Fanfics
Seja bem vindo(a) ao Fórum Fanfiction.
Aqui você pode ler, escrever, comentar, jogar, fazer amigos e muito mais!
Então... o que está esperando? Se cadastre e comece a diversão! Very Happy

"Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Página 3 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por JuhSalvatore em Qui Maio 03, 2012 4:52 pm

pois é... Jess, se eu não te amasse, te odiaria. kk'
como você pode ser tão má ao ponto de terminar nessa parte?
e como é que as pessoas tem coragem de comemorar depois que o meu Drake sumiu?
e como é que pode eles não mostrarem nem um pingo de respeito por Cassie, sabendo de tudo o que ela perdeu?
e como é que pode você escrever um capítulo tão perfeito assim?
são tantas perguntas...

enfim amr, está tudo perfeito, como sempre.
amei cada linha.
ansiosa por mais, viu?

te adoro
Beijoos.
avatar
JuhSalvatore

Mensagens : 2809
Pontos : 7453
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 23
Localização : Aqui com os Winchester

http://twitter.com/HunterOfTheSPN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Jess Silver em Qui Maio 03, 2012 4:56 pm

JuhSalvatore escreveu:pois é... Jess, se eu não te amasse, te odiaria. kk'
como você pode ser tão má ao ponto de terminar nessa parte?
e como é que as pessoas tem coragem de comemorar depois que o meu Drake sumiu?
e como é que pode eles não mostrarem nem um pingo de respeito por Cassie, sabendo de tudo o que ela perdeu?
e como é que pode você escrever um capítulo tão perfeito assim?
são tantas perguntas...

enfim amr, está tudo perfeito, como sempre.
amei cada linha.
ansiosa por mais, viu?

te adoro
Beijoos.


ohhh Juh, que fofaaa minha linda, e eu vou tentar responder pras suas perguntas sem estragar o suspense da historia:
1 - eu terminei nessa parte precisamente pra deixar voce e o resto das meninas em suspense kkkk
2 e 3 - poiiiis pessoas podem ser realmente más às vezes, em esquecer as coisas más que aconteceram aos outros, quando só olham pro seu próprio umbigo. Aqui tou falando de experiencia propria, acredita!
4 - perfeitooo perfeitooo nao tá ainda, mas vou me esforçar por continuar a fazer sempre melhor xD
amor, amanhã eu posto mais uma parte
esse capitulo é gigantesco, então vou ter de o dividir milhentas vezes kkkk
mas é otimo ter seu apoio, me dá vontade de postar sempre mais!
mil obrigadas Juh, mesmo muito!!
avatar
Jess Silver

Mensagens : 958
Pontos : 4491
Data de inscrição : 20/08/2011
Localização : Com o Damon... a caminhar pelo Paraíso... ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por JuhSalvatore em Qui Maio 03, 2012 5:06 pm

Jess Silver escreveu:
JuhSalvatore escreveu:pois é... Jess, se eu não te amasse, te odiaria. kk'
como você pode ser tão má ao ponto de terminar nessa parte?
e como é que as pessoas tem coragem de comemorar depois que o meu Drake sumiu?
e como é que pode eles não mostrarem nem um pingo de respeito por Cassie, sabendo de tudo o que ela perdeu?
e como é que pode você escrever um capítulo tão perfeito assim?
são tantas perguntas...

enfim amr, está tudo perfeito, como sempre.
amei cada linha.
ansiosa por mais, viu?

te adoro
Beijoos.


ohhh Juh, que fofaaa minha linda, e eu vou tentar responder pras suas perguntas sem estragar o suspense da historia:
1 - eu terminei nessa parte precisamente pra deixar voce e o resto das meninas em suspense kkkk
2 e 3 - poiiiis pessoas podem ser realmente más às vezes, em esquecer as coisas más que aconteceram aos outros, quando só olham pro seu próprio umbigo. Aqui tou falando de experiencia propria, acredita!
4 - perfeitooo perfeitooo nao tá ainda, mas vou me esforçar por continuar a fazer sempre melhor xD
amor, amanhã eu posto mais uma parte
esse capitulo é gigantesco, então vou ter de o dividir milhentas vezes kkkk
mas é otimo ter seu apoio, me dá vontade de postar sempre mais!
mil obrigadas Juh, mesmo muito!!
eu ví que você gosta de nos deixar no suspense né... triste. se bem que eu também faço isso, nem posso queixar-me.
e não é? as vezes as pessoas me dão muita raiva, são um bando de egoístas, só pensam em sí próprias.
ta perfeito sim. e não ouse me contrariar. kk'
eu que agradeço por postar essa história maravilhosa. me dá vontade de ler cada vez mais, sempre.
avatar
JuhSalvatore

Mensagens : 2809
Pontos : 7453
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 23
Localização : Aqui com os Winchester

http://twitter.com/HunterOfTheSPN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Jess Silver em Qui Maio 03, 2012 5:07 pm

JuhSalvatore escreveu:
Jess Silver escreveu:
JuhSalvatore escreveu:pois é... Jess, se eu não te amasse, te odiaria. kk'
como você pode ser tão má ao ponto de terminar nessa parte?
e como é que as pessoas tem coragem de comemorar depois que o meu Drake sumiu?
e como é que pode eles não mostrarem nem um pingo de respeito por Cassie, sabendo de tudo o que ela perdeu?
e como é que pode você escrever um capítulo tão perfeito assim?
são tantas perguntas...

enfim amr, está tudo perfeito, como sempre.
amei cada linha.
ansiosa por mais, viu?

te adoro
Beijoos.



ohhh Juh, que fofaaa minha linda, e eu vou tentar responder pras suas perguntas sem estragar o suspense da historia:
1 - eu terminei nessa parte precisamente pra deixar voce e o resto das meninas em suspense kkkk
2 e 3 - poiiiis pessoas podem ser realmente más às vezes, em esquecer as coisas más que aconteceram aos outros, quando só olham pro seu próprio umbigo. Aqui tou falando de experiencia propria, acredita!
4 - perfeitooo perfeitooo nao tá ainda, mas vou me esforçar por continuar a fazer sempre melhor xD
amor, amanhã eu posto mais uma parte
esse capitulo é gigantesco, então vou ter de o dividir milhentas vezes kkkk
mas é otimo ter seu apoio, me dá vontade de postar sempre mais!
mil obrigadas Juh, mesmo muito!!
eu ví que você gosta de nos deixar no suspense né... triste. se bem que eu também faço isso, nem posso queixar-me.
e não é? as vezes as pessoas me dão muita raiva, são um bando de egoístas, só pensam em sí próprias.
ta perfeito sim. e não ouse me contrariar. kk'
eu que agradeço por postar essa história maravilhosa. me dá vontade de ler cada vez mais, sempre.


suspense faz parte, faz parte muhahhaha
eu juro que voce vai-me achar boba de eu dizer isso, mas as pessoas deviam vir com um Manual de Como Se Dar com os Outros e Respeitar o Espaço Deles, ou algo do genero, porque por vezes as pessoas realmente não sabem se conter nem respeitar os outros, aff

aii vai ter mt pra ler, ta descansada xD
avatar
Jess Silver

Mensagens : 958
Pontos : 4491
Data de inscrição : 20/08/2011
Localização : Com o Damon... a caminhar pelo Paraíso... ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por JuhSalvatore em Qui Maio 03, 2012 5:21 pm

Jess Silver escreveu:
JuhSalvatore escreveu:
Jess Silver escreveu:
JuhSalvatore escreveu:pois é... Jess, se eu não te amasse, te odiaria. kk'
como você pode ser tão má ao ponto de terminar nessa parte?
e como é que as pessoas tem coragem de comemorar depois que o meu Drake sumiu?
e como é que pode eles não mostrarem nem um pingo de respeito por Cassie, sabendo de tudo o que ela perdeu?
e como é que pode você escrever um capítulo tão perfeito assim?
são tantas perguntas...

enfim amr, está tudo perfeito, como sempre.
amei cada linha.
ansiosa por mais, viu?

te adoro
Beijoos.



ohhh Juh, que fofaaa minha linda, e eu vou tentar responder pras suas perguntas sem estragar o suspense da historia:
1 - eu terminei nessa parte precisamente pra deixar voce e o resto das meninas em suspense kkkk
2 e 3 - poiiiis pessoas podem ser realmente más às vezes, em esquecer as coisas más que aconteceram aos outros, quando só olham pro seu próprio umbigo. Aqui tou falando de experiencia propria, acredita!
4 - perfeitooo perfeitooo nao tá ainda, mas vou me esforçar por continuar a fazer sempre melhor xD
amor, amanhã eu posto mais uma parte
esse capitulo é gigantesco, então vou ter de o dividir milhentas vezes kkkk
mas é otimo ter seu apoio, me dá vontade de postar sempre mais!
mil obrigadas Juh, mesmo muito!!
eu ví que você gosta de nos deixar no suspense né... triste. se bem que eu também faço isso, nem posso queixar-me.
e não é? as vezes as pessoas me dão muita raiva, são um bando de egoístas, só pensam em sí próprias.
ta perfeito sim. e não ouse me contrariar. kk'
eu que agradeço por postar essa história maravilhosa. me dá vontade de ler cada vez mais, sempre.


suspense faz parte, faz parte muhahhaha
eu juro que voce vai-me achar boba de eu dizer isso, mas as pessoas deviam vir com um Manual de Como Se Dar com os Outros e Respeitar o Espaço Deles, ou algo do genero, porque por vezes as pessoas realmente não sabem se conter nem respeitar os outros, aff

aii vai ter mt pra ler, ta descansada xD
faz mesmo.
eu concordo plenamente, Jess. isso faz falta, com certeza.

ebaaa. pelo menos isso.
avatar
JuhSalvatore

Mensagens : 2809
Pontos : 7453
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 23
Localização : Aqui com os Winchester

http://twitter.com/HunterOfTheSPN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Jess Silver em Sab Maio 05, 2012 2:34 pm

Meninas, esta noite tem novo capítulo da história, preparem-se para as surpresas que aí veem!! Wink
avatar
Jess Silver

Mensagens : 958
Pontos : 4491
Data de inscrição : 20/08/2011
Localização : Com o Damon... a caminhar pelo Paraíso... ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Convidad em Dom Maio 06, 2012 11:09 pm

Jess, como prometido, estou aqui acompanhando essa história maravilhosa!
Já li todos os seus capítulos, a narrativa está tão gostosa de se ler que nem reparei no tempo que passei aqui.
Gosto da sua escrita e acho ótimo poder 'conviver' com gente de fora, pois posso aprender ainda mais conhecendo o seu jeitinho de escrever.
Voce tem uma escrita muito boa, particularmente eu AMO historias descritivas. Vc narra nao só os pensamentos e atitudes dos personagens (q no caso, principalmente da Cassie, já q é a narradora personagem até entao), mas tambem, todo o ambiente e tudo o que se passa nele. Acho isso ótimo, ja que valoriza e enriquece a historia em detalhes.
Em relação aos personagens, são todos lindos e bem criados por vc.
Senti uma quedinha do Drake pra cima da Cassie, será que vi demais? hahaha
Estou adorando essa amizade, espero que ela se torne mais colorida daqui pra frente! rsrsrs
Heyy Jess, sua maldosa! Foi parar justo na parte quando o Drake volta? Eu fiquei aqui super aflita, só imaginando o que poderia estar acontecendo e onde ele poderia estar, e vc para o capitulo justo na parte que a Cassie encontra ele?!
Ahh vou te matarr!! Pode postar logo aqui a contunuaçao pq ja estou viciada nessa historia! Estou amando, serio mesmo!
Vc precisa me avisar qndo tem fics incríveis assim, nao posso ficar sem ler! (:
Espero que poste o quanto antes, e queria te parabenizar por todo esse talento! Nao digo isso pra qualquer um, principalmente pq só leio e acompanho historias que realmente me interessam, e pode ter certeza de que essa é uma delas!
Beijos

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Jess Silver em Seg Maio 07, 2012 3:28 pm

Pri escreveu:Jess, como prometido, estou aqui acompanhando essa história maravilhosa!
Já li todos os seus capítulos, a narrativa está tão gostosa de se ler que nem reparei no tempo que passei aqui.
Gosto da sua escrita e acho ótimo poder 'conviver' com gente de fora, pois posso aprender ainda mais conhecendo o seu jeitinho de escrever.
Voce tem uma escrita muito boa, particularmente eu AMO historias descritivas. Vc narra nao só os pensamentos e atitudes dos personagens (q no caso, principalmente da Cassie, já q é a narradora personagem até entao), mas tambem, todo o ambiente e tudo o que se passa nele. Acho isso ótimo, ja que valoriza e enriquece a historia em detalhes.
Em relação aos personagens, são todos lindos e bem criados por vc.
Senti uma quedinha do Drake pra cima da Cassie, será que vi demais? hahaha
Estou adorando essa amizade, espero que ela se torne mais colorida daqui pra frente! rsrsrs
Heyy Jess, sua maldosa! Foi parar justo na parte quando o Drake volta? Eu fiquei aqui super aflita, só imaginando o que poderia estar acontecendo e onde ele poderia estar, e vc para o capitulo justo na parte que a Cassie encontra ele?!
Ahh vou te matarr!! Pode postar logo aqui a contunuaçao pq ja estou viciada nessa historia! Estou amando, serio mesmo!
Vc precisa me avisar qndo tem fics incríveis assim, nao posso ficar sem ler! (:
Espero que poste o quanto antes, e queria te parabenizar por todo esse talento! Nao digo isso pra qualquer um, principalmente pq só leio e acompanho historias que realmente me interessam, e pode ter certeza de que essa é uma delas!
Beijos

ohh meu Deus Prii, não tem noção de como eu estou babada pro ecrã nesse momento!!
deve ter sido, sem duvida nem exagero algum, um dos comentários mais bonitos que alguma vez alguém me escreveu!! sério, é por comentários assim, por pessoas tão maravilhosas como você virem ler meus livros e gostarem de minhas histórias, que eu sempre fico inspirada pra escrever mais e melhor! por isso um enorme e sincero obrigada por tanta inspiração e carinho que me deu agora!
quanto ao livro, bem eu estou mesmo aos pulinhos de felicidade por ver que você gostou da história, achei que pouca gente ia gostar que eu descrevesse tanto os personagens e os climas e assim, mas é ótimo ver que não se importa flor, obrigada mesmo!
quanto ao Português de Portugal, bem deixa que te diga eu já tentei escrever em brasileiro e não consigo mesmo, acho que se escreve e se consegue passar muito melhores nossos sentimentos e aquilo que queremos dizer na nossa lingua materna, e ainda pra mais quando as outras pessoas nos elogiam por isso, obrigada mais uma vez!
e a história peço desculpa de ter parado justo naquela parte, eu vou já já postar a continuação, e espero que continue gostando tanto como até agora!
obrigada pela terçeira ou milésima vez, acho que já perdi a conta às vezes que agradeci, mas é do fundo do coração Prii, te adoro muito!!
avatar
Jess Silver

Mensagens : 958
Pontos : 4491
Data de inscrição : 20/08/2011
Localização : Com o Damon... a caminhar pelo Paraíso... ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Jess Silver em Seg Maio 07, 2012 4:24 pm

Capítulo 3 - 2ª Parte


Cassidy




Parecia vir na minha direção, embora eu não soubesse porquê. E embora ele se estivesse a aproximar, ninguém além de mim parecia dar pela sua presença. Sem me aperceber muito bem do que estava a acontecer, levantei a cabeça e deixei que o capuz caísse para trás. E então observei o rosto dele bem de frente. Ele avançou lentamente, parando à minha frente e mostrando um sorriso delicioso.
O meu coração parou por uns momentos. Parou de bater, tanto que entrei em pânico e comecei a tossir para fazer com que ele batesse de novo. Custava respirar. Custava pensar. Custava acreditar, principalmente isso.
- Cassie… - Murmurou ele, numa voz tão melodiosa quanto sedutora, num tom baixo.
Senti que o mundo desabava em meu redor. Ele estava ali, diante de mim, não era uma miragem. Mas eu sentia-me como se fosse. Drake!
Hesitantemente, e a tremer dos pés à cabeça, estendi a mão e pousei-a sobre o peito dele. Quando me apercebi que era mesmo real, que não estava a sonhar, lancei-lhe os braços em volta do pescoço e abracei-o com todas as minhas forças.
- Oh meu Deus… - Guinchei, quase sem ar para respirar.
Mas ele não me retribuiu o abraço, como fazia sempre. Deixou os braços caídos junto ao corpo e quando me afastei um pouco, para o poder olhar na cara, reparei no ar duro que lhe emoldurava as feições. E nos óculos escuros Ray-Ban que ele trazia postos. Por que não os tirava? Por que não me deixava olhar para aqueles olhos dos quais eu sentira tantas saudades?
E depois veio a compreensão.
Franzi o sobrolho, dei um passo atrás e levantei a mão, dando-lhe uma bofetada o mais bruscamente que consegui. Acabei por me magoar mais do que o magoei a ele, com toda a certeza, mas ainda assim ele recuou, chocado com o meu ato, enquanto os meus olhos se enchiam de lágrimas.
- Cassie! - Exclamou Drake, chocado.
- Como foste capaz de me fazer aquilo?! - Vociferei, recuando um pouco mais.
Drake olhou à sua volta, como se desejasse que eu falasse mais baixo para o resto das pessoas não nos ouvirem. Isso ainda me enervou mais. Ele tentava esconder a minha raiva, era isso? Desde quando é que ele fazia algo assim?
- Não grites comigo. Posso explicar tudo. - Sussurrou, num tom de voz ansioso.
- Eu pensei que tivesses morrido! O que é que te deu na cabeça?! - Continuei, cerrando as mãos em punhos para me controlar.
Drake engoliu em seco e depois aproximou-se mais, quase a unir a cara à minha, e inclinou-se para me sussurrar ao ouvido:
- Aconteceu algo horrível. Não posso explicar-te aqui, não quero que toda a gente ouça. Logo à noite irei à tua casa e prometo que te meto ao corrente de tudo. Prometo.
Afastei-me dele e limpei as lágrimas furiosamente.
- Não sei se abrirei a porta. - Retorqui, em tom violento.
Drake suspirou e depois deu meia-volta e foi-se embora. Fiquei ali, especada, sem saber se devia obrigá-lo a voltar, se devia gritar com ele ou correr para os seus braços e aproveitar o regresso do meu melhor amigo.
Que eu julgara morto. Mas nada que ele fizesse ou dissesse era capaz de justificar por que não me falara, nem viera ver, nem respondera aos telefonemas durante aquela semana inteira. Era como se tivesse ido numa viagem até à Lua e lá ainda houvesse menos rede telefónica que aqui!
Respirei fundo para me acalmar, e tentei parar de chorar como se fosse o fim do mundo. Drake não faltava às promessas que fazia. E nessa noite ele teria de me explicar o que acontecera.


* * *



Estava a ficar realmente preocupada. Já passavam das nove da noite e ele ainda não tinha aparecido. Respirei fundo a tentar manter-me sossegada e afaguei os braços. A minha mãe notou a minha agitação.
- Está tudo bem? - Perguntou-me.
Assenti e depois levantei-me. OK, tinha de me conformar: Drake não vinha. Pela primeira vez desde que eu me lembrava, ele faltara a uma promessa. Isso só me fazia odiá-lo ainda mais que antes. Não fazia ideia do que estava a acontecer com ele, mas ouviria das boas da próxima vez que viesse ter comigo. Ou então fora só uma alucinação de Halloween. Podia bem ter sido isso, só eu é que o tinha visto por sentir tanto a sua falta. Mas não fora, de todo, a visão que eu teria escolhido para ter sobre ele.
- Estou cansada. Acho que vou subir e deitar-me. - Respondi.
Curvei-me para beijar o meu pai na testa e a minha mãe também e depois de eles me terem desejado as boas-noites subi para o meu quarto. Não podia contar-lhes o que tinha acontecido na escola. Eles iam achar que eu estava realmente louca. E se fosse verdade? Era bem capaz de o ser. Entrei no quarto e tateei na parede à procura do interruptor, enquanto fechava a porta. Assim que as luzes se acenderam, a minha visão foi imediatamente atraída para a janela e soltei um grito involuntário de horror.
Calei-me o mais depressa que pude ao perceber quem era o vulto que pairava do lado de fora do vidro e que se parecia tanto com um monstro. Era Drake. Mas ele estava maluco?! O que fazia ali? Por que é que não entrava pela porta principal?
- Cassidy? O que se passa, por que gritaste? - Perguntou o meu pai, lá de baixo.
Pestanejei, procurando uma resposta rápida para lhe dar, e disse a primeira que me veio à cabeça.
- Desculpem, era uma aranha enorme na parede do quarto. Já a matei.
- Ah… está bem. Vai dormir. - Disse a minha mãe, mais descansada.
Fechei bem a porta e depois, enquanto tentava que o coração voltasse a bater no ritmo normal, e não como se fosse o galope de um cavalo de corrida, avancei lentamente até à janela.
Era uma miragem. Pronto. Drake não estaria lá fora, em finais de Outubro, a pairar sobre o parapeito da minha janela. Era uma miragem, era uma miragem…
Então como podia a miragem fazer gestos na direção do trinco da janela e sussurrar "abre, vá lá!" tão insistentemente? Eu sabia a resposta, embora não conseguisse perceber nada do que estava a acontecer: Drake não era uma miragem. Estava mesmo ali.
Abri o trinco da janela e a rajada de ar gelado entrou-me pelo quarto e fez-me arrepiar. Mantive os olhos fixos no rosto dele, preferindo ignorar como se mantinha a pairar a tantos metros do chão.
- Ainda bem que não demoraste mais tempo. Estava quase a ir chamar-te à sala. - Murmurou, com um sorriso doce.
Não gostei do fato de ele manter os óculos escuros postos. Qual era a ideia? Era noite cerrada, para que é que ele precisava dos óculos?
- Entra de uma vez, rapaz pateta. Por que não bateste à porta lá de baixo? Era mais fácil, não achas? - Resmunguei, enquanto me afastava para lhe dar passagem para dentro do meu quarto.
- Não. Não posso entrar. - Murmurou, num tom contrito.
OK, ele estava mesmo estranho.
- Estás a gozar com a minha cara? - Reclamei, semicerrando os olhos em jeito ameaçador.
Estava cansada, irritada, furiosa com ele e desejosa de me enfiar na cama e esquecer que este dia tinha acontecido. E agora ele vinha-me com parvoíces para cima?
- Não. Mas preciso que venhas comigo. Prometi que te explicava tudo e é isso que vou fazer. Mas não pode ser aqui. - Sussurrou, e eu notei a urgência na sua voz.
Revirei os olhos. Não tinha mesmo paciência para aquilo. E no entanto, estava cheia de curiosidade, queria saber o que lhe tinha acontecido para desaparecer de tal maneira durante tanto tempo. Por isso enchi-me de coragem e avancei de novo até à janela.
- Então o que queres fazer? - Perguntei.
Drake sorriu, satisfeito por ver que eu estava a colaborar com ele, e estendeu-me a mão com gentileza, num ato cavalheiresco. Pestanejei, espantada, e arfei, sem querer acreditar no que ele estava a propor.
- Estás louco… - Murmurei.
- Confia em mim.
Olhei bem no seu rosto. Porque é que a sua voz vacilara com aquele pedido? Eu confiava em Drake desde sempre, mais do que qualquer outra pessoa no mundo. Então por que é que agora ele me pedia que confiasse nele? Não sabia já perfeitamente que tinha a minha confiança permanente? O que se estava a passar?
- Vem comigo. - Sussurrou, numa voz sedutora que poucas vezes usava comigo.
Engoli em seco. Não havia escapatória, eu sabia isso. E se queria saber o que tinha acontecido ao meu melhor amigo era melhor alinhar naquilo. Respirei fundo, enchendo-me de coragem, e subi para a janela. Drake sorriu, contente por eu colaborar consigo, e rodeou-me a cintura com a mão que tinha livre.
- Abraça-me. - Ordenou, junto ao meu ouvido.
Fechei os olhos. Estávamos os dois loucos, íamos morrer. E ainda assim, larguei a janela e lancei os braços em volta do pescoço dele, enrolando-lhe o mais depressa que pude as pernas em volta da cintura. E quando julgava que ia morrer, que nos íamos estatelar lá em baixo, isso não aconteceu. Subitamente senti o ar a subir vindo de debaixo de mim, a uma velocidade assustadora, e teria gritado se Drake não me estivesse a tapar a boca com a mão, e com uma força tal que eu mal conseguia respirar.
E de repente tudo parou. A deslocação repentina de ar foi travada e o aperto da mão de Drake na minha boca desapareceu.
- Podes abrir os olhos. - Segredou-me.
Não queria imaginar o que raio tinha acontecido. Estava a tremer dos pés à cabeça e ainda assim… tinha de confiar nele. Tinha de confiar porque Drake preferiria morrer a deixar que algo de mal me acontecesse. Por isso abri os olhos…
Estávamos cá em baixo, na terra, sãos e salvos e sem nada partido. Nem conseguia acreditar que não sentira o choque… e então apercebi-me do porquê. Recuei rapidamente os braços de Drake e fitei-o, em perfeito estado de choque.
Estava a menos de três metros de casa. Não demoraria muito tempo a correr até lá, a bater à porta e a entrar. Ele não me apanharia. Não ia fazê-lo, e se fosse preciso eu conseguiria fugir.
O quê?!
Eu estava mesmo a pensar em fugir dele? De Drake? Abanei a cabeça em negação. Eu não fugiria dele. Tinha de tentar perceber o que acontecera e depois decidiria o que fazer. Era melhor assim.
avatar
Jess Silver

Mensagens : 958
Pontos : 4491
Data de inscrição : 20/08/2011
Localização : Com o Damon... a caminhar pelo Paraíso... ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Yukii em Seg Maio 07, 2012 4:49 pm

jeeeees amei comecei a ler agora pouco sua fic, ops seu livro
gostei muito os detalhes voce escreve MUUUITO eihm menina ><

eu vou ler a segunda parte hoje a noite antes de dormir, deixa eu perguntar voce e de portugal neah jees? tive dificuldade de ler algumas partes mais nada que prejudique na verdade seu vocabulario e muito rico... amei de paixao, ganhou mais uma fã :-P

beijos minha linda jaja eu volto pra comentar mais um pouco
avatar
Yukii

Mensagens : 276
Pontos : 3340
Data de inscrição : 24/07/2011
Idade : 26
Localização : No meu quarto ;]

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Jess Silver em Seg Maio 07, 2012 4:56 pm

Yukii escreveu:jeeeees amei comecei a ler agora pouco sua fic, ops seu livro
gostei muito os detalhes voce escreve MUUUITO eihm menina ><

eu vou ler a segunda parte hoje a noite antes de dormir, deixa eu perguntar voce e de portugal neah jees? tive dificuldade de ler algumas partes mais nada que prejudique na verdade seu vocabulario e muito rico... amei de paixao, ganhou mais uma fã :-P

beijos minha linda jaja eu volto pra comentar mais um pouco


Yukiii, que maravilhaa que está a gostar, fico tão feliz!!
ganhei mais uma fã, ebbaaaaaa!!
não se preocupe com o tempo que demora pra ler e comentar flor, desde que goste da história é o que me interessa!!
e quanto ao vocabulário, pois eu já pensei imensas vezes que vocês são capazes de ter alguma dificuldade por aí a lingua ser diferente, e por favor se não perceber alguma coisa me pergunta, nao ha mesmo problema!!
obrigada pelo apoio mesmo, e se quiser entrar no concurso basta passar pela minha casa e se inscrever, tá lá tudo explicadinho, taah?
beijoos
avatar
Jess Silver

Mensagens : 958
Pontos : 4491
Data de inscrição : 20/08/2011
Localização : Com o Damon... a caminhar pelo Paraíso... ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por * Naomi * em Seg Maio 07, 2012 5:07 pm

Gémeaaaa, cheguei!!
Ai Jess, eu vou voltar a repetir aquilo que digo sempre: tu és a melhor escritora do mundo!!
a sério, quanto mais leio mais vontade tenho de ler o que vem a seguir!
este capítulo (não que os outros dois anteriores tenham estado maus) mas este está absolutamente fantástico, tão potente, tão incrível... a maneira como o Drake voltou (já estava a morrer de saudades dele!!) foi tão brutal!!
Mas a Cassidy escusava de o ter esbofeteado, tadinho dele kkkk
enfim, sabes que adorei esta parte, e espero que não demores a postar o resto, não nos faças sofrer está bem? ainda por cima agora tens leitoras novas, parabéns! eu bem disse que este livro ia ser um sucesso aqui!!
adoro-teee muito fofinha, e parabens mais uma vez!!
avatar
* Naomi *

Mensagens : 155
Pontos : 2750
Data de inscrição : 02/04/2012
Idade : 22
Localização : Onde o Damon estiver, eu estou com ele ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Jess Silver em Seg Maio 07, 2012 5:14 pm

* Naomi * escreveu:Gémeaaaa, cheguei!!
Ai Jess, eu vou voltar a repetir aquilo que digo sempre: tu és a melhor escritora do mundo!!
a sério, quanto mais leio mais vontade tenho de ler o que vem a seguir!
este capítulo (não que os outros dois anteriores tenham estado maus) mas este está absolutamente fantástico, tão potente, tão incrível... a maneira como o Drake voltou (já estava a morrer de saudades dele!!) foi tão brutal!!
Mas a Cassidy escusava de o ter esbofeteado, tadinho dele kkkk
enfim, sabes que adorei esta parte, e espero que não demores a postar o resto, não nos faças sofrer está bem? ainda por cima agora tens leitoras novas, parabéns! eu bem disse que este livro ia ser um sucesso aqui!!
adoro-teee muito fofinha, e parabens mais uma vez!!

obrigada querida, mais uma vez!!
fico sempre feliz de ler estes comentários, sempreee
a Cassidy a bater no Drake deu-me um gozo enorme de escrever kkkkkk
e sim, este capitulo é dos mais intensos acredita, nao admira que as meninas tenham ficado chocadas na parte em que eu parei hauushausuah
fiquei mesmo feliz de a Prii e a Yukii terem começado a ler, serioo, é otimo ver que mais gente está a gostar da ideia!!
eu não demoro não, amanhã eu posto mais uma parte!
beijoo florzinha do meu S2
avatar
Jess Silver

Mensagens : 958
Pontos : 4491
Data de inscrição : 20/08/2011
Localização : Com o Damon... a caminhar pelo Paraíso... ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por JuhSalvatore em Seg Maio 07, 2012 5:19 pm

ahhh, que o máximo!
então Drake é vamp, não? *-*
se ela fugir do lindão do Drake, eu espanco ela. não se foge de alguém tão perfeito! kk'
amei o capítulo, Jess, sério mesmo. ficou perfeito.
quando tem mais? ansiosa por ver como Drake explicará as mudanças para ele.

beijoos Jess.
avatar
JuhSalvatore

Mensagens : 2809
Pontos : 7453
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 23
Localização : Aqui com os Winchester

http://twitter.com/HunterOfTheSPN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Jess Silver em Seg Maio 07, 2012 5:22 pm

JuhSalvatore escreveu:ahhh, que o máximo!
então Drake é vamp, não? *-*
se ela fugir do lindão do Drake, eu espanco ela. não se foge de alguém tão perfeito! kk'
amei o capítulo, Jess, sério mesmo. ficou perfeito.
quando tem mais? ansiosa por ver como Drake explicará as mudanças para ele.

beijoos Jess.


Juhhzinha, sempre pontual nos comentários, brigadaa amor
siim, o nosso Drake é vampiro, e a Cassie não podia ter ficado mais chocada da vida kkkkk
nao sei se ela vai fugir ou nao, vai-se saber tudo no capitulo seguinte, que vai ser maiorzinho e tudo, mas só virá amanhã
até lá vou deixar você a roer-se de curiosidade kkkk
obrigada pelo comment querida, beijooo
avatar
Jess Silver

Mensagens : 958
Pontos : 4491
Data de inscrição : 20/08/2011
Localização : Com o Damon... a caminhar pelo Paraíso... ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por JuhSalvatore em Seg Maio 07, 2012 5:32 pm

Jess Silver escreveu:
JuhSalvatore escreveu:ahhh, que o máximo!
então Drake é vamp, não? *-*
se ela fugir do lindão do Drake, eu espanco ela. não se foge de alguém tão perfeito! kk'
amei o capítulo, Jess, sério mesmo. ficou perfeito.
quando tem mais? ansiosa por ver como Drake explicará as mudanças para ele.

beijoos Jess.


Juhhzinha, sempre pontual nos comentários, brigadaa amor
siim, o nosso Drake é vampiro, e a Cassie não podia ter ficado mais chocada da vida kkkkk
nao sei se ela vai fugir ou nao, vai-se saber tudo no capitulo seguinte, que vai ser maiorzinho e tudo, mas só virá amanhã
até lá vou deixar você a roer-se de curiosidade kkkk
obrigada pelo comment querida, beijooo
eu não aguentaria demorar-me a postar o comment. kk'
sério, mto legal isso.
ebaa, capítulo maior. *-* quanto maior, melhor. kk
vc ama matar-me de curiosidade, né? nanana
imagina amr, eu que agradeço pelo capítulo! Beijoos e Mordidas
avatar
JuhSalvatore

Mensagens : 2809
Pontos : 7453
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 23
Localização : Aqui com os Winchester

http://twitter.com/HunterOfTheSPN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Jess Silver em Ter Maio 08, 2012 4:22 pm

Capítulo 3 - 3ª Parte


Cassidy




- O que foi isto?! - Gaguejei, a sentir a voz a falhar.
Drake, mesmo de óculos escuros no rosto, dava a entender o nervosismo que o consumia. Eu odiava ver as sobrancelhas dele franzidas naquela expressão de ansiedade. E foi só por me lembrar que ele estava tão ansioso e enervado como eu que avancei até ele em passo vagaroso.
- Como chegaste cá abaixo sem cairmos? Como trepaste até à minha janela? - Murmurei, em voz tão baixa que nem soube se ele chegou a ouvir-me ou não.
Drake mantinha os lábios comprimidos um contra o outro.
- Fala comigo! - Exigi, sentindo-me a tremer mais que nunca.
Estava um frio de morte e eu só tinha a camisola de algodão vestida, assim como as calças de pijama pretas. Tremia dos pés à cabeça e já não era só pelo frio. Sentia que algo de terrível estava a acontecer. Já tinha esse pressentimento desde que Drake se fora embora, mas agora era mais forte. Agora era como uma premonição de que a notícia que ele me daria não me ia agradar mesmo nada.
- Vem comigo. Os teus pais não nos podem ouvir. - Disse Drake, dando meia-volta.
Afastou-se pelo jardim fora, e ultrapassou a curva da sebe. Respirei fundo, enchendo-me de coragem. Podia gritar, obrigá-lo a voltar para trás, ou podia segui-lo e descobrir o que ele me queria dizer e para que era preciso tanto mistério.
Avancei pelo jardim da minha casa fora até alcançar o muro de arbusto que o meu pai tanto se esforçava por aparar e manter impecável. Cheguei ao portão de casa e ultrapassei-o tal como Drake tinha feito. Ele seguia à minha frente, em silêncio. Estava escuro como breu, eu tinha de olhar para o chão para me certificar que não enfiava os pés em nenhuma poça ou lamaçal, e tinha de olhar para a frente para não perder Drake de vista.
Ele era mesmo real? Estava mesmo ali? Como pudera chegar a convencer-me que ele tinha mesmo morrido? Drake não seria capaz de me fazer isso.
Avançámos cerca de vinte metros para longe de casa, embrenhando-nos no prado descampado que separava a minha casa da sua, a meio quilómetro de distância. Drake parou no meio do descampado e esperou que eu chegasse junto dele. Abracei o meu corpo para tentar travar os tremores. Os meus dentes batiam uns contra os outros sem parar.
- Devias realmente ter trazido um casaco. - Observou ele, ainda de costas viradas para mim.
- Não tive tempo para pensar nisso! Despacha-te Drake, quero voltar para casa! - Reclamei, mantendo-me muito quieta.
Então ele virou-se de frente para mim, parado à minha frente, e sei que os seus olhos, por detrás dos óculos de sol, me fitavam intensamente. Senti-me a ficar com pele de galinha. Algo ali estava terrivelmente errado.
- Perdoa-me por te ter deixado sem notícias.
Engoli em seco para travar os tremores. Tinha de me manter atenta ao que ele dizia.
- Acho mesmo bem que peças desculpa. Nunca, desde que nos conhecemos, me fizeste algo deste género. Porquê agora? - Perguntei, sentindo a curiosidade a ultrapassar o nervosismo.
Drake suspirou profundamente, como se procurasse as palavras certas para confessar o que tinha feito. Aquilo assustou-me. Onde estava o meu Drake? Quem era aquele misterioso sósia que não me dizia nada, que parecia ter medo da minha reação?
- Eu não podia voltar para ti… antes de hoje. Seria demasiado arriscado. Podia magoar-te.
- O quê? Que raio estás para aí a dizer? - Resmunguei, sem querer acreditar que ele estivesse com disposição para gozar com a minha cara a uma hora destas.
Então, num movimento tão rápido que eu só me apercebi do que ele tinha feito muito depois, levou a mão à cara e tirou os Ray-Ban. E depois cravou os olhos nos meus.
Nunca me tinha sentido tão horrorizadamente mortificada em toda a minha vida.
Nem conseguia gritar. Tê-lo-ia feito se conseguisse mas não podia. O ar não entrava nos meus pulmões. As minhas pernas imobilizaram-se, prendendo-me naquele lugar, eu não era capaz de me mexer um único milímetro que fosse.
- Não grites. Imploro-te que não grites, a sério, não vai mudar nada. - Pediu Drake, num murmúrio triste.
Mas eu queria gritar; o fato de não o conseguir fazer ainda me deixava mais assustada.
Os olhos de Drake estavam… vermelhos.
Não o tom vermelho de quando choramos durante muito tempo. Era a própria íris dos seus olhos, antigamente de um tom tão lindo de azul-claro, era agora de um assustador vermelho-vivo. Vermelho sangue.
Eram os olhos mais sinistros, mais profundos e mais chocantes que eu já tinha visto. Não queria acreditar que os olhos do meu melhor amigo tivessem ficado assim. Os olhos que eu amava desde pequena tinham dado lugar… a estes…
Finalmente, fui capaz de me mexer. Recuei apressadamente para longe dele, sem querer olhá-lo mais, abanando a cabeça em negação.
- Espera, Cass espera, ouve-me! - Implorou Drake, avançando atrás de mim.
- Não! Não te aproximes de mim! - Guinchei, aterrorizada e histericamente.
Mas ele ignorou-me e continuou a avançar, e eu a recuar, até que conseguiu rodear-me o antebraço com a sua mão e prender-me. Olhei de novo para ele e senti-me a ficar sem ar.
Que ser era este que se fazia passar por Drake?!
- Os teus olhos… - Balbuciei, sentindo os meus a ficarem cheios de lágrimas.
Já não queria saber de nada. Preferia ter ficado na ignorância. Preferia que ele nunca tivesse tirado os óculos.
- Ouve-me… por favor, eu não fiz isto de propósito! - Insistiu, aproximando-me mais de si.
Lutei para me soltar, mas ele era mais forte que eu. Sempre tinha sido, e no entanto, nunca usara as suas forças contra mim. Era sempre a meu favor e nunca contra. Esbracejei, determinada a soltar-me do seu aperto, mas Drake era mais teimoso que eu.
- Deixa-me explicar o que me aconteceu.
- Não quero saber… não quero saber, solta-me, não quero saber… - Insisti, a tremer dos pés à cabeça e mantendo os olhos firmemente fechados.
- Cassie olha para mim! - Vociferou Drake, numa voz tão severa que me fez parar de lutar.
Agarrou o meu queixo com a mão que tinha livre e levantou-o até ficar ao nível do seu olhar. Fixou os olhos vermelhos nos meus e não me largou.
O mundo desabou à minha volta. Aqueles olhos não eram os dele, ele não era o meu Drake, alguém se estava a fazer passar por ele, eu tinha de fugir dali o mais depressa que pudesse.
- Eu morri. Eu morri Cassie, foi por isso que não vim mais cedo! Perdoa-me por favor… eu morri!
Abanei a cabeça em negação compulsiva. Ele estava a mentir, eu recusava-me a acreditar. As lágrimas soltaram-se dos meus olhos e continuei a tentar libertar-me. Vi os olhos dele, que se pareciam com dois rubis cintilantes, a ficarem mais vermelhos ainda, e isso fez-me entrar em paranoia. Tinha de sair dali, estava a meio de um pesadelo, não era real…
Tinha-me convencido que ele morrera. Tinha mesmo. E depois ele voltara e essa ideia fora bruscamente afastada da minha cabeça. Não iria voltar a cair no erro de acreditar que ele morrera. Ele estava ali, de certeza.
- Não morreste… não morreste, não és real, solta-me, não estás aqui… - Balbuciei, sem conseguir desviar os olhos dos seus.
- Eu morri. Por favor Cassie tens de confiar em mim, eu sou… vampiro.
Abri a boca, ia pedir-lhe que me soltasse outra vez, mas a voz congelou dentro de mim. Arregalei os olhos com o choque e fitei-o sem querer acreditar. O quê?!
- Não… - Murmurei, num fio de voz horrorizado.
- Perdoa-me… por favor, não queria fazer-te passar por isto! - Insistiu Drake, e os seus olhos encheram-se de lágrimas tal como os meus.
Só que eram lágrimas vermelhas.
E ao vê-lo começar a chorar sangue (meu Deus, sangue a sério!) gritei o mais alto que pude, soltando finalmente o horror que me consumia em cada célula do meu corpo. Gritei, gritei até Drake se aperceber que eu estava mesmo a gritar e me colocar a mão em frente dos lábios, silenciando-me. Contorci-me com todas as minhas forças, tinha de fugir dele, daquele pesadelo no qual me recusava a acreditar, tinha de correr de volta para casa.
Mas se fosse um pesadelo, como podia sentir tanto frio? Como podia haver tanto vento à minha volta? Não… era real. Só que era uma realidade demasiado má. Não, não, não…
- Cassie por favor… por favor não grites… confia em mim!
Abanei a cabeça sem parar. Não queria lidar com aquilo… Drake não podia ser vampiro! Os vampiros não existem! Se eles existissem os lobisomens e as fadas e as bruxas e os ogres também existiam e nenhum deles, de certeza absoluta, andava neste mundo como nós. Não, Drake não era vampiro coisa nenhuma…
- Cassidy, está tudo bem. Estou aqui, vai correr tudo bem. - Murmurou Drake, puxando-me para os seus braços.
Não. Não ia correr tudo bem. E aproveitei a sua distração momentânea para lhe dar um soco no estômago que o fez curvar-se de dores, chocado com a minha atitude. Aproveitei o fato de me ter soltado por momentos, dei meia-volta e desatei a correr com todas as minhas forças. Corri o mais que pude, como se a minha vida dependesse disso, corri até não sentir as pernas nem o coração. As lágrimas desciam-me pela cara sem parar, eu sentia Drake atrás de mim mas não podia parar.
O portão não estava longe. Já não faltava muito, estava quase, ia chegar lá…
- CASSIE! - Ouvi a sua voz antes de sentir o peso do seu corpo a abater-se sobre o meu.
Caí ao chão, com Drake por cima de mim, rolámos na relva molhada pela chuva e tive de ferrar o joelho no chão para parar de rolar, para fincar o corpo no chão. Isso fez com que uma dor súbita me subisse pela perna quando quase torci o joelho. Rangi os dentes com as dores e consegui lançar Drake para longe, afastando-o de cima de mim. O meu coração martelava-me furiosamente no peito, eu não podia desistir.
Levantei-me o mais depressa que pude e, ignorando os chamamentos de Drake, voltei a correr até ao portão. Estava quase lá, já não demorava nada.
- Cassie! - Desta vez foi a raiva que notei na sua voz.
Pressenti o que ia acontecer antes de a minha perna ser violentamente puxada para trás e eu cair bruscamente no chão. Gritei de dor mas Drake não queria saber disso. Virou-me de barriga para cima no chão e aterrou sobre mim, prendendo o meu corpo debaixo o seu e cobrindo-me a boca com a mão, e embora lutasse para me libertar, ele não me deu tréguas.
Ele também chorava. As lágrimas de sangue desciam-lhe pela cara e molhavam o colarinho da sua camisa. Chorei, gemi até ele me soltar, mas isso nunca mais acontecia. E finalmente, ao perceber que tudo o que ele tinha dito era verdade, que não estava a meio de nenhum pesadelo, dei-me por vencida como poucas vezes acontecia na vida. Porque eu nunca fora uma desistente… Drake nunca deixava que eu desistisse das coisas importantes…
Então como podia desistir dele? Como podia fugir dele, do meu melhor amigo, como se ele me fosse matar? Como se ele fosse capaz de levantar um único dedo que fosse contra mim?
- Cass, eu… eu lamento muito… não queria ter-te feito isto…
- Deixa-me ir… deixa-me ir, solta-me, não quero olhar para ti! - Gemi, lutando contra a mão que ele mantinha defronte da minha boca.
E ao ouvir aquilo, também ele se deu por vencido. Oh meu Deus… Drake era vampiro, era mesmo. Não havia como não acreditar.
- Por favor… por favor, estou a implorar-te, não fujas de mim. - Pediu, e a ansiedade na sua voz fazia-me tremer mais ainda que o medo e o frio que me consumiam.
Tornei a oscilar a cabeça, sem parar. Não ia render-me. Não. Não conseguia, ainda não.
- Solta-me imediatamente! Deixa-me ir! - Gritei.
E com um suspiro de resignação, e também de uma tristeza infinita, Drake deslizou para o lado, dando-me liberdade para fugir. Levantei-me, ignorando as dores que sentia em vários locais do meu corpo, e desatei a correr na direção do portão.
Não olhei para trás uma única vez. Não conseguia obrigar-me a lembrar-me que era o meu irmão que estava a abandonar. O meu irmão era um assassino. Ia matar-me se eu não fugisse dele.
Alcancei o portão. Passei-o a correr, fechei-o com estrondo e corri para casa. Bati insistentemente à porta até a minha mãe vir abrir.
- Cassidy?! O que se passa, o que fazes aqui?
Empurrei-a para trás, entrei e fechei a porta o mais depressa que podia, trancando-a. E depois virei-me para os meus pais, chocados e assustados, e tentei controlar as respirações.
- Desculpem… caí da janela… - Inventei, esperando que o meu ar demasiado atarantado servisse de desculpa suficiente para eles acreditarem.
- O quê?! Mas… partiste alguma coisa? - Guinchou a minha mãe, de olhos arregalados.
- Não… eu acho que estava a dormir. Quando acordei já tinha passado do portão do jardim… fiquei assustada, foi só isso.
Os meus pais estavam habituados aos meus ataques de sonambulismo por isso não achavam estranho que eu saísse de casa de um momento para o outro ou fizesse outras coisas mais esquisitas quando estava a dormir. Mas daí a cair da janela… isso nunca tinha acontecido.
- Como é que não partiste nada?! Tens pelo menos de te ter magoado nalgum lado! - Insistiu o meu pai.
- Não parti nada, mas vou ficar com algumas nódoas negras… bem, já passou, isso é que interessa.
- Sim… queres ir tomar um banho? Estás molhada e suja… e depois vais dormir com a janela e a porta bem fechadas. - Sugeriu a minha mãe.
- Claro, é uma boa ideia. - Respondi, passando a mão pelo cabelo.
Aquela noite estava a ser surreal.
- Vocês vão ficar acordados muito mais tempo? - Perguntei, enquanto me encaminhava para as escadas.
- Só um pouco. Vamos acabar de ver o noticiário e depois vamos para a cama. - Disse o meu pai, enquanto se tornava a sentar na poltrona.
Engoli em seco e lancei um olhar desesperado à porta. Eles iam achar que eu estava louca mas… era pela sua segurança que fazia isto. Lutei contra as lágrimas enquanto falava.
- Não abram a porta. Não interessa o que aconteça, não a abram. A ninguém, por favor, se têm amor por mim não abram a porta. - Pedi, tentando fazê-los entender que era mesmo importante.
- O quê? A que propósito vem isso? - Perguntou o meu pai.
- Está algo lá fora. Eu vi. Pode ser impressão minha mas… não abram, OK? Por favor. - Implorei.
- Está bem… acho que viste coisas onde não existem, Cassie. Volta para a cama, amanhã vai estar tudo bem. - Tranquilizou-me a minha mãe.
- Sim, mas não abram a porta nem nenhuma janela. - Depois virei-me e subi as escadas quase a correr.
Fechei-me na casa de banho às escuras e tateei na parede à procura do interruptor. Acendi as luzes e depois concentrei-me em controlar as respirações para me acalmar. Fechei os olhos por uns segundos.
Aquilo não me tinha acontecido… não podia.
Mexer-me, respirar, pensar… era tudo tão difícil! Por que é que eu tinha ido na conversa dele? Por que é que não ficara quieta no meu quarto?
Porque ele era o meu melhor amigo. Porque gostava demasiado dele para o deixar a pairar fora da minha janela. Porque a minha curiosidade superava sempre o meu instinto de proteção.
Não neste caso. Abri os olhos e dei uns passos em frente, parando no centro da casa de banho. Comecei a despir-me lentamente. A janela estava à minha frente, eu sentia o frio que emanava dela, e rezei para que Drake não fosse para ali. Não ia aguentar vê-lo aparecer do nada. Ia gritar tanto que os meus pais se iam aperceber do que estava a acontecer.
Oh meu Deus… como é que isto tinha acontecido?! Como é que de repente o pesadelo se tornara tão real que me deixava entre a espada e a parede? Não podia confiar em Drake nem podia contar aos meus pais que o menino de ouro deles agora era… um morto-vivo.
Escondi a cara entre as mãos trémulas. Estava a desesperar, a entrar em pânico. Tinha de manter-me calma e raciocinar. O banho ia ajudar-me.
«OK», pensei para mim própria, «vamos fazer uma lista.»
Acabei de me despir e depois abri a torneira e deixei a água quente e fumegante começar a encher a banheira de pedra. Tentei parar de tremer enquanto esperava que esta atingisse uma profundidade suficiente para me conseguir meter lá dentro. E depois enfiei-me na banheira e mergulhei o corpo trémulo e gelado na água quente. A diferença súbita de temperatura fez-me arrepiar.
Os vampiros existem. Essa era a verdade que eu tinha de meter na cabeça se queria continuar viva.
Aquelas criaturas horrorosas dos filmes e livros de terror existem mesmo. Uma delas apanhou o meu melhor amigo, matou-o e tornou-o num vampiro, noutro monstro sobrenatural. Era melhor nem pensar muito nas razões para isto ter acontecido, se não queria entrar em histerismo outra vez.
Segunda coisa: Drake era meu inimigo. Podia matar-me a qualquer momento, mas eu não o podia matar. Não sou completa nem estupidamente ignorante acerca de vampiros: sei algumas coisas. São imortais, eternamente jovens, todos esses mitos dos quais eu zombei durante tanto tempo. Subitamente, eram todos reais.
Incapaz de lidar com a situação, contive a respiração e fechei os olhos, enquanto submergia a cabeça na água quente. Mantive-me lá o máximo de tempo que pude.
Drake tinha-me pedido que confiasse nele. Tinha vindo ter comigo antes de qualquer outra pessoa. Eu já esperava que ele fizesse isso. Éramos os melhores amigos desde sempre, para o bem e para o mal.
Mas não um mal desta dimensão, e esperava que ele entendesse isso.
O ar não estava a chegar aos meus pulmões, mas o que é que isso importava quando o meu mundo tinha desabado? Quando tudo o que eu achava certo e errado se tinham entrelaçado tão intensa e mortalmente à minha volta?
Amava Drake como a um irmão, mas agora ele era capaz de me matar a qualquer momento só para satisfazer a sua sede. Devia ficar ao lado dele? Sujeitar-me ao perigo que ele representava?
Meu Deus… nunca tinha pensado em Drake como alguém perigoso, do qual tivesse de fugir. Ele tinha sido sempre a pessoa em quem eu confiaria a minha vida sem pensar duas vezes. E agora… agora ele podia tirar-ma de um segundo para o outro.
Teria sido melhor pensar que ele não o faria, que mesmo que tivesse morrido e renascido como um ser diabólico se lembraria de como gostava de mim antes de tudo isto. Teria sido melhor achar que ia ficar tudo como antes. Teria sido mais reconfortante pensar que ele não era realmente um assassino sem dó nem piedade. E teria sido tudo mentira, claro.
O instinto de sobrevivência foi mais forte. Vim à superfície e respirei o mais depressa que pude, para que o ar chegasse por fim aos pulmões. Inspirei fundo, tentando acalmar as batidas do coração.
Não.
Estava errada.
Como podia imaginar um mundo, uma vida, uma realidade onde ele não existisse? Como podia imaginar-me a virar-lhe costas? Isso nunca ia acontecer.
Acabei de tomar banho a pensar como havia de resolver a situação. Não podia virar costas a Drake. Ele estava atarantado e sozinho num mundo onde não seria aceite e onde toda a gente iria reagir tão mal ou pior que eu.
Ele tinha voltado. Recusara-me a imaginar uma vida sem ele e conseguira que ele voltasse para mim. Não podia afastá-lo de novo.
Era a mim que cabia a difícil tarefa de ficar ao seu lado para o bem e para o mal. Não importava a dimensão do mal nem as consequências que isso pudesse trazer para os dois. Drake era o meu melhor amigo, e se se tivesse esquecido disso eu iria lutar com todas as minhas forças para o relembrar. Porque precisávamos um do outro.
Saí da banheira, enrolei o corpo numa toalha de banho e o cabelo noutra, arrumei a casa de banho e saí de lá, indo para o meu quarto. Depois fechei a porta. Era capaz de sentir que a hora se aproximava.
Estava na hora de fazer a minha escolha. Deixar ou não Drake entrar de vez na minha vida, para sempre. Revirei os olhos. A minha vida não seria vida sem ele, por isso, para quê questionar?
Vesti-me rapidamente, enxuguei o cabelo e depois certifiquei-me que a porta do meu quarto estava bem fechada antes de avançar até à janela.
Se estivesse mesmo louca, se morresse por causa daquilo, pelo menos morreria com ele. Enchi-me de uma coragem louca e sem razão nenhuma e ignorei por completo o instinto de sobrevivência.
Abri a janela de par em par e debrucei-me para a frente. A lua brilhava intensamente no céu e embora não chovesse eu sentia que o frio era mais forte que nunca.
- Drake! - Sussurrei ao vento gelado que me entrava pelo quarto. - Drake!
Mas ninguém me respondeu. Percorri o jardim com os olhos, assim como o descampado que ficava para lá da sebe que fazia a fronteira do nosso jardim. Ele não estava em lado nenhum. Tornei a chamar, e outra vez, mas apenas o vento me respondeu.
Era noite de Halloween, o meu melhor amigo tinha-se tornado num vampiro e tinha regressado dos mortos, e agora eu conseguira afastá-lo de vez.
- Drake! - Gritei, começando a ficar desesperada.
Não devia ter fugido dele sem lhe dar oportunidade de se explicar. Devia tê-lo deixado falar. E se ele agora nunca mais voltasse? Como conseguiria lidar com toda a culpa?
- Drake… por favor… - Balbuciei, deixando-me cair de joelhos junto da janela.
Suspirei. Ele não ia voltar. Estava demasiado desiludido comigo para o fazer. E como podia chamá-lo? Como podia encontrá-lo? Era tarde demais para o fazer voltar.
Fechei os olhos e deixei as lágrimas rolar pela minha cara. Tinha perdido o meu melhor amigo de uma vez por todas.


Meninaaas peço mil desculpas, realmente ficou maior do que eu tinha imaginado, mas como é assim cheio de ação e adrenalina eu achei melhor não separar ainda mais...
percebo se não tiverem paciência de ler até ao fim xD

avatar
Jess Silver

Mensagens : 958
Pontos : 4491
Data de inscrição : 20/08/2011
Localização : Com o Damon... a caminhar pelo Paraíso... ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Yukii em Ter Maio 08, 2012 4:50 pm

jess linda do meu coracão ><
ja li o primeiro capitulo to chegando em ti ja kkkk

eu amo cada palavra que voce escreve, tudo fica tao perfeito quando voce escreve *-* sabe se voce publicasse un livro eu compraria com toda certeza, ja pensou escrever terror? eu amo muito e acho que voce ia mandar bem tambem...

to gostando muiaozao
avatar
Yukii

Mensagens : 276
Pontos : 3340
Data de inscrição : 24/07/2011
Idade : 26
Localização : No meu quarto ;]

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Jess Silver em Ter Maio 08, 2012 4:52 pm

Yukii escreveu:jess linda do meu coracão ><
ja li o primeiro capitulo to chegando em ti ja kkkk

eu amo cada palavra que voce escreve, tudo fica tao perfeito quando voce escreve *-* sabe se voce publicasse un livro eu compraria com toda certeza, ja pensou escrever terror? eu amo muito e acho que voce ia mandar bem tambem...

to gostando muiaozao


Yukiii, que bom que voltou pra ler!!
e que babada que eu fico lendo esse comentário ^^
eu já escrevi duas fics de terror de TDV, e até fizeram sucesso, acho que voce ia gostar também
embora não seja meu estilo preferido, acho que mando bem tambem hasuhausuhaushau
e fico mesmo feliz que esteja gostando, do fundo do S2
e vou juntar seus 100 pontos ao jogo, voce participa no concurso nao é??
avatar
Jess Silver

Mensagens : 958
Pontos : 4491
Data de inscrição : 20/08/2011
Localização : Com o Damon... a caminhar pelo Paraíso... ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Yukii em Ter Maio 08, 2012 5:05 pm

jess pra falar a verdade eu nem vi o concurso eu entro pelo celular ai fica horrivel ficat por dentro das coisas kkkk depois ei do uma olhada melhor no concurso...
avatar
Yukii

Mensagens : 276
Pontos : 3340
Data de inscrição : 24/07/2011
Idade : 26
Localização : No meu quarto ;]

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Jess Silver em Ter Maio 08, 2012 5:08 pm

Yukii escreveu:jess pra falar a verdade eu nem vi o concurso eu entro pelo celular ai fica horrivel ficat por dentro das coisas kkkk depois ei do uma olhada melhor no concurso...

ahh tudo bem tudo bem
eu já meti seus pontos lá
depois vou acrescentando por cada comentário seu
depois vai ver melhor e não se preocupe, que se nao quiser participar não há problema, basta eu tirar seus pontos
e obrigada pelo apoio uma vez mais!!
avatar
Jess Silver

Mensagens : 958
Pontos : 4491
Data de inscrição : 20/08/2011
Localização : Com o Damon... a caminhar pelo Paraíso... ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Jess Silver em Qui Maio 10, 2012 1:04 pm

Genteee, só pra avisar que esta noite não vou poder vir postar mais uma parte do capítulo, peço desculpa, mas amanhã prometo que posto, siim?
beijinhoos a todas!!
avatar
Jess Silver

Mensagens : 958
Pontos : 4491
Data de inscrição : 20/08/2011
Localização : Com o Damon... a caminhar pelo Paraíso... ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Convidad em Sex Maio 11, 2012 8:55 pm

Jess Silver escreveu:
Pri escreveu:Jess, como prometido, estou aqui acompanhando essa história maravilhosa!
Já li todos os seus capítulos, a narrativa está tão gostosa de se ler que nem reparei no tempo que passei aqui.
Gosto da sua escrita e acho ótimo poder 'conviver' com gente de fora, pois posso aprender ainda mais conhecendo o seu jeitinho de escrever.
Voce tem uma escrita muito boa, particularmente eu AMO historias descritivas. Vc narra nao só os pensamentos e atitudes dos personagens (q no caso, principalmente da Cassie, já q é a narradora personagem até entao), mas tambem, todo o ambiente e tudo o que se passa nele. Acho isso ótimo, ja que valoriza e enriquece a historia em detalhes.
Em relação aos personagens, são todos lindos e bem criados por vc.
Senti uma quedinha do Drake pra cima da Cassie, será que vi demais? hahaha
Estou adorando essa amizade, espero que ela se torne mais colorida daqui pra frente! rsrsrs
Heyy Jess, sua maldosa! Foi parar justo na parte quando o Drake volta? Eu fiquei aqui super aflita, só imaginando o que poderia estar acontecendo e onde ele poderia estar, e vc para o capitulo justo na parte que a Cassie encontra ele?!
Ahh vou te matarr!! Pode postar logo aqui a contunuaçao pq ja estou viciada nessa historia! Estou amando, serio mesmo!
Vc precisa me avisar qndo tem fics incríveis assim, nao posso ficar sem ler! (:
Espero que poste o quanto antes, e queria te parabenizar por todo esse talento! Nao digo isso pra qualquer um, principalmente pq só leio e acompanho historias que realmente me interessam, e pode ter certeza de que essa é uma delas!
Beijos

ohh meu Deus Prii, não tem noção de como eu estou babada pro ecrã nesse momento!!
deve ter sido, sem duvida nem exagero algum, um dos comentários mais bonitos que alguma vez alguém me escreveu!! sério, é por comentários assim, por pessoas tão maravilhosas como você virem ler meus livros e gostarem de minhas histórias, que eu sempre fico inspirada pra escrever mais e melhor! por isso um enorme e sincero obrigada por tanta inspiração e carinho que me deu agora!
quanto ao livro, bem eu estou mesmo aos pulinhos de felicidade por ver que você gostou da história, achei que pouca gente ia gostar que eu descrevesse tanto os personagens e os climas e assim, mas é ótimo ver que não se importa flor, obrigada mesmo!
quanto ao Português de Portugal, bem deixa que te diga eu já tentei escrever em brasileiro e não consigo mesmo, acho que se escreve e se consegue passar muito melhores nossos sentimentos e aquilo que queremos dizer na nossa lingua materna, e ainda pra mais quando as outras pessoas nos elogiam por isso, obrigada mais uma vez!
e a história peço desculpa de ter parado justo naquela parte, eu vou já já postar a continuação, e espero que continue gostando tanto como até agora!
obrigada pela terçeira ou milésima vez, acho que já perdi a conta às vezes que agradeci, mas é do fundo do coração Prii, te adoro muito!!
Oii linda!
Olha, vc não tem nem o que agradecer... eu sei exatamente como é, pq tb adoro receber comentários na minha fic, sei que isso é o que nos estimula a escrever sempre! Não ha nada melhor do que saber o que os leitores estao achando das nossas historias, por isso que eu tento sempre passar o que achei da leitura.
Mas na real, nao escrevi nada mais que a verdade, pq a sua história está realmente demais e já me envolvi nisso tudo!
Em relação a sua escrita, estou amando esse ' outro lado ' do portugues! rsrsrs
Eu fico brava quando as pessoas param nas partes mais chocantes da historia, mas vou te confessar que eu faço o mesmo! kkkk
Adoro vc tbm florzinha, amo conhecer pessoas assim!
Agora se me dá licença, vou parar de tagarelar pq sairam 2 capítulos quentíssimos e eu preciso muito ler! rsrs
Logo posto meu comentário pra falar o que achei!

Beijos

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Convidad em Sex Maio 11, 2012 9:14 pm

Heyy Jess, acabei de ler os dois ultimos capítulos...
Logo no começo achei o Drake frio, distante. Fiquei até com pena da Cassie, pq ela tava super preocupada com ele!
Mas lendo o último cap., aí eu ja entendi tudo.. o porque dele ter sumido...
É claro que a Cassie deveria ter ficado mega assustada quando soube da verdade sobre ele, que agora ele era um vampiro, mas jamais deveria ter corrido daquele jeito! Ele estava realmente precisando dela, da ajuda dela... tadinho do Drake!
Espero que ela consiga reencontrá-lo e que os dois voltem a amizade! Estou amando esses dois juntos, eles me conquistaram!
A história está emocionante Jess, muito criativa!
Posta mais pra gente, linda!
Beijoss

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Jess Silver em Dom Maio 13, 2012 3:55 pm

Pri escreveu:Heyy Jess, acabei de ler os dois ultimos capítulos...
Logo no começo achei o Drake frio, distante. Fiquei até com pena da Cassie, pq ela tava super preocupada com ele!
Mas lendo o último cap., aí eu ja entendi tudo.. o porque dele ter sumido...
É claro que a Cassie deveria ter ficado mega assustada quando soube da verdade sobre ele, que agora ele era um vampiro, mas jamais deveria ter corrido daquele jeito! Ele estava realmente precisando dela, da ajuda dela... tadinho do Drake!
Espero que ela consiga reencontrá-lo e que os dois voltem a amizade! Estou amando esses dois juntos, eles me conquistaram!
A história está emocionante Jess, muito criativa!
Posta mais pra gente, linda!
Beijoss

ahhh minha florzinha, muitissimo obrigada por ter vindo ler e comentar de novo, não faz mesmo ideia de como isso me deixa feliz!!
sim, esses dois capitulos foram realmente intensos, e houve uma mudança enorme no Drake, mas eu acho que ele assim ainda se torna mais emocionante!!
vamos ver o que vai acontecer agora entre ele e a Cassie
eu posto mais logo e vou passar na sua fic tbm!
beijooo
avatar
Jess Silver

Mensagens : 958
Pontos : 4491
Data de inscrição : 20/08/2011
Localização : Com o Damon... a caminhar pelo Paraíso... ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Amor Sombrio" - Saga "Love, Death & Eternity"

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum