperando Laiana a quase meia hora na entrada do show, quando de repente surgi aquela deusa toda produzida virando a esquina, era Laiana.



- Meu amor! Isso tudo é para esse Bill? Estou ficando com ciúmes agora! Exclamou Dean contemplando a beleza da namorada.
- Não seja bobo! Você não vai me perder para o Bill! Eu amo ele a mais tempo! Brincou Laiana.
- Ah! É assim é? Disse Dean dando um belisquinho no bumbum de Laiana.
- Dean! Que liberdades são essas? Brigou Laiana dando um tapa bem dado nele.
- Desculpe é que ver você mais bonita do que já é normalmente me animou demais! Disse ele.
- Pois trate de se desanimar! Você não vai conseguir nada de mim. Disse Laiana empinando o nariz.
Dean apenas riu:
- Vamos entrar?
- Lógico!
Entre músicas e gritaria das fãs, em um momento o Show parou e uma frase apareceu nos telões:
“Laiana casa comigo?”
A moça pulou no namorado e enchendo-o de beijinhos disse:
- Caso! Caso sim!
- Eu vou te fazer muito feliz! Disse Dean.
- Nós vamos ser muito felizes! Consertou Laiana.
Dean conseguiu um novo emprego, em vez de ser caçador em ativa ele ia se aposentar e treinar outros jovens dispostos a fazer o trabalho. Enquanto Sam voltaria para faculdade e se tornaria Advogado como ele sempre quis.

Sub Capítulo II - O Novo Winchester
Laiana estava numa maca gemendo de dor, Dean estava do lado todo vestido com um roupa hospitalar verde:
- Força amor! Dizia ele aflito.
- Tira isso de mim! Berrava Laiana.
- Respira amor! Exclamava ele segurando a mão dela.
- Estou vendo a cabeça! Disse o médico.
- Não! Desisto! Põe de volta! Dizia Laiana.
- Aconteça o que acontecer não olhe lá para baixo! Avisou a enfermeira para Dean.
Foi só ela falar que ele olhou, tinha muito sangue, Dean ficou muito assustado com o que viu e caiu duro no chão.
...
Dean começou a abrir os olhos, alguém tinha levado ele para um poltrona do quarto, ele olhou para cama e viu a cena. Laiana segurando o pequeno Jason que havia adormecido:
- Parabéns Papai! Sussurrou ela.
- Parabéns Mamãe! Sussurrou ele de volta.
...
Sam estava na biblioteca da Universidade de Stanford quando seu celular tocou, ele estava no volume máximo, rapidamente ele atendeu para não incomodar mais ainda as pessoas que estavam lá dentro:
- Alô? Fala rápido Dean eu estou na biblioteca! Não posso atender aqui. Sussurrou ele.
- O que? Meu sobrinho nasceu! Gritou Sam acabando com o silêncio da biblioteca. – Como ele é?
De repente uma moça se aproxima dele:
- Com licença, senhor, não é permitido fazer barulho e nem usar celular aqui dentro! Disse ela timidamente sem querer incomodá-lo.
- Dean, eu tenho que desligar, depois eu te ligo. Disse Sam desligando o aparelho.
Só agora que tinha desligado o celular ele percebeu a beleza da moça que o tinha abordado.
- Desculpe, foi urgente. Meu sobrinho nasceu! Disse Sam.
- Que bom! Disse ela encantada com a beleza do moreno alto e másculo, de repente ela cai em si. – São apenas as regras, eu sou nova aqui, tenho que fazer o trabalho direito, desculpe incomodar. Disse Ela.
- Não, desculpe a mim, eu que fui o errado, deveria ter desligado o celular. Disse ele abrindo um sorriso lindo.



- Só não repita outra vez, okay! Disse ela sorrindo também para ele, era uma moça bonita e bem apanhada, usava um óculos quadrado e preto que toda hora consertava de nervosismo por estar perto de Sam.
- Você disse que trabalha aqui. Disse Sam querendo ficar mais tempo perto dela.
- Eu só faço tipo um bico para poder ajudar a pagar minha meia bolsa aqui mesmo da faculdade. Disse ela.
- Você faz que curso? Perguntou ele.
- Medicina, e você? Perguntou ela.
- Faço direito. Disse Sam. – Sou Sam. Disse ele se apresentando e dando a mão para a moça.
- Me chamo Julie! Disse ela apertando timidamente a mão dele.
Foi quando uma mulher disse “Shhh!” pedindo silêncio porque estava lendo.
- Eu vou indo Sam! Disse Julie.
- Err... Espera! Disse Ele.
- Sim. Disse Ela concertando a posição de seu óculos mais uma vez.
- Posso parecer precipitado, mas você gostaria de tomar um café comigo depois daqui? Perguntou Sam esperançoso.
- Claro, por que não?! Disse Julie. – Agora eu tenho que ir, a bibliotecária deve estar sentindo minha falta!
- Tchau Julie.
- Tchau Sam.

Sub Capítulo III – The End

Dean e Laiana compraram uma casa espaçosa e aconchegante numa cidade pequena do interior da Virgínia, lá eles pretendiam criar Jason longe de tudo o que pudesse ser perigoso.
Eles resolveram depois de quase um ano contratar uma babá para o bebê por uma noite e resolveram ir conhecer um pouco da cidade que eles acabaram de se mudar.
- Vamos Laiana! Disse Dean no Impala chamando a esposa.
- Já estou indo Dean! Disse Laiana saindo pela porta da casa.
Dirigindo pela cidade e depois de andar várias vezes em círculos.
- Eu disse para você pedir informação para aquele velhinho! Disse Laiana.
- Nunca! Eu já atravessei o país inteiro, não vai ser essa cidadezinha que vai me vencer! Exclamou Dean.
- Encosta o carro! Pare de orgulho besta! Disse Laiana.
- Não! Exclamou Dean.
- Encosta o carro e pede informação ou você vai dormir no sofá! Eu não vou passar minha noite inteira rodando nessa lata velha! Disse Laiana.
- Lata velha não! Respeita ela! Disse Dean. – Não escuta ela não belezinha! Disse Dean para o carro.
- Respeito! Respeito! Mas primeiro pede informação para aqueles dois rapazes que estão ali! Disse Laiana.
- Está bem! Você venceu! Disse Dean.
- Eu sempre venço! Disse Laiana vitoriosa.
Dean encostou o carro ao lado dos dois homens que estavam na calçada e perguntou:
- Com licença, Eu e minha esposa somos novos aqui estamos tentando chegar a um bar-restaurante... Qual é o nome dele mesmo, querida?
- Mystic Grill, Dean!
- É só virar a esquerda na Rua George Lockwood e virar a direita na prefeitura. Disse o rapaz que aparentava ser o mais novo.
- Muito Obrigada. Disse Laiana.
- De nada. Disse o rapaz.
Laiana e Dean arrancaram com o carro enquanto os dois homens continuaram conversando:
- Curioso Stefan, aquele mulher me lembrou uma amiga de Giuliana, muito parecida mesmo. Acho que o nome era Laura... Luiza... Lara...
- Lana, Lana Fell. Realmente lembra mesmo a amiga dela, Damon. Disse Stefan
- Estranho. Disse Damon.

avatar
JulieAlbano

Mensagens : 231
Pontos : 2917
Data de inscrição : 15/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Crônicas De Supernatural: A Guardiã

Mensagem por JulieAlbano em Sex Nov 18, 2011 10:58 am

"- Me chamo Julie! Disse ela apertando timidamente a mão dele."

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk eu tinha q me dar bem no final tb...

- Curioso Stefan, aquele mulher me lembrou uma amiga de Giuliana, muito parecida mesmo. Acho que o nome era Laura... Luiza... Lara...
- Lana, Lana Fell. Realmente lembra mesmo a amiga dela, Damon. Disse Stefan
- Estranho. Disse Damon.


eu sempre tenho que colocar meus lindos em algum lugar hasuhusa XD
avatar
JulieAlbano

Mensagens : 231
Pontos : 2917
Data de inscrição : 15/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Crônicas De Supernatural: A Guardiã

Mensagem por NathySalvatore em Ter Fev 07, 2012 5:48 pm

OMG, gostei demais! Sério... Amo Supernatural, qnd li sua web eu tipo amei *--* Amei o Dean apaixonado ! HAAH E adorei ter colocado meus maridos no final u__u KK (Eu sonho, né?) Mas, enfim não vai fazer mais nem uma outra fic de SPN ? ):
avatar
NathySalvatore

Mensagens : 10
Pontos : 2340
Data de inscrição : 06/02/2012
Idade : 21
Localização : Mystic Falls

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Crônicas De Supernatural: A Guardiã

Mensagem por Odair em Seg Abr 30, 2012 8:59 pm

essa fanfiction está super bem escrita, não vai ter mais?
avatar
Odair

Mensagens : 2
Pontos : 2398
Data de inscrição : 06/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Crônicas De Supernatural: A Guardiã

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum