Fanfics
Seja bem vindo(a) ao Fórum Fanfiction.
Aqui você pode ler, escrever, comentar, jogar, fazer amigos e muito mais!
Então... o que está esperando? Se cadastre e comece a diversão! Very Happy

My New Obsession [+18]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

My New Obsession [+18]

Mensagem por Misa-Misa em Qua Nov 13, 2013 8:30 am

Sinopse: - Não adianta, Bill, isso não tem mais jeito! – disse Gabe aos risos.
William simplesmente virou-se para Gabe com um sorriso esboçado nos lábios.
- Não adianta criticar, Gabriel! – ele aproximou-se gradativamente da mesa de doces e apoiou suas mãos em cima da mesma – Eu sei que você me quer!
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Autoras: Misa-Misa e Dreka
Shipper: Gabe Saporta e William Beckett
Bandas: Cobra Starship e The Academy is...
Gêneros: Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Nudez, Sexo
______________________________________________________________________________________________________________

PRÓLOGO

Gabriel Saporta. Sim, o motivo de minhas noites mal dormidas não tem apenas nome, mas leva também um sobrenome.

Gabe sempre foi um cara metido a macho, mas tenho certeza de que ele já se aliviou várias vezes no banheiro pensando em mim, assim como o faço pensando nele. Acho que é por isso que esse fato fica guardado em segredo, já que um cara de mais como Gabriel, com certeza, não pode se dizer atraído por ‘um maricas feito Beckett’. No caso, eu. É o que todos sempre dizem quando se referem a minha pessoa, mas eu nem ligo. Confesso que antes me incomodava, mas já me acostumei com os apelidinhos ‘carinhosos’ que usam para falar de mim.

Apesar daquele jeitinho meio marrento, Gabriel sempre foi uma pessoa completamente incrível! Melhor que qualquer mulher que já tive a oportunidade de conhecer, e até mesmo, ter em meus braços. Ele é mais do que um simples vocalista, mais do que um homem que eu quero, e muito mais do que um novo experimento... Minha nova obsessão!


Última edição por Misa-Misa em Sab Fev 25, 2017 12:31 am, editado 5 vez(es)
avatar
Misa-Misa

Mensagens : 25
Pontos : 1513
Data de inscrição : 13/11/2013
Idade : 27
Localização : Vulcano

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: My New Obsession [+18]

Mensagem por Misa-Misa em Qua Nov 13, 2013 8:31 am

CAPÍTULO I - I KISSED A BOY
Faltavam poucos minutos para que o show tivesse, finalmente, seu início. Há muito tempo que o público não tinha a oportunidade de presenciar um show ‘Cobra Starship vs. The Academy Is...’. Talvez fosse esse o motivo de estarem tão eufóricos.

– Hey, Beckett! Saporta! Cinco minutos, portanto, se apressem! – James, o patrocinador, invadiu o camarim para ver o que os dois estavam fazendo para demorar tanto – É impossível começar um show sem vocalistas! – e fechou a porta sem ao menos dar tempo a algum deles se explicar.

Ambas as bandas já estariam prontas para entrar no palco se não fosse pelos seus respectivos vocalistas: Gabe, que comia os doces que estavam em cima da mesa do camarim, e Will, que dava uns toques finais em seu penteado.

– Não adianta, Bill, isso não tem mais jeito! – disse Gabe aos risos.

William simplesmente virou-se para Gabe com um sorriso esboçado nos lábios.

– Não adianta criticar, Gabriel! – ele aproximou-se gradativamente da mesa de doces e apoiou suas mãos em cima da mesma – Eu sei que você me quer! – tomou o doce da mão do rapaz e mordeu-o levemente, ainda com os olhos fixos em Gabe, que soltou uma gargalhada ao escutar aquilo.

– Eu? Se enxerga, Bill! – e caiu novamente em risos, apesar de saber que, no fundo, William tinha um pouco de razão.

– Você até pode mentir pra mim, Gabriel... Mas não pode mentir pra si mesmo! – Willy colocou o resto do doce dentro de sua boca e chupou seu dedo indicador vagarosamente com a intenção de provocar o outro ao máximo.

Gabe calou-se e rolou os olhos. Para tentar se esquivar daquela cena, focou no último pedaço de chocolate que estava sob uma travessa e foi apanhá-lo, mas sua mão foi interrompida pelos dedos de Beckett – que foram mais rápidos – tomando o doce para si.

– Qual é, Bill? Eu ia pegar e você viu! – Gabe falou um tanto aborrecido e tentando retirar o chocolate das mãos de Beckett por cima da mesa.

– Você o quer, Saporta? – a voz de Will começou a ficar com um tom desafiador e provocante – Então vem pegar!

– Não me provoca, William! – Gabe advertiu-o, o que fez com que o outro apenas risse.

– Você não disse que o queria? Então vem pegar! Eu te entrego, relaxa.

Por mais uma vez, Gabe rolou os olhos, mas acabou dando a volta na mesa para recuperar seu doce. Quando estava prestes a alcançá-lo com uma de suas mãos, William colocou o pedaço de chocolate entre seus lábios, o que fez Gabe parar.

– Pega! – o menor provocou com alguma dificuldade de manter o chocolate ali.

Gabe respirou fundo e foi pegar com a mão novamente. O outro, simplesmente, segurou-a no ar.

– Sem as mãos! – Willy tentou sorrir pervertidamente, mas o chocolate atrapalhava.

– Afê! Corta essa, Beckett! – o maior bufou, e, novamente, tentou alcançar o chocolate com uma de suas mãos, que mais uma vez foi interrompida pela do outro.

– Você é surdo, Gabriel?

Gabe ficou sem ação, e Will esperava que ele tomasse alguma atitude, pois ele sabia que, no fundo, Gabe também o queria.

O maior pôde sentir sua respiração acelerar. Não queria pegar aquele doce de outro jeito que não fosse com as mãos, mas seu subconsciente o mandava fazer o contrário.

Então, cuidadosamente – e meio envergonhado –, aproximou seu rosto do de William, e tentou resgatar o chocolate com os lábios. Ao perceber que Gabe estava ‘entrando em seu joguinho’, Willy puxou o doce mais pra dentro, e pressionou cuidadosamente a nuca de Gabriel contra seu rosto, que pensou em relutar por um segundo, mas aquilo estava bom demais e ele queria mais. Precisava de mais.

Gabe começou a sentir com precisão os lábios de William. Eles eram tão macios...

Foi aí que segurou firme na cintura do menor e puxou-o mais pra perto, – aprofundando o contato – e massageou carinhosamente os lábios de Beckett com sua língua, que ao senti-la pedido passagem, levou o pedacinho de chocolate para a ponta de seus lábios, e com o auxílio de sua língua, empurrou-o para dentro da boca de Gabe, que a chupou com vontade, tomando o chocolate para si.

Saporta se afastou, ainda deixando Beckett com um gostinho de ‘quero mais’.

– Peguei! – Gabe exibiu seu ‘troféu’ ao outro, virou-se e caminhou em direção a porta, que se abriu num estalo.

– Vamos, já estamos atrasados! – era Victoria quem os apressava.

– Já estamos indo Vicky-T! Só estávamos comendo um pouquinho! – William caminhou em direção a mulher, e ao passar por Gabe, soltou uma piscadela.

Aquilo não poderia ter acontecido! Gabriel saiu do camarim ainda saboreando aquele chocolate. Seus pensamentos estavam fixos em uma só frase:

“I kissed a boy... And I liked it!”
avatar
Misa-Misa

Mensagens : 25
Pontos : 1513
Data de inscrição : 13/11/2013
Idade : 27
Localização : Vulcano

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: My New Obsession [+18]

Mensagem por Misa-Misa em Qua Nov 13, 2013 8:33 am

CAPÍTULO II – TONIGHT G-A-B-E GONNA GET YOU HIGH [PARTE 1]
O show foi tranqüilo e satisfatório. O povo estava super animado e foi ao delírio quando no refrão da última música – Guilty Pleasure – Beckett depositou um beijo-relâmpago no pescoço de Saporta, que estremeceu se perdendo nas palavras. Para abafar seu erro, mandou o público continuar cantando.

– VOCÊS! – Gabe berrou colocando uma mão em seu ouvido, enquanto levava a do microfone para frente, para que a galera pudesse cantar em coro.

‘I don’t care if I’m a guilty pleasure for you...

– SHUT UP! – Gabe e Will berraram juntos, o que fez com que os olhares se encontrassem por alguns segundos. Deixaram o público tomar conta do restinho do refrão.

‘Cause we won’t stop!

And we’re getting down till the sun’s coming up... ’

– And I came here to make you dance tonight, I don’t care if I’m a guilty pleasure for you... - Gabe começou cantando.

– Shut up! – William continuou.

– ‘Cause we... - Gabe voltou a cantar.

– Won’t Stop! – Willy completou.

– And we’re getting down till the sun’s coming uuuuuuuuuuuuup! – terminaram juntos.
Houve uma chuva de aplausos, as bandas despediram-se do público e dirigiram-se ao hotel, onde passariam a noite.

– Então, como ficamos? – Vicky-T perguntou ao ver James se aproximando dos grupos, que estavam no hall, sentados em cima de suas respectivas malas.

– Bom, galera, realmente aconteceu um probleminha com as nossas reservas, e só puderam nos fornecer cinco quartos... Ou seja, teremos de dividir vocês em duplas... – James tentou falar, mas foi interrompido pelo protesto de todos falando ao mesmo tempo.

– Como assim dividir em duplas? Eu não vou dividir quarto com nenhum homem! – Victoria lançou.

– O que? Não vamos ter nossas próprias suítes? – Adam reclamou.

– Sem quartos? Então vamos procurar outro hotel, simples! – Alex sugeriu.

– O que houve de errado com nossas reservas? Esses caras não podem nos fornecer apenas cinco quartos sendo que reservamos dez! Chama o proprietário dessa joça! – Butcher ordenou.

– Hey, silêncio, pessoal! – James manifestou-se novamente, o que fez com que todos se calassem. – Eu já tenho tudo sob controle! Por isso se acalmem, ok? Bem, vou dividi-los de dois em dois, exceto Victoria, que terá sua própria suíte... E também terei de colocar três de vocês em apenas um quarto, senão não vai dar certo e... – novamente James foi interrompido pelas vozes que insistiam em falar juntas.

– Nada a ver, James! Não é só porque a Victoria é mulher que tem que ter privilégios! – Butcher reclamou.

– Eu não fico no mesmo quarto que o Alex, vou logo avisando! – Mike lançou.

– Cala essa boca, Butcher! O James tá super certo, ok? Eu não posso e não vou ficar trancada no mesmo quarto que qualquer um de vocês! – a garota completou.

– SILÊNCIO! – James pediu novamente, agora alterando um pouco seu tom de voz. Em uma fração de segundo, o hall estava em absoluta calma. – A menos que vocês queiram dormir na laje, eu sugiro que me escutem! Alguém tem algum problema? – pode-se ouvir vários ‘Não, imagina... ’ e até mesmo ‘Claro que não, cara... Pode falar... ’ da boca de quase todos os rapazes. – Então... – James prosseguiu completamente calmo. – Como eu já mencionei anteriormente, Victoria vai ter uma suíte própria...– Corta essa e manda logo as chaves! Se você não sabe, estamos cansados e precisamos dormir! – Adam reclamou e recebeu um olhar de desaprovação de James, que continuou a falar.

– Ok, Victoria, você fica com o trinta e um! – e jogou a chave para a moça, que sorriu e se retirou.

– Butcher, Mike e Will, vocês ficam com o vinte e nove! Adam e Alex, com o vinte e sete, Nate e Ry no vinte e seis, e Gabe e Michael ficam com o vinte e quatro. Venham buscar as chaves!

– Vinte e quatro? Eu não quero ficar nessa porra de quarto! – Michael reclamou desnecessariamente.

– Eu já fiz a minha parte! Vocês que são brancos que se entendam! – James largou as quatro chaves nas mãos de Michael e se afastou. – Boa noite! – ele acenou enquanto deixava-os sozinhos.

– Qual é, Michael? Que problema tem dormir no vinte e quatro? – Gabe rolou os olhos.

– Esse número é demoníaco! – Michael rebateu, o que fez William cair em risos.

– Demoníaco? – William não conseguia parar de rir. - O que faz sua sexualidade não é o número de um quarto, Carden!

– Vindo de você, Beckett, até soa como algo super normal! – Butcher riu.

– É apenas um número! – Willy lembrou-os.

– Já que o número não interfere em nada... Fica você no vinte e quatro com o Gabe, que eu fico feliz no vinte e nove com o Mike e o Butcher! – mais que depressa, Michael jogou a chave com o número ‘maldito’ para William e distribuiu as outras chaves para o restante dos meninos.

Em poucos segundos, o hall esvaziou-se. Se não fosse pela presença de Will e Gabe, estaria vazio.

Gabe encarou Will por alguns segundos até que pudesse pegar sua mala e entrou no elevador acompanhado do mesmo. Subiram em silêncio. Ao chegar ao andar certo, William abriu a porta e foi caminhando em direção ao banheiro com mala e tudo.

– Eu tomo banho primeiro! – e trancou-se no cômodo.

Ao observar isso, Gabe fitou o quarto por alguns segundos e fechou a porta, atirando-se na cama logo em seguida. Colocou um dos travesseiros em seu rosto e perdeu-se em pensamentos...
avatar
Misa-Misa

Mensagens : 25
Pontos : 1513
Data de inscrição : 13/11/2013
Idade : 27
Localização : Vulcano

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: My New Obsession [+18]

Mensagem por Misa-Misa em Qua Nov 13, 2013 8:35 am

CAPÍTULO II – TONIGHT G-A-B-E GONNA GET YOU HIGH [PARET 2]
Click.

Gabe pôde ouvir um barulho estranho vindo de dentro do quarto, então retirou o travesseiro de seu rosto e levantou um pouco a cabeça para que seus olhos pudessem identificar da onde vinha aquele barulho.

A porta do banheiro...

Beckett acabara de sair daquele cômodo, ainda todo molhado e com uma toalha enrolada em torno de sua cintura. Ao identificar a cena, Gabriel não conseguiu desviar seus olhos daquela imagem. Ele observava – com precisão – uma gota que caiu de uma ponta qualquer dos cabelos úmidos de Bill e percorria todo o seu corpo seminu, tendo seu fim nos quadris do rapaz.

– Por que tanto me olha, Gabe? – Willy perguntou logo que percebeu o olhar curioso com que o outro o ‘devorava’ – Procura alguma coisa? – e foi se aproximando gradativamente da cama em que o maior se encontrava.

– Ahn... Nada! – ele sentou-se na cama. – Só estava reparando em como você parece ser bem menos feio sem aquela juba toda! – Gabe fez um desenho no ar para simular toda a cabeleira de William e em seguida, riu.

– Menos feio? – William gargalhou. Segurou firme o nó de sua toalha e continuou se aproximando de Gabe.

– Exatamente! – ele confirmou com alguma dificuldade. Seus olhos, por alguma razão, não conseguiam se desviar das mãos de William em cima daquele nó.

– Gabriel... Gabriel... – Beckett riu. Estava um tanto decepcionado, talvez. – Já falei pra não criticar aquilo que tanto deseja... – mordeu fortemente um de seus lábios ainda mantendo uma de suas mãos sobre o nó, enquanto com a outra, deslizava sob seu peito nu. O que era, de fato, impossível para Gabriel não olhar.

– Eu desejo? E quem te falou isso?

– Seus atos... – William subiu na cama e, de joelhos, foi ‘caminhando’ ao encontro de Gabe, que pôde sentir seu coração acelerar e sua respiração fluir.
Como reação imediata, ele simplesmente tentou afastar-se de Bill.

– Relaxa! – William sugeriu, segurando-o e depositando levemente seu indicador sobre os lábios do rapaz por alguns segundos. – Acho que estou em desvantagem!

– Desvantagem? – Gabe deixou escapar. Não havia entendido o que aquele louco queria dizer com aquela palavra.

– Exatamente, desvantagem. – William aproximou-se tanto de Gabe que este pôde sentir as gotas molhadas do corpo do outro atravessando suas vestes e molhando-o também. – Digamos que você esteja vestido demais para a ocasião! – William segurou firme a mão de Gabe e colocou-a sobre o pequeno nó de sua toalha.

– E que ocasião é essa? – Gabe engoliu em seco, fazendo com que William percebesse que ele estava se rendendo.

Bill simplesmente esboçou um sorriso malicioso nos lábios enquanto envolvia o pescoço do outro em seus braços, se aproximando de seu rosto e mirando em seus lábios.

– O que você tá fazendo? – o maior tentou desvencilhar-se das mãos do menor, mas este o segurou firme, impedindo assim sua ‘fuga’.

Beckett encostou seus lábios no ouvido de Saporta.

– Relaxa! – Willy sussurrou – Eu sei que você também quer! – ele deslizou as mãos sobre o peitoral de Gabe enquanto percorria seu rosto vagarosamente com seus lábios. Ao sentir e escutar aquilo, o outro se excitou.

Ao sentir seus lábios enfim serem tocados pelo pelo do menor, lembrou daquele dia mais cedo e tocando um de mais-se Gabe afastou um pouco seu corpo do de Beckett – largando o nó da toalha – e arrancou sua camisa com certo desespero, deixando seu peito bem definido a mostra, o que deixou William completamente satisfeito.

O maior voltou a segurar no nó da toalha do menor e arrancou-a bruscamente, permitindo-o enxergar seu membro grande e rígido. Com certa violência, Gabriel puxou William para si unindo seus lábios por alguns instantes. Deitou o menor na cama, ficando por cima de seu corpo e assumindo total controle daquela situação. Ele ‘atacava’ com vontade o pescoço do ‘amigo’, enquanto este procurava desesperadamente o fecho de suas calças. Quando o encontrou, não pensou duas vezes antes de abri-lo. Realmente, ainda estava em desvantagem.

Gabe percebeu que Bill queria despi-lo, então o auxiliou arrancando suas próprias calças com a ajuda de seus pés. Após livrar-se por completo daquela peça de roupa, Gabe voltou a unir seus lábios no corpo do menor, só que dessa vez, mordiscava seu peitoral, assim como também lambia seus mamilos.

Ambos estavam excitadíssimos, e William demonstrava tal excitação cravando fortemente suas unhas nas costas de Gabriel, deixando pequenas listras vermelhas por onde passavam. O maior continuou descendo seus beijos quentes pelo corpo molhado de William, e ao chegar a região abdominal do rapaz, lançou-lhe um sorriso extremamente pervertido, que foi retribuído por Willy, que não tinha malícia no olhar. Era como se ele quisesse transmitir com desespero, talvez, que Gabe não o torturasse.

O maior excitou-se com aquilo e voltou a concentrar-se no baixo ventre de William que pulsava desejo, ele nunca havia feito aquilo antes, mas algo dentro de si pulsava para ver quais seriam as reações de Bill, Segurou o membro do menor firme com ambas as mãos e começou a passar a sua língua por toda a região pélvica do menor, arrancando alguns gemidos do mesmo. Saporta queria torturá-lo ao máximo que pudesse. Afinal ele estar naquela situação era tudo culpa dele.

Após alguns segundos – que passaram como horas – o maior finalmente abocanhou o membro do menor e começou a fazer de forma brusca alguns movimentos completamente estimulantes que levaram William ao seu nível mais elevado de deleite. Gabriel foi aumentando a velocidade, o gosto do outro infiltrado em sua boca devia ser o melhor que seus sentidos já haviam captado. O maior o chupava com vontade, fazendo com que os sons explodissem da boca de William de uma forma cada vez mais escandalosa, sem que ele pudesse controlá-los. Mas não importava o quanto Bill gemesse, Gabe estava decidido a aliviá-lo até que ele gozasse.

Desejo realizado. Os espasmos até então acumulados no baixo ventre do menor desabrocharam na boca de Saporta, que sugou tudo nada moderadamente, e em seguida, subiu mais um pouco, até atingir os lábios macios de William e envolvê-lo em um beijo quente fazendo Beckett provar de seu próprio sabor. Por mais que estivessem ofegantes, ainda conseguiam arranjar fôlego para dar continuidade àquele beijo.

Gabe selou-o com um estalo, e soltou seu peso, fazendo sua ereção – ainda coberta pela peça única de roupa que ele usava – bater contra o abdômen de William. Contornou o rosto do menor com o dedo. Era visível toda a insegurança de seus gestos, mas seu olhar entregava toda a malícia e desejo que ele sentia nesse momento. Então se livrou da única coisa que impedia total contato entre os corpos, eles já não suportavam a ausência deste, e nenhum deles queria que acabasse tão cedo.

Beckett chegou ao ponto de sentir que explodiria se não sentisse Gabriel dentro de si. Este, ao deparar-se com um William completamente vulnerável, sentiu-se ainda mais insaciável, faminto.

Não sabia como fazer isso, nunca havia transado com caras antes e estava um tanto quanto perdido. Bill ao perceber a hesitação do maior puxou uma de suas mãos e começou a lamber os dedos de Gabe da forma mais erótica que conseguia, e podia ver o efeito que causava ao notar a excitação no rosto do maior.

- Primeiro você vai ter que me preparar - Falou assim que retirou os dedos de Saporta da boca e ficando de quatro os conduziu a sua pequena entrada.

Assim que entendeu o que Bill quis dizer com aquilo começou a penetrá-lo com um dedo, ao perceber que o mesmo relaxava foi lhe introduzido o segundo e o terceiro. Ele mesmo já estava sentindo seu próprio membro latejar, e os gemidos de Bill não o ajudavam a manter o controle.

Quando sentiu que já o havia preparado o suficiente retirou seus dedos levantou um pouco mais o corpo do menor, posicionando seu membro extremamente rígido em sua entrada, fazendo com que Willy soltasse um gemido em forma de um pedido mudo para que ele continuasse; e sem nenhum aviso, Gabe o penetrou fazendo-o se contrair por inteiro o fazendo soltar um grito pela dor que veio.

Numa tentativa de acalmar o menor ficou parado e começou a estimular o membro de Bill, que aos poucos deu permissão para o maior se mover. Então começou a se movimentar bem lentamente... Entrando e saindo de dentro do outro, fazendo-o gemer cada vez mais alto. Aquela posição era ótima mas Gabe queria olhar para Bill, em um movimento rápido saiu completamente de dentro do menor o virando fazendo suas costas baterem contra o colchão, colocou suas pernas no ombros e voltou a penetrá-lo.

Nessa nova posição Gabe parecia ir ainda mais fundo e para abafar seus gemidos, Bill atacou o pescoço de Gabe, com certeza deixaria marcas ali, mas naquele ponto eles já não estavam mais se importando com nada a não ser atingir seu auge.

Gabriel começou a aumentar a velocidade de seus movimentos quando ouviu um gemido mais longo
de Bill. Gabe perceberá que havia encontrado algo, e suas investidas foram somente naquele mesmo ponto, levando William a loucura.

Ambos gemiam juntos, tentando abafar seus respectivos gemidos, mas todas suas tentativas eram em vão. Gabe ainda aumentava sua velocidade, e sem ao menos se tocar, Bill sentiu um espasmo invadindo seu corpo e fazendo-o gozar novamente, só que agora no abdômen de ambos. Ele contraiu todos os seus músculos, fazendo Gabe gemer mais alto e se desmanchar dentro dele.

O cansaço os atingiu, fazendo com que relaxassem. Gabe saiu de dentro de William, deitando seu corpo só seu lado e aninhando-o em seus braços. Eles estavam ofegantes e extasiados. Assim adormeceram...

Após aquela noite, Gabriel jamais bancaria o ‘homem metido a macho’ novamente, pelo menos não para William.

The End...?
avatar
Misa-Misa

Mensagens : 25
Pontos : 1513
Data de inscrição : 13/11/2013
Idade : 27
Localização : Vulcano

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: My New Obsession [+18]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum