Fanfics
Seja bem vindo(a) ao Fórum Fanfiction.
Aqui você pode ler, escrever, comentar, jogar, fazer amigos e muito mais!
Então... o que está esperando? Se cadastre e comece a diversão! Very Happy

Let Them Burn

Ir em baixo

Let Them Burn

Mensagem por MaaSi em Ter Jul 09, 2013 10:19 am


Nome da Fic:  Let Them Burn
Categoria: The Vampire Diaries
Personagens principais (ordem alfabética): Abigail Garrison, Caroline Forbes, Elijah Mikaelson, George Mandlet, Hayley, Katerina Petrova, Niklaus Mikaelson, Rebekah Mikaelson, Tyler Lockwood
[Todas as personagens apresentadas na série têm também momentos nesta Fic, mas não são personagens princiapais; considerem-nas personagens secundárias]
Género: sinceramente, não consigo situar esta fic num género concreto. Vai ter de tudo um pouco (acção, comédia, drama, etc, etc)
Shipper: Eligail [Elijah & Abigail], Kalijah [Katherine & Elijah] e Georgail [George & Abigail] (estes casais vão ser bastante explorados)
Irão existir também momentos Klaroline [Klaus & Caroline]
Avisos: Sexo explícito, Tortura, Violência, Spoilers da 4ª temporada
Resumo: Depois de saber que Hayley espera um filho seu, e depois da insistência do seu irmão Elijah, Klaus decide mudar-se definitivamente para Nova Orleães, a cidade dos vampiros governada por Marcel, um amigo de longa data. Rebekah, por outro lado, decide ficar para trás na pequena cidade de Mystic Falls; pela primeira vez, ela não quer seguir os seus irmãos mais velhos mas sim viver a sua própria vida.
Depois de deixar Katerina em Mystic Falls, Elijah vai agora defrontar-se com tudo o que existe numa nova cidade, incluindo uma nova mulher, Abigail.
Segue esta história para saber como se desenrolam as vidas dos três Originais.

Dentro do spoiler que se segue, apresento as duas personagens que criei para esta história: Abigail e George. Acho que não é necessário apresentar as outras, uma vez que aparecem todas na série.


Spoiler:

Abigail Garrison [modelo Coco Rocha]


Abigail Garrison, aparentemente, uma simples rapariga de 25 anos, é, na verdade, muito mais que isso; na realidade, tem 90 anos e é uma vampira. Não tem quaisquer memórias de quem a transformou, mas sabe que foi uma mulher de aparência igualmente jovem. Nascida em Inglaterra, Gail (como gosto de ser tratada) mudou-se para os Estados Unidos após a sua transformação, onde esperava encontrar paz e, possivelmente, mais pessoas como ela. Foi então que encontrou a bela cidade de Nova Orleães e decidiu ficar por lá até aos dias de hoje. Foi também lá que encontrou George, que foi o seu parceiro durante dez anos; no entanto, acabaram por se separar por incompatibilidade de feitios.
Abigail é uma rapariga extrovertida, amiga dos seus amigos e bastante carinhosa; no entanto, tende a não fazer sempre o que está mais certo e, quando magoada, torna-se facilmente numa rapariga fria e calculista. No começo da Fic, tem a sua humanidade desligada.


George Mandlet [actor Paul Walker]


George Mandlet é um vampiro que morou quase toda a sua vida em Nova Orleães. Ninguém sabe ao certo qual a sua verdadeira idade, mas todos sabem que tem umas boas dezenas de anos, e que é muito mais velho do que Abigail. George gosta de viver a vida ao máximo, sempre nos limites e sempre a quebrar regras. Importa-se imenso com os sentimentos (apesar de mostrar sempre o contrário) e não gosta de ser abandonado ou negado. Consegue sempre o que quer e quando não consegue, torna-se perigoso demais para todos os que estão à sua volta.
Depois de dez anos tendo Abigail como sua companheira, acabaram por separar-se pois ele desenvolveu uma obsessão demasiado grande por ela. Decidiram ficar amigos, mas ele ainda vai fazer de tudo para tê-la de volta.


avatar
MaaSi

Mensagens : 10
Pontos : 2020
Data de inscrição : 08/07/2013
Idade : 22
Localização : Mystic Falls

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Let Them Burn

Mensagem por MaaSi em Ter Jul 09, 2013 10:20 am

Pronto, para começar, fica aqui um capitulozinho não muito grande, só para dar algum gosto da Fic. Espero que gostem e espero o vosso feedback (:

Capítulo 1 - Breathe In
A noite já caía longa em Nova Orleães quando uma rapariga ruiva de estatura média passou perto de um beco apertado mesmo no centro da cidade. Teria sido uma noite normal para ela, se não tivesse descoberto o segredo que aquele beco escondia; uma vampira, faminta e de boca a arder com o veneno que se espalhava lentamente nas suas presas.

- Boa noite, Liliane. – A sua voz soou ressequida, talvez da fome, talvez do cansaço. A pequena rapariga de cabelos vermelhos flamejantes quase saltou dentro dos seus sapatos ao ouvir aquela voz, mas rapidamente meteu um sorriso acolhedor nos seus lábios. Na verdade, com os seus olhos fracos e humanos, ela não conseguia distinguir de onde vinha nem de quem provinha. Mas todos naquela cidade sabiam o que se podia encontrar, especialmente à noite. Marcel tinha-se certificado que todos sabiam.
- … Uh… boa noite. – Um braço pálido estendeu-se ao longo da parede e uma cabeça fina, coberta de longos cabelos castanhos, espreitou com um olhar curioso. Esta era Abigail, uma vampira com umas boas dezenas de anos, que tinha decidido manter-se no seu canto durante os últimos dias; a cidade andava demasiado atarefada para o seu gosto. A sua concentração quebrou-se quando a voz esganiçada da rapariga voltou a tilintar nos seus ouvidos. – Como é que sabes o meu nome?
- Não importa. – Dando um pequeno passo em frente, Gail agarrou um dos pulsos de Liliane e puxou-a para perto de si. – Não grites.

Com pequenas veias a tornarem-se mais evidentes debaixo dos seus olhos e presas a tomarem o dobro do seu tamanho original, a vampira afastou o tecido de cobria o pequeno pescoço de Liliane e lentamente mergulhou os seus dentes na pele macia. O sangue que escorria agora para a sua boca era fresco e doce, e tornava o calor na sua garganta mais suportável e menos doloroso—e tal como ela pedira, Liliane não gritou, nem fez qualquer barulho de protesto. Ficou ali apenas, imóvel, rija como uma pedra, esperando que Gail a libertasse.

- Gail. Acho que já podes mandar a Liliane embora.

Um barulho roco e algo resmungão escapou pelos lábios de Abigail antes de ela retrair as suas presas e compelir Liliane para ir embora antes de lançar um olhar cortante direccionado à voz que soou perto dela. A interrupção deixou um pequeno latejar na sua garganta e apesar de a raiva estar a crescer lentamente dentro dela, Gail ignorou-a e começou a andar no sentido oposto ao do beco. Atrás dela, seguiu um homem alto e musculado, de olhos azuis a contrastarem com a pele morena e o cabelo loiro.

- É bom saber que continuas a manter um olho em mim, George, mas realmente não era necessário. Eu não ia matá-la. – George não respondeu às palavras de Gail, mas a sua voz soou novamente na noite escura.
- Andaste desaparecida nos últimos dias. – Gail encolheu os ombros despreocupadamente, mãos enfiadas dentro dos bolsos das suas calças.
- Não tive interesse em sair à rua. Nova Orleães anda agitada e sabes que gosto de paz… prefiro vir apenas quando preciso.
- E não sabes os motivos para tal agitação? O Marcel tem um novo amigo na cidade.
- O Marcel pode ter todos os amigos novos que quiser na cidade. Que me importa? Tudo o que faço aqui é seguir as regras que ele põe e evitar vê-lo à frente. Tu sabes melhor do que ninguém que ele não é a minha pessoa favorita. – Mais uma vez, George decidiu ignorar as palavras de Gail e responder-lhe algo que considerou mais interessante.
- Alguma vez ouviste falar do Klaus?
- O híbrido? Vagamente. Sei que é um Original e que não pode ser morto; aquilo que todos sabem, penso eu.
- É ele que se está a instalar na cidade. Talvez seja por isso que tenha havido mais reboliço ultimamente. O Marcel gosta de acolher bem quem é novo por aqui. E aparentemente, trouxe um irmão também. Um tal de… Elijah, penso que seja esse o nome. Outro Original.

Gail continuou caminhando pela rua fora, os seus longos cabelos balançando atrás das costas. Ela estava a ouvir tudo o que George lhe dizia, claro, mas simplesmente não queria saber. Não havia qualquer interesse da sua parte em descobrir quem eram os novos visitantes da cidade.

- Gail, por favor. Tem cuidado, sim?
- Já percebi que os Originais são perigosos, mas eu consigo perfeitamente tomar conta de mim mesma. Não é como se eu fosse andar para aí chocar contra eles e mandá-los dar uma curva. Agora, importas-te de me deixar em paz?

avatar
MaaSi

Mensagens : 10
Pontos : 2020
Data de inscrição : 08/07/2013
Idade : 22
Localização : Mystic Falls

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Let Them Burn

Mensagem por MaaSi em Qua Jul 17, 2013 10:16 am

Gente, é só para saberem que já tenho o 2º capítulo protinho, mas estava esperando que alguém comentasse este para depois continuar postando
avatar
MaaSi

Mensagens : 10
Pontos : 2020
Data de inscrição : 08/07/2013
Idade : 22
Localização : Mystic Falls

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Let Them Burn

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum