Fanfics
Seja bem vindo(a) ao Fórum Fanfiction.
Aqui você pode ler, escrever, comentar, jogar, fazer amigos e muito mais!
Então... o que está esperando? Se cadastre e comece a diversão! Very Happy

Acácia [+16] Capítulo 1

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Acácia [+16] Capítulo 1

Mensagem por ZeroCrazy em Sab Mar 30, 2013 3:13 pm

Acácia.
 
 A alguns milénios atras um amor foi despertado entre duas entidades, porem esse amor não era permitido. Lekus proibiu que Agatha e Sephirot tivessem relações entre si. E para garantir que não houvesse nenhum descuido por parte dos dois Lekus aprisionou Sephirot e o transformou em um demônio, o primeiro de sua raça.

   Porem mesmo estando aprisionado, Agatha conseguiu com ajuda de outros arcanjos entrar em Kuntus e se encontrar com Sephirot. Ele já não possuía mais a beleza de um arcanjo, sua pele estava toda apodrecida e seu corpo curvado. Carnes eram expostas em toda parte de seu corpo, uma visão para qualquer amada deixar de amar.

   Agatha não se importou, ela se aproximou das sombras que cobria todo o seu rosto, ajoelhou-se ao lado de Sephirot, soltou um sorriso enquanto suas lagrimas escorriam por seu rosto. Sephirot por um momento pensou em olhar para sua amada, mas hesitou por vergonha. Então Agatha coloca suas mãos sobre as mãos de Sephirot e aproxima sua boca de sua bochecha toda rasgada e podre e da um beijo suave.

   Seu beijo provocou uma reação contraria à punição feita por Lekus e seu rosto começou a voltar ao estado normal. Nunca mais possuiria aquela beleza magnifica de invejar muitos e muitas, contudo seu rosto já não estava mais rasgado e podre. Ele se virou para Agatha, soltou lagrimas e a abraçou. Beijou ela novamente e começou a despi-la.

   Começou a beija-la no pescoço suavemente enquanto acariciava suas coxas, ela esfregava suas mãos nas costas de Sephirot delicadamente enquanto era acariciada. Agatha retirou a parte de cima da roupa de Sephirot. Ele a deitou, olhou em seus olhos e disse “eu te amo”, fizeram amor naquela noite estrelada e calorosa.

   Depois Agatha teve que ir embora, se ficasse muito tempo fora Lekus acabaria descobrindo de alguma coisa. Conforme o tempo passava, Agatha parecia estranha mais sensível com seu olfato e paladar, ela estava gravida. Lekus acabou descobrindo sobre a gravidez, ficou enfurecido prometeu matar ela antes que a criança nascesse. Faltava pouco tempo para a criança nascer.
Lekus jurou proteger e não fazer mal a todos aqueles que vierem a vida, a não ser que esta pessoa violasse as regras. Agatha violou as regras e deveria ser seriamente punida, punida com a morte. Mas se a criança nascer ela não poderia ser morta por Lekus, pois a criança não fez nada de errado e sim a mãe.

   Com proteção de seu Amigo mais fiel, Kilis, ela foi levado a terra onde os humanos viviam pacificamente e sem nenhum problema. No dia em que Agatha iria dar a luz, Lekus a encontrou, Kilis o enfrentou protegendo-a, uma luta dura e que não havia vitória para Kilis. Quando a espada de Lekus perfurou a barriga de Kilis o choro da criança ecoou pela caverna. Enquanto Agatha soltava um sorriso por ver sua filha já no mundo real, Lekus a encarava com ódio. Ele a pegou pelos cabelos e a decapitou, o bebê tinha a visão perfeita da espada passando pela garganta de sua mãe. Lekus olhou para a criança soltou um suspiro e a levou para uma cidade. Deixou ela na porta de uma casa, fez um encantamento para bloquear seus poderes, e partiu para o céu novamente. Assim foi o nascimento de Acácia, a filha de arcanjo e demônio.

 - Acácia o almoço esta pronto!!
 - Já estou indo mamãe.
 - Filha você não pode ficar brincando com esses garotos, você deve se comportar, você é uma dama.
 - Mas mãe eu quero ser uma guerreira! Quero poder ir em cruzadas e lutar contra exércitos monstruosos! - Diz Acácia balançando sua espada de madeira para lá e para cá.
 - Hahaha, Ok filha quem sabe um dia você não consiga, mas até os mais poderosos guerreiros precisam comer então vá se sentar com seus irmãos que já estou quase terminando de por a mesa.

   Acácia conseguiu entrar em uma família de nobres cujo seu pai é o braço direito do Rei e seu reinado esta ameaçado. Ela possui dois irmãos mais velhos, um com 23 anos e outro com 20 anos. A garota sempre sonhou em vestir armaduras e ir lutar contra grandes exércitos e matar milhares de pessoas. Um pensamento um pouco diferente das garotas de sua idade, 18 anos, ela é uma garota inteligente e consegue se virar muito bem sozinha. Ela possuia 1,70 de altura, cabelos prateados, e um corpo invejavel.

   Já havia muitos anos que o reino de Filks guerreava contra o reino de Colds, seu pai enviava constantes tropas para enfrentar o grande exército do reino de Colds. Permanecia na capital junto ao Rei onde eram tomadas todas as decisões sobre o que fazer em relação a guerra. Os soldados do Rei Polk, rei de Filks, estavam em grandes vantagens, sua vitória estava mais que garantida.

   Porem rumores diziam que o Rei de Colds estava fazendo acordos com seres de outros mundos, seres que já estavam mortos e que não podiam ser derrotados.
                     
   Depois de um tempo a guerra, que parecia estar vencida, começou a se   transformar em um pesadelo, os irmão de Acácia, Frank 23 anos e Steve 20 anos foram convocados para o exército e foram para o campo de batalha junto com seu pai.

-  Droga...era eu quem devia estar lá! Lutando junto a meu pai e não meus irmãos. Eu não vou desistir.

   Acácia escreveu um bilhete para sua mãe que dizia que ela iria para a capital e se infiltraria em uma tropa para encontrar com seu pai e seus irmãos. Ela modificou totalmente seu visual físico, cortou seu cabelo para deixar mais curto, como se fosse o de um garoto, esconde um pouco seus seios e tenta disfarçar a voz.

   Chegando a Capital Acácia se dirigiu para o castelo da cidade para tentar entrar e falar com o Rei. Não houve nenhuma dificuldade já que seu pai é um amigo intimo do Rei. Polk a recebeu com maiores carinhos, e convidou-a para se sentar.

 -  O que devo a honra de te-la aqui em meus aposentos?
 -  Puff, pare com isso Polk, você que é o Rei não eu. Enfim, eu queria pedir um favor à você.
 - Hmmm, um favor? E qual seria minha querida? - Diz Polk colocando um pouco de vinho em sua taça.
 - Bem...eu queria poder ir guerrear ao lado de meu pai e meus irmão.

   O Rei derruba um pouco do vinho após ouvir o pedido de Acácia.

 - É....bem, não é tão fácil assim. Você é uma mulher, uma garota, tem apenas 18 anos minha querida. O que você esta me pedindo é muito arriscado, não posso deixar você guerrear, no máximo poderia levá-la até seu pai. Mesmo assim é perigoso, ele não permitiria e é um grande amigo meu, não posso fazer isso sem a permissão dele.
 - Mas Polk! Por favor!! faz tempo que não os vejo, e faço 19 anos semana que vem!
 - Hmmm. Tudo bem eu confio em você, mas apenas por 3 dias, depois de três dias você irá retornar a sua casa. Sua mãe sera avisada e você terá que esperar um grupo do exército para poder ir.
 - Obrigada Polk!! - Acácia da um abraço no Rei de alegria.

   Como o Rei havia dito, Acácia teve que esperar mais uma tropa que estava se preparando para mover-se até o território da guerra. A viajem durou 2 dias a cavalo.

 - Senhor Lekus, encontramos a garota. Ela esta indo direto ao campo da batalha.
 - Hmm, ótimo junte as tropas de vampiros nós vamos até lá.

   Ao chegar no campo de batalha a vista não era nada agradável, muitos feridos estavam se contorcendo nas cabanas médicas, alguns com mordidas, como se fossem picadas. Acácia não reparou tanto aos feridos ficou olhando envolta para ver se achava seu pai e seus irmão.

   Acácia foi até a barraca principal onde eram feitas as estratégias de guerra seu pai se encontrava na barraca olhando para um mapa junto a seus irmão. Acácia chegou próxima da barraca, mas foi estranhada pelo primeiro momento por causa do novo visual, mas logo em seguida foi reconhecida.

 - Acácia?! É você filha? O que você esta fazendo aqui meu anjo – Diz Bruce indo em direção de sua filha para dar um abraço forte e cheio de saudade.
 - Irmãzinha? Tá mais parecendo um homem assim! - Brinca Steve o irmão do meio
 - Hahaha, eu vim aqui para vê-los já faz tanto tempo que não nos vemos, principalmente você meu pai.
 - É realmente filha, mas aqui não é lugar para uma mocinha.
 - A mas eu quero lutar ao lado de vocês!! por favor pai!
 - Não filha! Você não irá lutar ao nosso lado! você vai voltar imediatamente para junto de sua mãe e sem... - Antes que ele terminasse de falar um de seus soldados o interrompe.
 - Demônios! Eles voltaram! Os demônios estão atacando novamente!!
 - O que?! Droga mas por que eles só aparecem a noite! Filhos vamos.
 - Pai como assim demônios?!! - Pergunta Acácia amedrontada.
 - Depois nós falamos filha, agora não posso.

   Bruce vai a fronte de batalha junto com seus filhos e uma parcela de seu exército. Ao longe eles viam um homem de armadura branca reluzente, a luz da Lua refletia sobre ela como se fosse dia, estava montado sobre um cavalo preto com armaduras de guerra.

   Acácia se aproxima do campo de batalha para ver do que se tratava estes Demônios, quando ela se aproximou avistou o soldado de Armadura Branca, Logo em seguida um flashback acontece. Acácia tem visões de Lekus retirando a espada de Kilis e olhando para sua mãe. Conseguia ouvir os passos de Lekus se aproximando de Agatha lentamente com a ponta da espada dourada a amostra, ela olha diretamente nos olhos dele, depois vê a espada decapitando sua mãe. Ele a pega leva para frente de um castelo e diz “Um dia eu ainda vou caça-la e mata-la”

   Quando Acácia retornou ao estado normal a guerra já havia começado, as tropas de seu pai estavam lutando bravamente existiam grandes perdas tanto das tropas de Bruce quanto das tropas de Lekus. Acácia ficou apenas observando em estado de choque, ela estava tentando encaixar os pedaços do quebra-cabeça.

   Ao longo da batalha as tropas de Lekus estavam começando a ter uma vantagem significativa, Bruce teve que mandar suas tropas recuarem para poder realizar uma de suas estratégias de guerra. Nesse momento em que o pai da garota estava mandando seus soldados voltarem, um dos vampiros pula encima de Bruce derrubando-o do cavalo. Ele rapidamente pega sua espada que caiu próximo a ele, e arranca uma das pernas do monstro.

   Seus irmãos, Steve e Frank, ao virem seu pai caído no chão lutando para sua sobrevivência, Os dois aceleram o passo de seus cavalos como loucos para cima de seus inimigos para ganhar tempo para que seu pai pudesse subir em seu animal de guerra e recuasse. Acácia ainda permanecia em choque, não conseguia se mover, não conseguia mover nem mesmo seu dedo indicador.

   Seus irmão lutam bravamente contra centenas de vampiros, porem os mesmos matam seus cavalos fazendo com que os dois caíssem, Sem muito tempo para reagir Steve não consegue aguentar e tem suas pernas arrancadas, os monstros enfiam suas mãos para dentro de seu estomago e arrancam suas tripas com crueldade enquanto Frank urra de ódio. Porem o mesmo tem o fim igual a de seu irmão, todos os seus membros fora arrancados, cabeça, pernas, braços até mesmo seu coração.

   Bruce ao ver toda a morte de seus filhos, de seus herdeiros, ajoelha-se no chão começa a chorar e a gritar de raiva, mas por pouco tempo, seus olhos ficam cheio de ódio e de vingança, pega sua espada monta em seu cavalo e vai para cima de Lekus, que estava apenas observando.

   Utilizando o bônus da velocidade de seu cavalo, Bruce faz um corte horizontal mirando o pescoço de Lekus, porem o mesmo desvia facilmente do golpe. Então o homem da meia volta e se prepara para um novo ataque, exige mais velocidade de seu animal, agora com as duas mãos Bruce tenta novamente acertar o pescoço, mas não consegue nenhum resultado.

   Quando Bruce estava prestes a dar um terceiro ataque, uma flecha o atinge no ombro esquerdo derrubando-o do cavalo caindo de costas no chão. Ele quebra a flecha e arranca-a de sua carne, ignorando a dor que estava sentindo e o cansaço de toda essa luta que parecia não ter fim, Bruce anda em direção de Lekus arrastando sua espada, pois não havia mais forças para levantá-la aos céus.

   Acácia ainda estava em choque, observava tudo de longe em seus pensamentos ela gritava para que seu pai se afastasse, para que ele fugisse, porem nenhum som era emitido de sua boca. Seu pai com muito esforço ataca Lekus novamente com vários golpes seguidos, Lekus bloqueia todos com muita facilidade.

   Lekus segura a espada de Bruce com as mãos e a quebra, sem mais energia para se manter em pé o mesmo cai ajoelhado no chão ofegante sem esperanças na vitória, olha envolta, todos os seus guerreiros sendo trucidados pelos inimigos, morrendo aos montes sem chance de uma reviravolta.

- Você lutou bravamente, eu vejo que você tem um coração honroso, Poderoso um coração que seria muito útil para mim. Mas você pecou, um pecado que todos aqueles que pecarem devem pagar com sua própria vida. - Lekus levanta o pedaço da espada que ele quebrou e enfia no ombro de Bruce.

   Acácia viu seus irmãos e seu pai adotivo serem mortos pelo mesmo homem que matou sua mãe e seu pai biológicos. Em um momento envolvida por ódio e sede de vingança, solta um grito que transbordava todos os seus sentimentos que estava presenciando naquele instante.

Seu corpo começa a ganhar um tom avermelhado, sua íris se torna vermelha e fica mais achatada, ganha garras imensas, uma asa negra brota de suas costas uma asa com penas, penas que pareciam ser de corvos. Seus ouvidos se esticam e ganham uma forma mais pontiaguda. Seus músculos crescem absurdamente.

   Depois de um tempo ela acorda. Estava com sua forma natural, estava deitada no chão meio tonta por utilizar muito poder de uma só vez. Não conseguia enxergar ou identificar algo ou alguém. O que ela conseguia era ouvir passos indo em sua direção lentamente, até que seus olhos se fecharam novamente.

OBS:Todos os nomes dos personagens e a historia foi criada exclusivamente por mim, não peguei nenhuma base em nenhum jogo, anime, filme etc. Por favor se possível comentem, erros, sugestões entre outras coisas, Críticas são bem vindas.

ZeroCrazy

Mensagens : 2
Pontos : 1607
Data de inscrição : 16/02/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum