Fanfics
Seja bem vindo(a) ao Fórum Fanfiction.
Aqui você pode ler, escrever, comentar, jogar, fazer amigos e muito mais!
Então... o que está esperando? Se cadastre e comece a diversão! Very Happy

**Two Worlds Collide** [+18]

Página 12 de 14 Anterior  1 ... 7 ... 11, 12, 13, 14  Seguinte

Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por Lys em Qui Fev 23, 2012 7:56 pm

gente, talvez, só TALVEZ eu vá postar ainda hj o cap do baile
O problema é q naum tá colando (meu net é uma droga ¬¬), e eu vou ter que copiar ele todo digitando, e ele é ENORME chocado
pra quem quer barraco, torça para que eu tenha paciência
ele sai lá pras 11 hrs, ou de uma e pouca da manhã, mas aí seria no dia seguinte...
A questão é: Será que Clauchel acontece nesse cap, ou ele vai continuar orgulhoso? Tem uma surpresinha pra vcs, no fim do cap, agora ninguém q é Clauchel me mata, tá Razz
avatar
Lys

Mensagens : 3484
Pontos : 9141
Data de inscrição : 13/07/2011
Idade : 24
Localização : In Wonderland

https://www.youtube.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por Jaque em Qui Fev 23, 2012 8:02 pm

LYS POR FAVOR TENHA PACIENCIA..
To doida pra ver menina..
Serio eu to morrendo e que Clauchel aconteça.
POR FAVOR...

_________________
Spoiler:
avatar
Jaque

Mensagens : 2025
Pontos : 5498
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 23
Localização : Em algum lugar no mundo =P

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por JuhSalvatore em Qui Fev 23, 2012 8:10 pm

Lys, sua menina diabólicaaaa!
quer me matar de curiosidade, coisa ruim?
nanana
eu quero logo esse cap., por isso apressa esses dedinhos...
ta, parei, to brincando.
eu aguento até quando estiver pronto né...
mas para de me matar de curiosidade, eu preciso estar viva pra ler o barraco.

amucê titia/gêmola, metade da minha Lyana.
avatar
JuhSalvatore

Mensagens : 2809
Pontos : 7453
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 23
Localização : Aqui com os Winchester

http://twitter.com/HunterOfTheSPN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por Lys em Qui Fev 23, 2012 8:12 pm

kkkkkkkkkkkkk'
tb amu vc, Juh
LYANA'S GOTTA POWER: EVERLASTING
eu vou escrever uma fic com esse nome ideia
avatar
Lys

Mensagens : 3484
Pontos : 9141
Data de inscrição : 13/07/2011
Idade : 24
Localização : In Wonderland

https://www.youtube.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por Lys em Qui Fev 23, 2012 11:36 pm

Capítulo trinta e seis: I Want Your Body Now



Na manhã seguinte, todos os três acordaram cedo, depois de uma gritaria enorme de Guilherme, questionando sobre como Claude havia ido parar na cama de Rachel.

Logo cedo, Caio havia aparecido para buscar Claude, que caminhou de volta pro carro como quem caminhava para a morte.

Depois, ficaram apenas Guilherme, e Rachel. Guilherme tornou a tentar alguma coisa com Rachel, mas ela resistiu daquela vez, e ficou firme, desviou. Porque ela não podia continuar iludindo o rapaz.

Finalmente a hora do baile estava chegando, e Rachel se sentia mais nervosa do que nunca. Ela tinha um pressentimento estranho pra aquela noite. De alguma forma, ela meio que se sentia obrigada à ir ao baile. Mas exatamente pra quê? Por mais que ela confiasse em Alice, e soubesse que a amiga estava completamente apaixonada por Ian (se não estivesse, Rachel a mataria por iludir um homem daqueles), ela sabia que ia doer ver Claude com outra pessoa.

Naquele momento, ela se olhava diante do espelho. O vestido rosa bebê tomara-que-caia havia ficado perfeito nela. Os cabelos lisos e longos agora caiam em pequenos cachos nas pontas. Os lábios carnudos estavam pintados de um vermelho brilhoso, que a deixavam mais bela do que ela já era.

Ao contrário de todas as meninas, ela detestava salto, além de já ser alta. Por isso, havia preferido uma rasteirinha dourada.

Estava bonita, tinha que admitir. Olhou-se mais uma vez no espelho, e arrumou os cabelos castanhos uma última vez. Respirou fundo, piscando os olhos, com os cílios batendo no começo das bochechas, e sorriu pra si mesma.

Era só uma festa.

Tudo que ela tinha que fazer era ficar sentada na mesa com Guilherme, observando os outros dançarem, cantar uma música, e depois ir dançar um pouco. Só isso. Depois ela poderia voltar pra casa, e atacar os chocolates, onde descontava todos seus ciúmes, e sua solidão.

Quem dera fosse fácil assim, pensou ela.

Forçou as próprias pernas a caminharem pra fora do quarto, e foi descendo as escadas, sabendo que Guilherme estaria esperando-a lá embaixo.

Sim, e ele estava lá. Conversando com sua mãe. Que respeitável. Ele seria o tipo perfeito de garoto pra ela. Cavalheiro, e gentil. Por que ela não conseguia querê-lo como queria Claude?

Guilherme se virou na direção dela, e a olhou de cima pra baixo, com uma expressão de choque e admiração no rosto.

- Você... – ele engoliu em seco, enquanto Rachel ficava de frente pra ele. – Você é a garota mais linda que eu já vi na minha vida.

Rachel abriu a boca pra falar, mas não conseguiu sair nada. Uma dor a invadiu, e ela não soube porquê. Não entendeu, deveria ficar feliz com aquele elogio, era um elogio perfeito. Mas então ela entendeu. Aquelas eram palavras que ela queria ouvir, apenas não saíram da boca da pessoa que ela queria ouvir.

- Valeu – ela falou, corando levemente, e encarando o chão, infeliz.

- Você está tão linda – Eloysa contemplava a filha, maravilhada. – Ai meu Deus, você parece até a Bela, daquele filme: Bela E A Fera.

Rachel abriu um sorriso suave, e o dedicou à mãe. Então se virou pra Guilherme.

- Vamos? – perguntou, estendendo a mão pra ele.

- Antes... – ele pegou uma caixinha, e dela tirou um buquê de pulso. Rosas amarelas. Rachel abriu um sorriso, e as pegou.

- Obrigado – ele lhe estendeu o braço, e ela enlaçou-se no dele. – Mãe, você vai ainda hoje à noite?

- Sim, filha, eu tenho que ir no psicólogo de Natal, é amanhã cedo, achei melhor ir logo agora de noite, pra amanhecer em lá já. – Eloysa respirou fundo. – Mas não se preocupe comigo. Se divirtam, vocês dois.

Rachel sorriu, assentindo. Guilherme não dormiria novamente com ela, sua mãe podia ser liberal, mas tinha juízo, e não confiava nos dois juntos sozinhos. Por isso, quando o baile terminasse, Guilherme apenas tomaria um banho, e iria pegar um ônibus pra voltar pra casa.

- Tchau, mãe.

- Tchau, princesa.

----------------x------------------

- E então, há quanto tempo vocês se conhecem? – perguntava Judite, a mãe de Alice. Claude respirou fundo, certo de que já havia respondido aquela pergunta.

- Já faz um tempo – ele falou, se recostando no sofá. – Nos conhecemos na escola, a filha de vocês é... Incrível.

- Own, mas que lindo... – fez a mulher, com uma cara aprovativa. – Você é um cavalheiro. O tipo de cara perfeito para a Alice. Não acha, Antônio?

- O que eu acho? – perguntou o pai de Alice. – Por mim, minha princesinha jamais namoraria. Mas prefiro que seja você, do que esse nosso vizinho pedófilo.

Claude deu um sorriso amarelo.

- Oh, ela está vindo – falou Judite, se levantando do sofá, e andando em direção as escadas.

Claude se levantou também, e contemplou a garota loira vir em sua direção.

Alice era, de fato, uma jovem encantadora. Os cabelos loiros estavam presos num Chanel falso, com algumas mechas caindo sobre o rosto branco. O vestido azul ia até os pés, era perfeito. Alice estava linda. Parecia... Um anjo.

- Wow – foi tudo que Claude disse.

- Vou interpretar isso como um elogio, amor – falou Alice, frisando a palavra ‘amor’.

- Bem... – a mãe de Alice ainda desconfiava um pouco. – Vocês não vão se beijar?

Alice e Claude trocaram um olhar aterrorizado discreto, Claude sacudiu a cabeça negativamente pra loira, mas ela respirou fundo.

- É claro – disse ela, vermelha.

Claude olhou-a chocado, e a observou se aproximar dele. Um tempo atrás, ele jamais sentiria isso, mas se imaginar beijando outra pessoa que não fosse a morena de olhos castanhos lhe dava uma espécie de terror.

Ele se aproximou também, implorando pra que fosse algo rápido, e então...

- Chega, chega – disse Antônio. – Não quero ver minha princesinha beijando ninguém. Parem com isso.

Ambos soltaram suspiros aliviados, se afastando, e ficando de frente um pro outro.

- Está bonita, Alice – admitiu Claude, dando-lhe um sorriso sincero.

Alice sorriu, satisfeita consigo mesma.

- E o buquê?

- Ah, sim – Claude riu, sem graça, e pegou a caixinha com um buquê de pulso. As flores eram margaridas. Alice sorriu, encantada.

- São lindas. Obrigado. – ela então se virou pros pais. – Podemos ir?

- Claro, filha – Judite sorriu, e abraçou a filha. – Você parece um anjo. – Alice deu um sorriso amarelo. – Agora vão. Se divirtam, e estejam em casa assim que acabar.

Os dois assentiram, e finalmente entraram no carro.

- Esse carro não é seu, né? – perguntou Alice, sentando no banco passageiro.

- Não – disse Claude, ligando o carro. – É do meu pai, ele me emprestou pra eu vir te buscar. Eu gosto mesmo é de motos, mas seus pais me considerariam um vagabundo se eu viesse em uma, então... Vim de carro.

- Esperto. – admitiu Alice. – Agora vamos logo. Quero logo que isso acabe.

Claude respirou fundo, e disse:

- Eu também.

----------------x--------------------

A cena parecia uma daquelas de filme.

O salão da escola todo movimentado, cheio de pessoas dançando, gritando, se abraçando, se beijando, etc. Todo enfeitado de vermelho. Haviam professores ao lado do ponche, pra que ninguém o ‘batizasse’.

E ficava cada vez mais e mais cheio.

Tocava naquele momento uma música de Lady Gaga, Paparazzi.

- Você viu a Alice? – perguntou Rachel quase gritando pra Guilherme, por causa do barulho.

- Não – ele olhou pros lados. – Mas ela já deve estar chegando.

Rachel assentiu, passando a mão pelos cabelos, sem se preocupar em bagunça-los. Seus olhos castanhos procuraram por algum sinal da amiga, quando olhou pra porta, ela paralisou.

Novamente se sentiu enfeitiçada. Presa de alguma forma, sem sair do lugar. Claude e Alice haviam acabado de chegar. A amiga estava linda, mas... Claude. Ah, Claude. Estava tão perfeito.

Usava um smoking preto, elegante, o deixando com ar de menino bondoso e sexy ao mesmo tempo. Os cabelos estavam meio que de lado, e puxados pra trás. Ele estava o sonho de consumo de qualquer garota.

E então o olhar de ambos se encontraram.

A boca de Claude ficou meio aberta, assim que olhou Rachel de cima pra baixo. Como uma garota conseguia ser tão bonita, pelo amor de Deus?!

- Você é tão óbvio – riu Alice, da cara que ele fez. Claude corou. Ela puxou-o pelo braço na direção de Rachel e Guilherme. – Vamos lá.

Finalmente, os dois ‘casais’ se encontraram.

- Oi – disse Rachel, forçando-se a abrir um sorriso.

- Você tá linda, amiga – disse Alice, mandando-lhe um olhar aprovativo. – Guilherme com certeza é um garoto de sorte.

Rachel ficou vermelha de vergonha, e Claude vermelho de raiva.

Alice olhou de Claude pra Rachel, e perguntou:

- Não vai dizer nada à Rachel, amor?

Claude pestanejou, e encarou a morena. Rachel estava vermelha, e aquilo a deixava mais encantadora ainda. Estava tão perfeita, Jesus.

- Não sei o que dizer – foi tudo que ele falou. – Magnífica, exuberante, maravilhosa... Você está tudo isso, Rach.

Rachel ficou mais vermelha do que já estava.

- Obrigada, Claude – e piscou os olhos. – Você também está elegante de terno. O que aconteceu com aquele bad-boy?

Claude riu, girando os olhos, em seguida.

- Argh – fez Alice, entediada. – Por que vocês não arranjam um quarto?

Rachel deu um tapa no ombro da amiga, que riu, e Claude apenas sorriu.

- Essa é uma boa sugestão, Alice – disse Claude, abrindo um olhar malicioso. – Devemos guardar o fogo para mais tarde, Rach. Por enquanto, tenho que fingir ser um namorado respeitoso da anjinha aqui.

Rachel riu, corada, e Alice girou os olhos, porém tentada a rir também. Guilherme se sentia no maior vácuo.

- Então... – Alice voltou-se pra Rachel. – Quando você vai cantar, Rachel?

- Bem – Rachel soltou um suspiro alto. – Apenas estou esperando Paparazzi acabar, e aí serei chamada.

- Ótimo, estou afim de dançar uma música lenta – ironizou Alice. – Vamos ter que dançar, Claude.

Claude soltou um choramingo com a boca.

- Não faça isso comigo... – as meninas riram.

- Vai.

- E AGORA – gritou o professor de inglês. – A SRTA. RACHEL WOODSEN VAI CANTAR.

Rachel engoliu em seco.

- Vamos, amor – Guilherme apertou sua mão, e Claude olhou pra baixo. – Você consegue.

Rachel respirou fundo, e olhou pros dois, Claude e Alice. Os dois pareciam o casal perfeito. A Cinderela, e seu príncipe. Aquilo a desanimou, por mais que ela soubesse que eles dois não era nada real.

- Vamos – Alice puxou Claude em direção a multidão.

Enquanto passavam por Rachel, Claude se aproveitou que ninguém estava olhando, pegou na mão da morena, e lhe entregou uma rosa vermelha. Rachel olhou chocada para a rosa na sua mão, e então ouviu a voz suave de Claude no seu ouvido, sussurrando:

- Boa sorte, ma belle.

E foi pra multidão junto de Alice, se posicionando pra dançar.

Rachel ergueu o a rosa em sua mão, com um sorriso tocado no rosto.

Não estavam nos EUA, mas Rachel era muito doida.

Rosas vermelhas, no bom inglês, significavam “amor eterno”.

Rachel observou Claude de longe, um sorriso de canto se formando no seu rosto.

Foi caminhando em direção ao palco, a rosa vermelha nas mãos, e com a garganta fechada. O medo a consumiu. Sua voz era horrível.

Seu olhar encontrou o de Claude. Ele segurava Alice pela cintura, visivelmente desconfortável com aquilo. Ele lhe mandou um sorriso reconfortante, e então ela já não teve mais medo de nada. O tom da música que iria cantar começou, e então logo chegou sua vez. Então ela soltou a voz:

Lá estava eu novamente esta noite forçando o riso, fingindo sorrisos

Mesmo velho lugar, cansado solitário

Paredes de insinceridade

Olhares perdidos e vazio

Sumiram quando eu vi o seu rosto

Tudo o que posso dizer é que foi encantador conhece-lo

Ela cantava olhando diretamente pra onde Claude e Alice estavam. O coração acelerado, e ao mesmo tempo bombeando de paixão.

Seus olhos sussurraram "Já nos conhecemos?"

Do outro lado da sala sua silhueta começa a fazer sentido pra mim

A conversa brincalhona começa

Contra todas as suas observações rápidas como passar bilhetinhos

E foi encantador conhecê-lo

Tudo que posso dizer é que eu estava encantada em conhecê-lo

Claude se sentia meio incomodado segurando Alice daquele jeito. Porém todo aquele incômodo havia sumido quando ele havia escutado aquelas palavras cantadas por Rachel. O olhar dele sustentava o dela. Se olhavam como se suas vidas dependessem disso.

Esta noite está vibrante,

Não a deixe ir

Estou perplexa, corando todo o caminho até em casa

Vou passar a eternidade me perguntando se você sabia

Que eu estava encantada em conhecê-lo

Aquilo era um aviso. Aquilo era um pedido. E os dois haviam entendido o recado. Rachel não estava mais com medo, e cantava com todo o amor, e com toda paixão que existia em seu si. Claude, pela primeira vez em muito tempo, sentiu as pernas bambas. Era amor. Amor puro.

A pergunta persistente me manteve acordada

02:00, quem você ama?

Pergunto-me até que eu esteja bem acordada

Agora estou para lá e para cá,

Querendo você à minha porta

Eu abriria e você diria

Hey.

Fiquei encantado em conhecê-la

Tudo o que sei é que eu estava encantado em conhecê-la

Alice olhava de Claude pra Rachel, encantada com o amor que via nos olhos dos dois. Observou seu Ian chegando pela porta, e encarando-a dançar com outro. Olhou-o firmemente, e ele lhe enviou um sorriso apaixonado. Então, ela, com a cabeça recostada no ombro de Claude, sussurrou apenas mexendo os lábios para Ian:

- Eu te amo.

E ele fez o mesmo.

- Eu te amo também.

Esta noite está vibrante,

Não deixe-a fugir

Estou perplexa, corando todo o caminho até em casa

Vou passar a eternidade me perguntando se você sabia

Esta noite está perfeita,

Não deixe-a fugir

Estou perplexa, dançando sozinha

Vou passar a eternidade me perguntando se você sabia

Que eu estava encantada em conhecê-lo

Guilherme encarava Rachel encantado. Além de ser linda, ainda tinha a voz encantadora. Queria tanto que ela o quisesse como ele a queria. Ela tinha que ser sua. Ele a amava.

Esta sou eu rezando para que essa seja a primeira página

Não onde a história termina

Meus pensamentos vão ecoar o seu nome até eu te ver de novo

Estas são as palavras que segurei ao ir embora cedo demais

Eu estava encantada em conhecê-lo

Por favor, não se apaixone por outra pessoa

Por favor, não tenha ninguém esperando por você

Por favor, não se apaixone por outra pessoa

Por favor, não tenha ninguém esperando por você

Naquele momento, Rachel finalmente entendeu.

Não sentia nada por Guilherme, nada além de um puro sentimento maternal, e uma doce amizade. Todo o amor e atração que tinham dentro dela eram de Claude. Exclusivamente dele.

Claude também parecia ter entendido. Não conseguia fazer nada além de sorrir, feito um bobo apaixonado. Alice ria de sua cara, com o rosto em seu pescoço, e ele sentia as risadas dela.

Esta noite está vibrante,

Não deixe-a fugir

Estou perplexa, corando todo o caminho até em casa

Vou passar a eternidade me perguntando se você sabia

Esta noite está perfeita,

Não deixe-a fugir

Estou perplexa, dançando sozinha

Vou passar a eternidade me perguntando se você sabia

Que eu estava encantada em conhecê-lo

- Sei que a ama – soltou Alice, olhando de um pro outro. Claude a olhou.

- Está tão na cara assim? – perguntou envergonhado.

- Sim – riu ela. – Apenas Rachel que não quer acreditar. Acho que você vai ter que dizer.

Claude riu, baixinho.

- Não daríamos certo...

- Não importa – disse Alice, calmamente. – Vocês se amam. Tem um amor muito grande, muito bonito. Amor, Claude. É tudo que importa.

Claude sorriu, e voltou a olhar pra Rachel. A morena cantou as duas últimas frases olhando diretamente nos olhos dele.

Por favor, não se apaixone por outra pessoa

Por favor, não tenha ninguém esperando por você

Os dois ficaram em choque, enquanto a música acabava. As palavras “Por favor, não se apaixone por outra pessoa...” tornaram a aparecer na cabeça de ambos, pra eles finalmente se darem conta.

Eles se pertenciam. Eram almas gêmeas, haviam sido feitos um para o outro.

Todos aplaudiram Rachel, e ela ficou vermelha, enquanto descia do palco, sendo cumprimentada por todos.

Guilherme se aproximou dela, pra chamá-la pra dançar, mas Alice foi mais rápida.

- Rach... – a voz da loira era pidona. – Eu quero muito ir dançar com o meu Ian, por favor. Dança com o Claude por enquanto.

Claude e Rachel se entreolharam.

- Tudo bem – a morena respirou fundo, e se virou pra Guilherme. – Prometo, Gui, a próxima eu danço com você.

Guilherme os observou, com os olhos estreitos, então assentiu.

Claude estendeu-lhe a mão, de uma forma elegante, e perguntou:

- Mademoiselle?

Rachel sorriu, e segurou o braço dele, enquanto ele a conduzia em direção à multidão. A música começava a tocar. Um tom bastante conhecido.



Há uma chama incendiando o meu coração

Chegando a um estado de febre e me tirando do escuro

Finalmente, posso ver você claramente

Vá em frente e me traia e vou expor todos os seus podres

Rachel passou os braços ao redor do pescoço de Claude, enquanto ele a segurava com firmeza pela cintura. Encostaram as testas, os olhares cheios de felicidade, e malícia. Rachel ergueu a rosa vermelha que ainda segurava.

- Essa rosa é linda. – foi tudo que saiu da boca dela.

Me veja indo embora com cada parte sua

Não subestime as coisas que posso fazer

Há uma chama incendiando o meu coração

Chegando a um estado de febre e me tirando do escuro

- Tem mais de onde veio essa – ele sussurrou com os olhos pregados nos dela. – Achei que uma bela dama merecia uma bela rosa.

Rachel franziu o cenho.

- Eu não conhecia esse seu lado.

As cicatrizes do seu amor me lembram de nós dois

Me mantém pensando que quase tivemos tudo

As cicatrizes do seu amor me deixam sem ar

Não consigo deixar de sentir

Ele a segurou pela mão, e a girou, pra em seguida puxá-la pra si novamente.

- Que lado?

- Esse lado – falou ela zonza com a proximidade. – O lado romântico, carinhoso. O lado humano. Acho que gosto desse Claude.

- Gosta? – ele a girou novamente. – E quanto ao velho Claude? O que você sente por ele?

Rachel se aproximou mais dele, os lábios praticamente roçaram nos dele, e então ela sussurrou, olhando nos olhos dele:

- Eu o amo.

Que poderíamos ter tido tudo

(Você vai desejar nunca ter me conhecido)

Amando Incondicionalmente

(Lágrimas vão cair, Amando Incondicionalmente)

Você tinha meu coração nas mãos

(Você vai desejar nunca ter me conhecido)

E você brincou com ele no ritmo da batida

(Lágrimas vão cair, Amando Incondicionalmente)

Claude sentiu o coração acelerar as batidas. Uma felicidade inexplicável tomou conta de seu ser. Ele a girou, e a puxou pra si novamente. Queria gritar que a amava também, e queria beijá-la. E pela primeira vez sentiu coragem de fazer isso. Mas sentiu que ainda não era a hora.

Baby, não tenho história alguma para contar

Mas fiquei sabendo de uma sua e vou fazer sua cabeça ferver

Pense em mim nas profundezas do seu desespero

Pode fazer um lar por lá pois não vou dividir o meu

- O que foi? – perguntou ela observando a expressão pensativa dele. – Algum problema?

- O que? Não – ele riu baixinho. – Nenhum. Só pensei por um instante.

- Em que? – perguntou ela, acariciando a nuca dele.

Ele a girou novamente, e em seguida, com ela totalmente próxima, murmurou:

- Em você.

(Você vai desejar nunca ter me conhecido)

As cicatrizes do seu amor me lembram de nós dois

(Lágrimas vão cair, Amando Incondicionalmente)

Me mantém pensando que quase tivemos tudo

(Você vai desejar nunca ter me conhecido)

As cicatrizes do seu amor me deixam sem ar

(Lágrimas vão cair, Amando Incondicionalmente)

Não consigo deixar de sentir

Rachel sentiu a boca se abrir um pouco, mas sua voz não saiu. O choque lhe dominou. Ele estava pensando nela?

- Deixe disso – ela falou, vermelha. – Não tem em quê pensar. Quer dizer, as vezes você até esquecia meu nome. Duvido que tenha alguma lembrança de eu e você.

Ele apenas umedeceu os lábios, segurando-a com mais firmeza ainda, e então sussurrou:

- 14 de fevereiro de 2009.

Que poderíamos ter tido tudo

(Você vai desejar nunca ter me conhecido)

Amando Incondicionalmente

(Lágrimas vão cair, Amando Incondicionalmente)

Você tinha meu coração nas mãos

(Você vai desejar nunca ter me conhecido)

E você brincou com ele no ritmo da batida

(Lágrimas vão cair, Amando Incondicionalmente)

Rachel franziu o cenho, tentando entender o que ele estava falando.

- O quê?

- 14 de fevereiro de 2009 – ele repetiu. – Você estava conversando com a Alice, provavelmente vocês duas tinham acabado de se conhecer. Você era diferente de todas as garotas ali, parecia ser a única que não ligava pra essas histórias de meninos. Você era baixinha, mas causava diferença, e se destacava entre várias garotas que eu via. Seus cabelos eram menores, e você usava a farda velha. Quando a sua amiga Sofia apareceu, observei vocês duas, e teve uma hora que você olhou pra mim. Eu finalmente vi. Esses olhos. Esses seus lindos olhos castanhos. A primeira vez que nos vimos. Eu lhe mandei um sorriso, porque senti alguma coisa estranha, uma batida no peito quando te vi, mas não sabia dizer o que era. E tudo que você fez foi empinar o nariz, e sair dali. Mas esse dia, foi a primeira vez que nos vimos, e eu me lembro.

Os olhos de Rachel estavam marejados, e ela abria e fechava a boca, sem saber o que falar.

Nós poderíamos ter tido tudo

Amando Incondicionalmente

Você tinha meu coração nas mãos

Mas você o enganou no ritmo da batida

- Eu não sabia que você se lembrava – foi tudo que saiu da boca dela.

- Mas eu lembro – ele falou, calmamente. – Eu nunca poderei esquecer desse dia, Rach. Vai ficar pra sempre na minha mente.

Tudo que teve em resposta foi o sorriso dela.

Jogue sua alma por todas as portas abertas

Conte com suas benções para encontrar o que procura

Transforme o meu sofrimento em ouro precioso

Você vai me pagar na mesma moeda e colher o que plantou

Guilherme observava o casal, com a expressão fechada, e os braços cruzados. Tinha que fazer alguma coisa. Tinha que impedir que eles ficassem juntos.

Rachel era sua. Sua, e apenas sua.

(Você vai desejar nunca ter me conhecido)

Nós poderíamos ter tido tudo

(Lágrimas vão cair, Amando Incondicionalmente)

Nós poderíamos ter tido tudo

(Você vai desejar nunca ter me conhecido)

Tudo, tudo, tudo

(Lágrimas vão cair, Amando Incondicionalmente)

Rachel observou de longe Alice e Ian dançando, trocando beijos, escondidos de todos, logo na entrada do baile.

- Alice tem muita sorte – murmurou ela, num só suspiro. Claude olhou pra Ian, e então girou os olhos.

- E você? – perguntou ele, fazendo bico. – É uma mulher azarada, por acaso?

Rachel o olhou. Ele a girou novamente, e quando ficaram frente a frente de novo, ela o enlaçou pelo pescoço com os braços.

- Neste momento? – ela ergueu as sobrancelhas, e falou sinceramente: - Neste momento sou a garota mais sortuda do mundo.

Nós poderíamos ter tido tudo

(Você vai desejar nunca ter me conhecido)

Amando Incondicionalmente

(Lágrimas vão cair, Amando Incondicionalmente)

Você tinha meu coração nas mãos

(Você vai desejar nunca ter me conhecido)

E você brincou com ele no ritmo da batida

(Lágrimas vão cair, Amando Incondicionalmente)

E então Claude sentiu. Era a hora.

A hora de olhar nos olhos dela, e contar o que sentia. Era a hora de falar seus sentimentos. Não havia momento melhor que aquele.

- Rachel? – ele a chamou, sentindo o coração quase sair pela boca.

Ela ergueu o olhar pra ele, e perguntou:

- O que foi?

Poderíamos ter tido tudo

(Você vai desejar nunca ter me conhecido)

Amando Incondicionalmente

(Lágrimas vão cair, Amando Incondicionalmente)

Você tinha meu coração nas mãos

Era agora ou nunca. Ela o amava também. Ele não precisava ter medo de nada. Precisava apenas amá-la. Amor. Era tudo que importava.

Segurou o rosto dela, parando de dançar, e tomou coragem.

Mas você brincou com ele

Você brincou com ele

Você brincou com ele

Você brincou com ele de acordo com a batida

- Eu te a...

- Rachel! – chamou a voz de Guilherme, interrompendo o momento. Rachel soltou-se de Claude, e olhou pra Guilherme, com o cenho franzido.

- O que foi, Gui? – perguntou.

- A música acabou – ele se explicou, puxando-a pra si. – Agora podemos dançar.

Rachel deu um sorriso meio desanimado, enquanto Claude tentava pensar em alguma coisa que não fosse socar a cara daquele nojento.

- É, eu acho – falou ela, encarando o chão, infeliz. – Vamos.

- Antes – Guilherme a segurou, e a puxou pra tão perto que parecia que ia beijá-la. Claude sentiu o sangue ferver, observando os dois. Alice notou que a coisa não estava ficando boa, e resolveu ir pra lá com Ian. – Rachel, eu preciso te falar algo muito importante.

- O que? – perguntou ela, tentando se solta, mas ele era mais forte que ela.

Guilherme a puxou pra mais perto, e falou:

- Eu te amo, Rachel.

E a beijou.

Nem precisa dizer, né?

O que aconteceu a seguir foi inesperado.

Claude perdeu as estribeiras vendo a cena. Com o sangue fervendo, Claude puxou Rachel pra longe de Guilherme, e tascou um soco na cara do infeliz.

- OH! – fizeram todos, enquanto Rachel cambaleou assustada.

- NUNCA. MAIS. TOQUE. NELA! – gritou Claude, segurando Guilherme pelo colarinho. – VOCÊ ME ENTENDEU, SEU BASTARDO?!

Guilherme o empurrou, limpando o sangue do nariz.

- Não se preocupe, Claude – e riu. – Eu não irei fazer nada que ela não queira.

- VOCÊ NUNCA MAIS VAI TOCÁ-LA – berrava Claude, louco da vida, sendo segurado por Ian, e outro garoto aí. – OUVIU? ELA NÃO TE AMA, NÃO IMPORTA O QUANTO VOCÊ TENTE FAZÊ-LA TE AMAR, ELA NÃO TE AMA! NUNCA VAI AMAR! SABE POR QUÊ?! PORQUE ELA ME AMA! E ELA NÃO QUER NADA COM VOCÊ, SEU IMBECIL!

Guilherme então olhou pra Rachel, que ainda encarava a cena assustada, e riu. E resolveu provocar a fera com uma vareta:

- Se ela não quer nada comigo – a voz dele estava carregada de veneno. – Então por quê ela quase passou pra fase três comigo ontem antes de você aparecer?

Aconteceu tudo muito de repente.

Numa hora, Claude estava sendo segurado pelos dois caras, e na outra já havia partido pra cima de Guilherme, socando-o em todos os cantos possíveis.

- CLAUDE! –gritou Rachel, desesperada. – CLAUDE, PÁRA COM ISSO! VOCÊ VAI MATAR ELE, PÁRA!

Finalmente, conseguiram segurá-lo, mas a essa hora Guilherme já estava inconsciente no chão, com o nariz quebrado.

- Sr. Leão – disse o diretor aparecendo. – Sinto muito, mas vou ter que pedir que se retir...

- Nem precisa – a voz de Claude era possessa de raiva. – Eu mesmo já vou dar o fora daqui.

E foi andando em direção á saída, sob o olhar de todos.

Rachel olhou de Claude pra um Guilherme desacordado. O amigo precisava dela, então ela se abaixou, mas Alice apareceu.

- Vai atrás do Claude – disse a loira. – Ele só ouvirá você agora. Eu cuido do Guilherme.

Rachel assentiu, e então foi correndo atrás de Claude.

Tirou os sapatos no caminho, e correu com mais velocidade, até que o encontrou indo em direção à porta extra que tinha, num corredor escuro.

- CLAUDE! – gritou ela, correndo até ele. – CLAUDE, ESPERA!

Ele não lhe deu ouvidos, até que ela o puxou pelo braço.

- Claude, por favor, me escuta...

- NÃO! – gritou Claude. – EU NÃO ACREDITO QUE VOCÊ FOI CAPAZ DE FAZER ISSO! NÃO ACREDITO QUE QUASE SE ENTREGOU A ELE! NÃO ACREDITO QUE VOCÊ FEZ ISSO COMIGO, RACHEL!

- Claude...

- EU SABIA! ELE ESTAVA FALANDO A VERDADE! – gritou Claude, chutando a parede com força. – VOLTA LÁ PRO SEU GUIZINHO, RACHEL WOODSEN, E ME DEIXE EM PAZ!

- NÃO VOU! – gritou ela, de volta. – EU QUERO FICAR AQUI COM VOCÊ, DROGA! E POR QUÊ VOCÊ SE IMPORTA TANTO SE EU BEIJEI O GUILHERME?! EU E VOCÊ NÃO SOMOS NADA, VOCÊ NÃO PODE ME COBRAR NADA! PÁRE DE PARECER UM NAMORADO CIUMENTO!

- TALVEZ EU ESTEJA COM CIÚMES, JÁ PENSOU NISSO?!

- Não, não está... – ela soltou uma risada amarga, enquanto falava. – Não se sente ciúmes, de quem não se ama.

Tudo aconteceu muito rápido.

Em um minuto, os dois se encaravam com ódio, e no outro Claude tinha jogado Rachel com muita força contra a parede, e agora a prensava contra si, enquanto gritava:

- NUNCA MAIS DIGA ISSO!

Rachel estava ofegante, observando Claude mais furioso do que nunca. Ela sacudiu a cabeça.

- O que, Claude?

Ele foi soltando a respiração aos poucos, e então, com o rosto próximo do dela, finalmente disse:

- Que eu não te amo.

Nenhum dos dois nunca soube dizer como aconteceu.

Numa hora, os dois ficaram lá, se encarando com vários tipos de sentimentos no olhar, e na outra, já estavam agarrados num beijo de tirar o fôlego.

Claude prensou Rachel com mais força ainda contra a parede, com apenas uma mão, enquanto a outra mão agarrava o cabelo dela sem piedade, beijando-a com força. Rachel segurava Claude pelo colarinho, correspondendo o beijo com a mesma fúria, e a mesma raiva.

Todos os três anos, de raiva, ciúmes, medo, insegurança, dor, sofrimento, paixão, desejo, atração, e amor estavam sendo descontados naquele beijo. Num único beijo.

Os lábios de Claude eram quentes, e febris, pensava Rachel, enquanto Claude sentia um gosto de morango enquanto beijava aqueles lábios tão bem desenhados. Rachel então viu. Pela primeira vez, beijando, ela sentiu um frio na barriga enorme, e viu. Viu os fogos de artifício.

A rosa que Rachel segurava agora estava caída no chão, pois ela estava distraída em outras coisas pra continuar segurando a rosa...

Com as unhas, Rachel tirou o paletó dele, jogando-o no chão, deixando-o apenas com a camisa branca. Se beijavam com vontade, e com volúpia, sem pena se estavam machucando um ao outro. Os cabelos de Rachel estavam todos na mão de Claude. Os corpos estavam colados, eles podiam até sentir um ao outro, mas tudo para o que ligavam era para aquele beijo.

Então Claude finalmente se tocou. Ele estava beijando-a. O momento que ele havia ensaiado várias vezes, não havia sido nada parecido com aquele. Quando ele havia imaginado um momento de doçura, carinho, e felicidade, o real beijo acontecera num momento de ira, ódio, fúria, e ciúmes. Só um beijo, e era o melhor da vida de ambos.

Procurando se acalmar, Claude transformou o beijo faminto e desesperado em algo doce e terno, ao mesmo tempo que Rachel ia amolecendo em seus braços. Por segurança, tirou a mão que estava na coxa dela, e a levou pra cintura, com o maior pesar, e a outra mão, tirou-a do cabelo da menina, soltando-o, e segurando-a pela nuca.

Ah, o beijo. Ele queria que fosse eterno. Mas não era, e a falta de fôlego também não.

Aos poucos os dois foram se separando, com os lábios ainda roçando, e as expressões chocadas. Rachel sentiu o corpo se arrepiar por inteiro, e as pernas começaram a ficar bambas. Ela ainda sentia os lábios quentes, e meio doloridos. Os lábios estavam inchados, e aos poucos ela foi se boquiabrindo.

Claude tentava falar, mas lhe faltava fôlego. Então respirou fundo, e tudo que saiu de sua boca, foi:

- Uau.

- Meu Deus... – murmurou Rachel, contemplando o lábio mordido de Claude. A expressão dele foi se tornando de chocada, pra divertida, e de divertida pra radiante. – Jesus...

- Rachel... – chamou ele, mas tudo que ela fez foi se esquivar, sacudir a cabeça negativamente, e saiu correndo em disparada, sem rumo, erguendo as pontas do vestido, assim como a cinderela, porém ela levava os sapatinhos.

Claude se recostou na parede, ainda em estado de choque, e colocou a mão sobre os lábios. Ele tinha beijado-a. Rachel. Ele. Beijo. Muito desejo. Línguas.

- Cara... – foi tudo que conseguiu dizer.

Então olhou pro chão, e pegou a flor que havia caído. Respirou fundo, e apertou a flor contra si, com um enorme sorriso idiota formado no rosto.



CONTINUA...





avatar
Lys

Mensagens : 3484
Pontos : 9141
Data de inscrição : 13/07/2011
Idade : 24
Localização : In Wonderland

https://www.youtube.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por Lys em Qui Fev 23, 2012 11:37 pm

UFFA, TAÍ! Gente, quem quiser me abraçar, abraça quem quiser me matar, me mata, kkkk'
a letra saiu horrível, então se vcs preferirem colar no word pra ler, vai ser melhor, eu acho.
Bejo, gente, boa noite
avatar
Lys

Mensagens : 3484
Pontos : 9141
Data de inscrição : 13/07/2011
Idade : 24
Localização : In Wonderland

https://www.youtube.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por Jaque em Sex Fev 24, 2012 12:40 am

Lys o que foi esse capitulo menina? affraid
Tava tentando me matar infartada é?
Eu quis te matar umas duas vezes só../é3
Como o pai da Alice vem falar q o Ian é um pedófilo?
Ele que não consegue segurar a filha quieta em casa oxi (si bem que com um vizinho desses, eu não a culpo kk')
Lys que musicas mais perfeitas.
E quando eu vi "Por favor, não se apaixone por outro" eu lembrei de vc falando para gravarmos que seria importante kk'
Eu quase pulei as letras, mas eram tão fofas que eu não consegui kkk'
E depois, cara como o Claude é tonto, mesmo em um momento perfeito desses ele ainda arrego na hora de dizer que amava ela? Como ele pode ser tão odiavel? Ai teve o momento perfeito, e eu pensei "É AGORA, O BUNDÃO DO CLAUDE VAI SE DECLARAR TAMBEM cheers #MomentoPireiTotal vi ate fogos nessa hora.. Mas ai vem o FILHO DA PUT* DO GUILHERME E ESTRAGA TUDO. Meu ele tem noção de como eu esperei esse momento? Não não tem, e ai ele vem e da um banho desses no meu castelo de areia? Nossa se eu pudesse entrava na fic só pra dar um tiro na testa dele. Mas vo dexar passar por que ele é gatinho kk'
Mas toda a minha raiva do Guilherme foi transferida para as mãos de Claude e ele deixo o garoto inconciente e com o naris quebrado Muito animado
Amei mais o Claude nessa parte do que em todo resto da fic fato
kk'
E meu Deus a Rach correndo atras, e a "briguinha" deles, e todo aquele show no corredor, e ai ele jogando ela na parede e dizendo "Nunca mais diga que eu não te amo" e ai teve O BEIJO, e eu não sabia se gritava,se chorava se sentia inveja, felicidade,se aplaudia, se abraçava você, mas pena que o horario não me permitia nada disso kk'
Menina que beijo foi esse? Shocked
Ate eu perdi o folego aqui, sem brincadeira.
E depois ela sair correndo e ele ficar com cara de besta *que é o normal dele mesmo kk'* no corredor. Eu viajei em cada partizinha desse capitulo.
Valeu tanto a pena esperar ate agora pra ler, que nossa foi de arrepiar.
Lys se eu pudesse agora te dava um abraço pra te esmagar kk' ideia
FOI MUITOOOOOOOOOO PERFEITO.
Quando tem o proximo??
Pelo amor de Deus, não demora muito pra postar por favor ownn


Ps:Eu tava tão ansiosa pra ler que li aqui mesmo kk'


_________________
Spoiler:
avatar
Jaque

Mensagens : 2025
Pontos : 5498
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 23
Localização : Em algum lugar no mundo =P

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por BethMonteith em Sex Fev 24, 2012 8:26 am

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!
OMG, OMG, OMG, OMG, OMG, OMG!
QUE CAPÍTULO FOI ESSE, G-ZUIS?! O.O
Tah, primeiro a primeira parte
amei como vc descreveu a Rachel, eu queria o vestido dela #comofaz?
Ownts, tão fofooo, o Gui foi tão cavalheiro (mas só nessa parte msm...)
Tadinho do Claude com os pais da Alice, kkkk'
A Judite acabou com ele O.O
E QUE HISTÓRIA É ESSA DE CHAMAR NOSSO IAN DE PEDÓFILO?!
Ahhh, Lys, eu vou matar o pai dela...
Quase morri de medo que a Alice e o Claude se beijassem,
eu queria estar nesse baile, foi tão perfeito *---*
O Claude todo bobo com a Rach, foi fofo, mlr >.<
Claude fala francês, e ainda dá uma rosa vermelha pra ela?! EU QUERO ELE!!!
Bem q vc falou q a gente ia amar, e odiar ele, kkkkk'
Enchanted, da Taylor Swift, ficou perfeito pra esse momento
Me lembrei tb do "Por favor, não se apaixone por outra pessoa..."
Aí dps tem o Claude e a Rachel divando em "Rolling In The Deep"
Chorei quando ele lembrou à ela o dia em que eles tinham se conhecido
ele foi tão lindo nesse cap, my sweet Jesus.
Quase surtei quando vi que ele ia dizer que a amava, eu tava quase pirando aqui, aí o Gui chega, e atrapalha o momento ¬¬
Eu fiquei put* da vida com ele, aí, sério.
Aí dps o Gui agarra ela, e eu pensei "cadê o barraco?"
Aí o Claude soca ele, nossa, nunca gostei tanto do Claude quanto eu gostei agora, seriously
O Gui contou q ele e a Rach quase passaram pra fazer três, e acabou tendo o nariz quebrado, BEM FEITO!
E aí teve meu momento favorito, no qual eu morrii virtuualmente, e reli cinco vezes pra ter certeza de que não era um sonho: O BEIJO.
God, que beijo foi esse?!
Sério, lendo eu pensei q ia rolar putaria (eu só penso nisso, tb, kkk')
o jeito que vc descreveu, nossa, eu imaginei a cena, e li com os olhos desse tamanho: O.O
Não entendi pq depois ela saiu correndo, mas vc vai ter que postar logo o próximo cap! Por favor, poste, Lyyyyyys
eu preciso mto mto ler.
Beijo, vou te abraçar pq esse foi o cap mais perfeito que eu já li até agora.
E não demore.
avatar
BethMonteith

Mensagens : 57
Pontos : 2676
Data de inscrição : 02/01/2012
Idade : 24
Localização : A Place In This World

http://www.fanfiction.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por Lys em Dom Fev 26, 2012 9:04 pm

meninas! então... eu ia postar agora no fim de semana, mas a minha internet é uma merd* fiquei lotada de coisas pra fazer.
Q bom saber q vcs gostaram tanto assim desse cap.
Sim, o Guilherme mereceu mesmo.
Ahh, vou soltar spoilers pra vcs, já q provavelmente demorarei um pouco à postar.

- Adivinhem quem está voltando? Sim, a 'adorada' Vanessa Agron de vcs.
volta em alguns caps, e isso não vai dar em coisa nada boa, só o q posso dizer.

- Claude e Rachel finalmente admitirão seus sentimentos um pelo outro, mas quando os dois tem tudo pra dar certo, um problema de família relacionado aos seus pais acaba atrapalhando o romance.

- Carlie e Jake aparecerão mais, e provavelmente ajudarão o casal Clauchel.

- Guilherme vai achar outro 'affair'.

- John (o irmão da Rachel) voltará tb em alguns capítulos, oq vai causar uma grande reviravolta na história.

- O clima entre Claude e Rachel esquenta Twisted Evil

Pronto, chega de spoilers, pararei por aqui mesmo, kkk'
avatar
Lys

Mensagens : 3484
Pontos : 9141
Data de inscrição : 13/07/2011
Idade : 24
Localização : In Wonderland

https://www.youtube.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por BethMonteith em Seg Fev 27, 2012 8:25 am

Comentando os spoilers:

1º - Lys, eu vou te matar! Como é que você traz de volta aquela kenga mal comida da Vanessa? Sim, nós a 'adoramos'. Quero muito mostrar que a adoro, com meu facão ¬¬

2º - Eu sabia! Tava perfeito demais pra ser verdade! Poow, tomara que não seja nada sério, ele NÃO PODEM ser irmãos, pelamor.

3º - Carlie e Jake aparecendo mais e ainda ajudando meu casal favorito? ME GUSTA! ideia

4º - Nossa, o nino é rápido, né? Shocked . Mas ainda bem q ele vai desencanar da Rach.

5º - Pow, fiquei com medo agora. O que será que ele vai fazer? #medo

6º - "O clima entre Claude e Rachel esquenta", "O clima entre Claude e Rachel esquenta". AMEI! EU QUEROOO \o/, Lyyyyyyyyyyys, escreve logo, por favor, quero ver cenas hots deles Twisted Evil

Como assim chega de spoilers? Crying or Very sad
trate de postar rapidinho, flor
xero no olho.
avatar
BethMonteith

Mensagens : 57
Pontos : 2676
Data de inscrição : 02/01/2012
Idade : 24
Localização : A Place In This World

http://www.fanfiction.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por Lys em Seg Mar 05, 2012 2:42 pm

Capítulo trinta e sete: I Already Burn


Ela correu, correu, e correu. Correu sem ligar pro pessoal da rua, e dos carros gritando pra que ela parasse, e que olhasse por onde andava. O coração batia aceleradamente contra o peito, e não era por causa da corrida.

Os pés doíam, o corpo estava cansado, a respiração ofegante... Ela poderia ser considerada uma maluca pelo jeito que estava correndo.

Finalmente, avistou sua casa vermelha de dois andares. Agradeceu a Deus, pela primeira vez, que John não estivesse em casa, e que sua mãe estivesse viajando. Abriu o portão, e só então se tocou que ele estava aberto. Tinha mais alguém em casa.

Com o coração na língua, ela subiu as escadas, procurando encontrar alguém. Talvez fosse apenas paranoia dela.

Assim que entrou no seu quarto, Rachel paralisou e soltou uma ofegada alta, e então Alice se levantou da cama.

- Rachel! - exclamou Alice. - Hey, tá tudo bem?

- O que você está fazendo aqui? - perguntou Rachel, colocando a mão sob o coração.

Alice retesou um pouco, e recuou. Rachel encarou a amiga, e notou os olhos inchados dela. O que estava acontecendo?

- Alice?

- Meus pais - disse a loira, se sentando novamente na cama de Rachel. - Depois que você saiu correndo atrás do Claude - Rachel ficou vermelha, e encarou o chão, com as lembranças do beijo na cabeça. - Nós ajudamos o Guilherme, e só então eu vi meus pais. Eles tinham visto tudo de longe, a cena que o Claude fez quando o Guilherme te beijou, e eu e o Ian. Foi tudo em vão. Agora eles sabem. Então eu saí correndo, e pensei em vir pra cá, já que você seria a única que me entenderia, mas cheguei quando sua mãe estava indo embora. Ela disse pra eu entrar, e te esperar. Você demorou demais, e eu achei que não vinha mais. E então você chegou.

- Eu sinto muito, Alice - suspirou Rachel, sentando-se com a amiga, finalmente relaxando o corpo. - O que seus pais disseram?

- Eu não sei - murmurou a loira, com lágrimas nos olhos. - Eu fiquei com tanto medo. Medo do que eles podiam fazer, do que eles podiam pensar. Saí correndo. E agora estou com medo de ir pra casa, porque sei que eles estarão lá.

Rachel deu um sorriso de lado, e apertou a mão da amiga.

- Pode ficar aqui, se quiser... - murmurou, causando um sorriso em Alice. - Você dorme aqui, fica comigo aqui até domingo, e segunda vamos pra aula juntas. É tempo suficiente pra você decidir o que fazer.

Alice assentiu, limpando as lágrimas, e riu baixinho. Rachel ficou observando a amiga, pensando em como aquilo era irônico. Há dois anos e nove meses atrás, as duas nem se falavam direito. Rachel se sentia orgulhosa de como havia deixado toda aquela frieza de lado, e havia se tornado aquela pessoa que era agora. Mas no fundo, ela ainda pensava se ter mudado havia sido uma coisa boa.

- Mas... - disse Alice, fitando a amiga de cima pra baixo, com um olhar espantado e indignado no rosto. - O que aconteceu com você?!

Rachel sentiu a cor da pele sumir, e seu coração falhar uma batida, pra em seguida se acelerar novamente. O corpo voltou a retesar, e as lembranças voltaram pra sua cabeça. Revivendo tudo e tudo de novo.

- C-Comigo? - perguntou Rachel, engolindo em seco.

- É - riu a loira. - Sério, parece até que você foi atacada. E isso na sua boca é um corte?

Rachel colocou a mão sob os lábios, pra só em seguida sentir em como os lábios estavam doloridos. Ai, Jesus!

- O que foi isso? - Alice agora ria escandalosamente. - Pô, teu cabelo, tava tão lindo, agora ele tá todo assanhado. E você ainda está ofegante, o que foi?

Rachel fitou o chão como se sua vida dependesse disso.

Novamente, sentiu a voz falta em sua boca.

"- Nunca mais diga isso...

- O que, Claude?

- Que eu não te amo.


O que ele havia querido dizer com aquilo?

- Rachel? - chamou Alice, acordando-a de seus devaneios. - Vai me dizer o que aconteceu, ou não.

Rachel mordeu o lábio. Confiava em Alice, mais do que confiava em qualquer outra pessoa. Ela podia considerar Alice uma melhor amiga, chegava a ser quase uma irmã. A única que a entendia, a única em que ela confiava.

Isso era algo que podia ser destacado na relação delas duas. Rachel não tinha fé em si mesma, não confiava em si mesma. Mas Alice confiava nela.

- Claude. - foi tudo que saiu da sua boca, pra em seguida pigarrear.

Alice ergueu a sobrancelha, esperando outra resposta, mas tudo que ganhou foi um olhar significativo de Rachel.

Levou dois segundos pra Alice entender o que havia acontecido, e quando entendeu, ela arregalou os olhos, e escancarou a boca. Tapou a boca imediatamente, e soltou um gritinho abafado, que fez Rachel corar e encarar o chão.

- EU NÃO ACREDITO! - gritou a loira, se levantando, e dando pulinhos. - VOCÊS SE BEIJARAM! HAHAHA, FINALMENTE!

- Que animador - choramingou Rachel, escondendo o rosto com as mãos.

- O que aconteceu depois? - a loira parecia ter esquecido de todos os problemas, e agora encarava a amiga animadamente.

- Eu saí correndo - disse Rachel, ficando vermelha em seguida.

- Mas... Por quê, Rach?

- Sei lá - a morena coçou a nuca. - É que foi tão... Não tem palavras que eu possa descrever. Foi o maior beijo que eu já dei em alguém em toda minha vida. E foi tão de repente, numa hora a gente tava se encarando, e na outra a gente já tinha...

-... Se agarrado - completou Alice, com um olhar malicioso, e os braços cruzados.

- Alice!

- O que é, só falei a verdade - a loira riu, jogando os cabelos pra trás. - Mas, Rach, agora que vocês se beijaram, não vão mais poder fingir que nada nunca aconteceu. Vocês precisavam conversar, por que você saiu correndo?

- Acho que fiquei com medo - murmurou a morena, desconsolada. - Medo porque isso jamais deveria ter acontecido. Alice, eu não posso me envolver com ele. Não agora. É tarde demais. Só faltam dois meses pra eu me mudar, e nunca mais voltar pra essa cidadezinha.

- E daí? - perguntou Alice. - Rachel, nina, você precisa se arriscar! Não tenha medo de se machucar, porque no fim, todo mundo se machuca, Rachel, é uma das regras fundamentais do tempo. Eu sei que você já se machucou demais, mas... Você ama ele. E eu sei que ele te ama também. Luta por ele, Rach, não desiste.

Rachel fechou os olhos, e em seguida abriu-os, olhando novamente pros olhos verdes de Alice. Nunca vira a loira ser tão sincera com alguém como com ela agora. Por que não?

Deu um sorriso de lado.

- Acho que posso tentar.

Alice sorriu, e agarrou a amiga num abraço fortíssimo. Rachel ficou surpresa. Era a primeira vez que Alice tomava iniciativa num abraço das duas, e era a primeira vez que não desviava. Rachel gostava dessa Alice.

Finalmente, abraçou a amiga de volta, e deitou o rosto no ombro dela, aspirando seu perfume de verbena. (N/A: Só eu que pensei em TVD agora? kkk')

- Obrigada, A.

- De nada, R.
----------------------x--------------------------
Finalmente, havia chegado em casa. O corpo estava cansado, por mais que aquela pequena viajenzinha de Macau pra volta de casa tivesse ajudado-lhe um pouco à refletir. Colocou o carro na garagem, e entrou em casa. Nem se surpreendeu ao encontrar Carlie e Jake conversando no sofá.

- Oi - falou pra eles, desanimado.

- Mano - disse Carlie, se levantando do sofá. - Como foi a festa? Se divertiu?

- Não tô com paciência pra contar história, Carlie - rosnou Claude, se jogando no sofá, e respirando fundo, ainda confuso. - Eu preciso pensar.

- Talvez possamos ajudar - disse Jake, observando o amigo. - Que tal nos contar o que aconteceu?

Claude então tomou coragem, abriu a boca, e começou a contar...

5 minutos depois...

- VOCÊS SE BEIJARAM!

O grito de Carlie ecoou pela casa, acordando todos, mas felizmente não havia nada que acordasse Caio e Elisa. Estavam seguros.

- É - disse Claude, fitando o chão.

- Então por que essa cara de quem comeu feno, manolo? - perguntou Jake, preocupado com o primo.

- Sei lá, foi incrível, mas eu não entendi porque ela saiu correndo! - em seguida, o rapaz alto chutou o tapete. - Mulheres!

- O que você esperava que ela fizesse? - chamou Carlie, incrédula com o irmão. - Hello-ou, Claude! É óbvio que a Rachel deve estar tão confusa quanto você. Do tipo, ela pensava que você tinha algo contra ela, e de repente você a beija? Como queria que ela reagisse? Se fosse eu, faria a mesma coisa.

- Ainda não entendo - choramingou Claude.

- Porque você é burro - disse Carlie de cara fechada. - Mas ainda bem que aconteceu. Eu já estava tentada à ir bater lá no WHMS só pra fazer vocês dois se tocarem que se amam, e que são almas gêmeas.

- Você é estranha - disse Claude olhando pra irmã como se ela fosse um ET.

- Mas isso não é o que importa agora - Jake se pronunciou, antes que os dois começassem uma briga. - Como você se sente, Claude?

Claude coçou a nuca, um costume que havia adquirido de Rachel.

Pensou novamente no beijo. Aquele havia sido o melhor beijo de sua vida, e olhe que ele já dera muitos.

Lembrava-se do corpo dela pressionado ao seu, dos lábios se tocando, se amassando, das mãos dela passando por seu pescoço, segurando-o pela gola. A pele dela era tão macia, os lábios eram deliciosos, tinham gosto de morango. E ele daria tudo pra repetir aquela cena nem que fosse uma última vez.

- Foi ótimo - disse ele com um sorriso bobo na cara, lembrando um sonhador.

- Own, que fofo, nosso Claude está apaixonado, Jake - disse Carlie, com os olhos brilhando. Claude mostrou a ela seu dedo do meio. - Tá, estragou a fofura. Mas... O que pretende fazer quando encontrá-la novamente?

Claude encarou o teto, e disse:

- Ainda não pensei nisso.

- Ai, agradeça que eu herdei a inteligência da família - murmurou Carlie, tapando o rosto, fazendo Jake rir. - Mano, sabe o que tem que fazer? Convidá-la para um encontro.

- Encontro? - repetiu Claude, franzindo o cenho. - Desculpa, mana, mas não acho que a Rachel seja do tipo que gosta de ir à rastaurantes chiques, e comer frango. Falando nisso, ela é vegetariana.

- Argh - gemeu Carlie, girando os olhos. - Você é burrinho, né? To falando do tipo, pra convidá-la pra ir ao cinema, por exemplo. Eu soube que segunda feira de noite vai ter o filme 'Amizade Colorida' no cinema de Macau. Eu soube que a Rachel adora esse filme.

- Hum - Claude deu um sorriso maroto. - Até que sua idéia não é tão ruim, mana.

- E quando vocês estiverem sentados, assistindo - Jake tornou a se meter na conversa. - Você finge que está bocejando, levanta os braços, e deixa cair 'sem querer' ao redor do ombro dela.

- Eu não vou fazer isso - disse Claude, vermelho, enquanto Carlie ria.

- Isso é com você.

- Cala a boca.
---------xx-------------------
De noite, novamente, ambos foram se deitar em suas camas. Claude dormindo sozinho, e Rachel com Alice ao seu lado. Era tarde da noite, e ambos ainda estavam acordados.

Rachel ficava relembrando o beijo, com a mão nos lábios, pensando o tempo todo no que acontecera.

Nenhum dos dois nunca sentiram aquilo antes. Era amor puro, e incondicional.

Simplesmente amor.

CONTINUA...
avatar
Lys

Mensagens : 3484
Pontos : 9141
Data de inscrição : 13/07/2011
Idade : 24
Localização : In Wonderland

https://www.youtube.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por BethMonteith em Seg Mar 05, 2012 4:58 pm

kkkkkkkkkkkkkkk', ri pacas com esse cap
Nossa, tadinha da Alice, tomara que os pais dela não briguem com ela
Amo a amizade Alichel, as duas protagonizam as cenas mais fofas e phodas do mundo *--*
Minha Carlie voltou Muito animado
Ai, amo o Jake ideia
kkkkkkk', ri mto imaginando a Rach com o Claude no cinema
Cadê o Guilherme? Será que ele e a Rach vão ficar de mal?
Amei os dois pensando e falando sobre o beijo, muito... Clauchel, kkk'
Lys, quero mais, posta logo!
Beijo Wink
avatar
BethMonteith

Mensagens : 57
Pontos : 2676
Data de inscrição : 02/01/2012
Idade : 24
Localização : A Place In This World

http://www.fanfiction.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por JuhSalvatore em Ter Mar 06, 2012 7:04 pm

a atrasada chegouuuu!
finalmente a net resolveu cooperar comigo!
então... tudo perfeito, meudeus!

deixa eu ver por onde começo...

a briga. meudeusdocéu, nossasenhoradabicicletinha, o que foi essa briga?
sabe que eu comecei a gostar do claude por causa dela? kk'
amei demais, apesare de ficar com peninha do Gui... mas sei lá, ele mereceu
tipo, quando uma garota diz não, o melhor a se fazer é parar de insistir.

a declaração do Gui.
só tenho uma coisa a dizer pro claude: a melhor hora pra dizer para alguém que o ama é antes que qualquer outra pessoa o faça.
ele foi lerdinho, o Gui fez primeiro. kk'

o beijo.
meudeusdocéu, provavelmente minha parte preferida de toda a fic. foi tão... inesperado, empolgante... nossa, merece o oscar.

pobre da Alice... sei lá, os pais dela podiam deixar ela namorar...
eu fico com peninha quando isso acontece.
ela ama MESMO ele, o mínimo que os pais dela deviam fazer era aprovar
e que tipo de pais vão ao baile pra ficar vigiando a filha? nossa, falta de respeito e de confiança... eu ficaria mto furiosa.

e esses dois, se amam cada dia mais...
ta, sou clauchel, já me decidi. kk'
esses lindos, se merecem.

gêmola, tudo perfeito, simples assim.
amucê demais meeeeesmo.
bjoos, sua talentosa.
avatar
JuhSalvatore

Mensagens : 2809
Pontos : 7453
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 23
Localização : Aqui com os Winchester

http://twitter.com/HunterOfTheSPN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por Lys em Seg Mar 19, 2012 7:08 am

SORRY A DEMORA!
Gente, outro cap perdido que eu tive que elaborar, por isso demorou um pouco pra ser postado, além da minha inspiração estar zero. vou postar apenas no fim de semana mesmo, ou pras bandas de quarta. Obrigado pela atenção, e vvejo vocês na quarta.
avatar
Lys

Mensagens : 3484
Pontos : 9141
Data de inscrição : 13/07/2011
Idade : 24
Localização : In Wonderland

https://www.youtube.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por Jaque em Seg Mar 19, 2012 1:37 pm

Lys valeu por avisar em primeiro lugar..
kk'
Mias um cp maximo... Muito animado
O Jake é tão brisa mano.. ideia
O menino viaja kk'
O que sera que os pais da Alice vão fazer??
Nossa serio, gelei agora
Mas o Caude e a Rachel ain>.<
Mesmo ela indo embora o amor dele é tão mais fofo*-*
Ai ai quero o proximo RUM
Não demora por favor Lys!

_________________
Spoiler:
avatar
Jaque

Mensagens : 2025
Pontos : 5498
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 23
Localização : Em algum lugar no mundo =P

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por JuhSalvatore em Seg Mar 19, 2012 1:39 pm

tudo bem gêmola, a gente entende...
sei como é, dá mó ódio mesmo! kk'

estou aguardando, ansiosa *-*
bjoos, amucê
avatar
JuhSalvatore

Mensagens : 2809
Pontos : 7453
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 23
Localização : Aqui com os Winchester

http://twitter.com/HunterOfTheSPN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por thais77 em Ter Mar 27, 2012 9:01 pm

Cara eu to adorando isso Muito animado
to acompanhando pelo celular
já que no trabalho é tudo bloqueado aff
avatar
thais77

Mensagens : 41
Pontos : 2551
Data de inscrição : 25/03/2012
Idade : 29
Localização : Uruguaiana-RS

http://thaais-vieira.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por Lys em Qui Mar 29, 2012 7:46 am

Thaís, que bom que vc está gostando Very Happy
Meninas, acho que posto hj, já q eu naum vou à escola, pq tô dodói
Esperem só eu terminar de escrever, então eu posto, okay? ;*
avatar
Lys

Mensagens : 3484
Pontos : 9141
Data de inscrição : 13/07/2011
Idade : 24
Localização : In Wonderland

https://www.youtube.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por JuhSalvatore em Qui Mar 29, 2012 2:32 pm

amora da minha life, vc ta dodói?
nuuuuss, melhoras amiga!

o que, gêmola? hj tem mais?
ahhhh, eu queroooo! *---*

amucê gêmola!
sdds
avatar
JuhSalvatore

Mensagens : 2809
Pontos : 7453
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 23
Localização : Aqui com os Winchester

http://twitter.com/HunterOfTheSPN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por Lys em Sex Mar 30, 2012 12:56 pm

Capítulo trinta e oito: Can't Fight This Feeling Anymore


Segunda feira...

- Tem certeza de que está bem, A? - perguntou Rachel, os olhos preocupados em direção a amiga. Alice parecia um zumbi, pois estava toda pálida, a expressão de sono, e cansaço, e ao mesmo tempo os olhos azuis estavam cheios de medo e apreensão. - Sabe, se você quiser pode voltar pra minha casa, eu aviso aos professores que você faltou.

- Não, tudo bem - disse Alice, jogando o rabo-de-cavalo pro lado. - Eu vou sobreviver. E tentar não cruzar com o meu pai por aqui.

Explicando: o pai de Alice trabalhava ali.

- Okay - murmurou Rachel, passando um braço ao redor de Alice. - Eu estou aqui, não se esqueça.

Alice sorriu de lado, e as duas foram caminhando lentamente em direção à sala do nono ano. (N/A: Gente, estou me sentindo culpada por uma cena que tive que escrever, e por isso mudei a idade da Rachel de doze, pra 14 anos, okay?)

Depois de uma aula horrível e chata, dada pela nova professora de português, tudo que Rachel conseguia pensar era no acontecido de sábado.

O beijo ainda queimava em seus lábios, deixando-os entorpecidos. Toda vez que umedecia-os, ela se lembrava do beijo. Por causa daquele maldito, então, ela não conseguiria passar de ano, pois nem conseguia prestar atenção na aula por causa disso.

Sentiu-se sendo observada, e, ao olhar pro lado, corou ao ver Jake com o olhar risonho.

- Pensando no acontecido? - provocou o loiro, apenas pra mexer com ela.

- Ahh, cale a boca, Jake - falou ela, ficando mais vermelha ainda. - Já contaram pra você?

- Sou o primo, e melhor amigo do Claude, anjinho, não se esqueça - riu Jake, se recostando na carteira. - Mas o segredinho de vocês está guardado comigo, eu não sairei espalhando.

- ótimo - suspirou Rachel. Após mais um tempo de silêncio, ela tornou a ficar vermelha, e perguntou. - Ele... Falou mais alguma coisa?

Jake começou a rir, e Rachel escondeu o rosto.

- Sim, Rachel, falou. Falou que adorou, mas não entendeu porque você saiu correndo - disse ele, puxando a cadeira dela pra mais perto.

Rachel girou os olhos.

- Sou uma drama queen - foi tudo que ela disse.

- Sei - disse Jake, cruzando os braços. - Mas se prepare, Srta. Woodsen. Porque ele vai querer vir conversar com você.

Rachel sentiu o coração acelerar, e sentiu o gelo na boca voltar. Imediatamente, questionou-se se ter vindo pra escola na segunda fora uma boa idéia.
------x-------
Na hora do intervalo, Rachel observava Alice preocupada. Haviam passado o final de semana inteiro dialogando sobre os acontecimentos recentes, e a loira parecia cada vez pior. De certa forma, as duas meio que cuidavam uma da outra. Como irmãs, só que não de sangue, e sim de coração.

Rachel pela primeira vez notou que Claude ainda não havia aparecido, e aquilo meio que a perturbou. Jake não havia dito que ele viria falar com ela? Ela devia estar gostando, não é? Só o fato de ter que falar com o garoto sobre aquilo lhe fazia corar.

Então por quê ela se sentia mal por ele não ter aparecido?

Deu um muxoxo de leve, e mais uma vez observou Alice. A loira comia seu lanche normalmente, a cara desanimada. Rachel já estava pronta pra ir lá, quando o pai de Alice apareceu.

Rachel arregalou os olhos, e olhou pra Alice. Alice deixou o lanche cair no chão, ao ver o pai andando na sua direção. Rachel se prontificou pra interferir, quando Alice lhe mandou um olhar de 'tudo bem, eu preciso disso'. Então Rachel voltou pro seu canto, observando o pai da loira segurá-la pelo braço, e levá-la pra um lugar distante.

Olhou pra baixo, a cabeça novamente desviando-se pro dono de seus pensamentos. Onde diabos ele estava?!

Foi quando ela viu uma sombra aparecer na sua frente, e ao erguer o olhar, ela ofegou baixinho.

Claude estava na sua frente, de braços cruzados, e a expressão divertida.

- Oi - disse ele, dando um sorriso de lado.

Ela ficou vermelha, e ele teve que usar a leitura labial pra entender o que ela disse:

- Oi.

- Sabe... - ele se aproximou mais dela, fazendo-a retesar. - Você não precisa ficar envergonhada pelo que aconteceu. Acontece, Rachel.

- Com você? Desculpe, mas eu nunca realmente esperei por isso - revidou ela, olhando diretamente nos olhos dele. - Não quero falar sobre isso.

- E não precisa - disse ele erguendo as mãos. - Não agora. Não hoje... - ele se escorou na parede, casualmente. - O que vai fazer hoje à noite?

Rachel olhou-o desconfiada.

- Estudar - comunicou. - Tenho que estudar muito pra poder passar em matemática. - cruzou os braços. - Por quê?

- Estudar? - ele repetiu, fazendo uma careta. - Não poderia pelo menos matar um pouquinho a aula de estudo pra ir ao cinema comigo?

Rachel arregalou os olhos.

- C-Cinema? Com você?

- É - ele disse se aproximando lentamente dela. - Somos amigos, certo? Amigos saem juntos...

Rachel engoliu em seco, sentindo o corpo inteiro se arrepiar com o contato físico. Então, encarou o chão.

- Vamos lá, Rach - falou ele, passando casualmente a mão pelo ombro dela. - Do que você tem tanto medo? É só um cineminha...

- Tá certo - disse ela, respirando fundo, e olhando nos olhos dele. - Mas você vai ter de passar lá em casa. Mamãe não gosta muito que eu saia, acho que você terá que conversar com ela.

- Tudo bem - ele deu de ombros. - A minha sogrinha eu conquisto na hora...

Rachel tapou a cara, super vermelha, enquanto ele ria. Eu quero morrer..., pensou rindo baixinho.

O sinal tocou, finalmente, e ela o afastou, comas sobrancelhas erguidas.

- É melhor eu ir - ela falou, sem conseguir encará-lo. - Eu... Tenho aula.

- Eu também - ele disse, prendendo o riso. Ela envergonhada conseguia ficar mais bonita do que já era.

Ergueu o rosto vermelho dela, e pousou levemente os lábios na testa dela. Rachel fechou os olhos, e respirou fundo com aquele toque.

Ele se afastou lentamente, e depois os dois ficaram se encarando, olho no olho. Rachel se sentia completamente seduzida, o corpo totalmente à mercê dele. Era tudo que ele precisava notar.

Deu um leve, porém demorado, selinho nela, antes de sair com um sorriso vencedor no rosto. Rachel umedeceu os lábios e depois olhou pra trás, observando-o ir pra sala com os amigos. Tentou, mas não conseguiu mais segurar.

Então sacudiu a cabeça, e riu, pra em seguida ir pra sua sala também.


CONTINUA...
avatar
Lys

Mensagens : 3484
Pontos : 9141
Data de inscrição : 13/07/2011
Idade : 24
Localização : In Wonderland

https://www.youtube.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por Lys em Sex Mar 30, 2012 12:59 pm

Só eu que estou ouvindo um coral de 'aleluia' aqui? Bem, espero que sim, senão eu mandaria vocês irem no terapeuta \o/
Como prometido, aqui o cap, mas um pouco atrasado.
Quem gosta de Clauchel prepare-se pra muitas cenas românticas entre eles, mas como dizem, nada dura pra sempre, e a felicidade deles se encaixa perfeitamente nessa lista.

Bem, espero que gostem. Até a próxima.
avatar
Lys

Mensagens : 3484
Pontos : 9141
Data de inscrição : 13/07/2011
Idade : 24
Localização : In Wonderland

https://www.youtube.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por JuhSalvatore em Sex Mar 30, 2012 1:39 pm

nhaaac, ti fofuchiceee
olha o coral de aleluia! kk'
nossa, mto fofos. pronto, virei Clauchel. só vc pra me transformar em Clauchel, gêmola!
nossa, mto bom

fiquei com peninha da Alice... espero que ela fique bem.
mas vai dar tudo certo...

to querendo mtmtmtmtmtmtmt mais gêmola!
quando tem?

amucê gêmolinha lindinha!
bjooos, sdds!
avatar
JuhSalvatore

Mensagens : 2809
Pontos : 7453
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 23
Localização : Aqui com os Winchester

http://twitter.com/HunterOfTheSPN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por BethMonteith em Sex Mar 30, 2012 3:39 pm

OOOOOOOOOOOOOOOWWWWWWWWWWWWWWWWWN, QUE LINDOOOS!
Sério, cara, que fofo o selinho, super cute *----*
E ela toda envergonhada foi PHODA!
Sério, ri pakas com a conversa dela com o Jake, mto lindos
Cara, quero o Jake pra mim, seriously
E... G-ZUIS, o Claude todo romântico, eu pari agr, kkk'
Sim, Lys, escutei o coral de aleluia tb >.<
Vê se não demora, hein, eu quero mto ver meus lindos se encontrando *--*
e quero só ver se a m. Carlie vai dar palpites pro Claude, adoro a relação deles #fofosephodas
Quando tem mais?
avatar
BethMonteith

Mensagens : 57
Pontos : 2676
Data de inscrição : 02/01/2012
Idade : 24
Localização : A Place In This World

http://www.fanfiction.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por sofiee.. em Sab Mar 31, 2012 7:26 pm

que lindo! que perfeito!
posta mais, please!
avatar
sofiee..

Mensagens : 133
Pontos : 2707
Data de inscrição : 26/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por Lys em Ter Abr 03, 2012 8:15 pm

Juh, kkkkk', vc tb escutou? somos caso de internação, gêmola o.o kkk'
nhaaac, que bom q vc shippa eles agora. se prepare pra várias cenas fofas e QUENTES entre eles dois. #spoilers
Coitada da nossa Alice, mas a solidão dela vai durar pouco
Afinal... Quem fica triste por muito tempo com o Ian por perto? (6'
acho que posto próxima semana, pois vou viajar na quinta
Se a inspiração cooperar, eu posto amanhã.
eu tb lhe amo, gêmolinha linda
Saudades de vc, bejo *-*
-----------------x------------------
BethMonteith, kkkk', q bom q tu gostaste
kkk', vc ainda vai ver vários momentos com a Rach envergonhada
awn, eu tb gosto dela com o Jake, acho os dois bons amigos, gosto de escrever as cenas entre eles.
huuuum, vc vai ter que disputar ele com a 'menina dos sonhos dele' então, viu?
Siiim, Beth, ele é apaixonado por alguém, mas não vou revelar por hora.
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, todas parimos \o/
eu, vc, e a Juh vamos ser mandadas pra uma clínica, kkk'
tá, vou tentar não demorar, tudo isso depende da Lily (vc sabe do q eu falo)
prooonto, valeu, talvez eu inclua isso, afinal, adoro os irmãos juntos, kk
beeeeeeeeeeeeeeeeeeijo, cabrita ;*
-------------x--------------
Sofiee, awwn ganhei uma nova leitora *---*
seja bem vinda, floor, vou postar assim que der, prometo
avatar
Lys

Mensagens : 3484
Pontos : 9141
Data de inscrição : 13/07/2011
Idade : 24
Localização : In Wonderland

https://www.youtube.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: **Two Worlds Collide** [+18]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 12 de 14 Anterior  1 ... 7 ... 11, 12, 13, 14  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum