Fanfics
Seja bem vindo(a) ao Fórum Fanfiction.
Aqui você pode ler, escrever, comentar, jogar, fazer amigos e muito mais!
Então... o que está esperando? Se cadastre e comece a diversão! Very Happy

Novos Ares ~ Dedicada à Priscila

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Novos Ares ~ Dedicada à Priscila

Mensagem por JuhSalvatore em Sex Jan 25, 2013 4:49 pm

Parte 1
O Deus de New Jersey


Quando me mudei para o outro lado do mundo, tudo que procurava era uma maneira de esquecê-lo. Jake Neill. O desastre do meu passado, tormento do meu presente e, se duvidasse, a mancha do meu futuro. Perdi tanto tempo envolvida nas calorosas mentiras daquele rapaz que, de uma hora para a outra, dei-me conta de que já não mais conhecia a pessoa em quem me transformara.

Mas, afinal, quem ligava? Eu amava Jake, e isso era tudo que importava naquele momento.

É claro, até eu descobrir que o rapaz estava encontrando-se com uma líder de torcida de longos cabelos loiros, bunda empinada e um cérebro do tamanho de um caroço de azeitona. Quem sabe até do tamanho do caroço de uma azeitona sem caroço.

O fato é que foram seis longos anos fingindo que não acreditava em todas as incontáveis vezes que diziam-me "Priscila, esse idiota não te valoriza", "Priscila, você está perdendo seu tempo com esse trouxa" ou "Priscila, esse cara é um babaca e só você não vê". Engraçado como, no final, todos esses voltaram para esfregar na minha cara que estiveram certos o tempo todo.

Mas, como ninguém imaginava, eu sabia que não precisava de todos eles, e o meu futuro era eu quem planejava. Então pus as malas no bagageiro do meu carro velho e saí, rumo a lugar nenhum, rumo a qualquer local que me fizesse sentir acolhida. E aquele lugar foi New Jersey. Precisei de cinco minutos, um pacote de Ruffles e uma parada no posto de gasolina para perceber que aquele ali era meu lugar.

Alugar um pequeno apartamento foi mais fácil que telefonar para uma pizzaria. Parei meu carro em frente ao prédio descascado, juntei as únicas duas malas - muito pesadas - que havia trazido e dirigi-me ao elevador. Foi aí que eu percebi que não havia elevador naquele troço.

Ah, eram apenas quatro andares. Quem é que ligava para um pouco de esforço físico afinal?

Acabei por descobrir, ao chegar em frente a porta do meu recém alugado apartamento, quase cuspindo os rins, que eu ligava sim para esforço físico. Principalmente quando se tratava de carregar o dobro do meu peso em malas quatro andares acima com uma escada que parecia ter sido projetada para corredores ou ginastas. Ou masoquistas.

Entrei pela porta depois de cinco minutos procurando as chaves em meio às minhas coisas e dei-me conta instantaneamente que, por aquele apartamento, eu poderia me tornar masoquista. Era maravilhoso! Mobiliado da melhor forma possível, despoluído visualmente, cheirando a flores silvestres, exalando aquele brilho de imóvel recém adquirido... Okay, mais da metade disso tudo era invenção da minha cabeça, mas quem se importava? Eu havia amado, sem mais.

Soltei todas as minhas coisas nos lugares corretos - quase que - organizadamente e resolvi que era uma ótima hora para um cafezinho.

Primeiro problema em morar sozinha: quem iria me lembrar de comprar açúcar? Revirei os armários até encontrar uma xícara e me preparei para a primeira atitude de uma americana comum: pedir açúcar para os vizinhos.

Bati na primeira porta, ao lado da minha. Uma senhora surda a atendeu. Cinco minutos tentando, e a idosa não havia me compreendido ainda. Okay, péssima ideia. Despedi-me desajeitadamente e, ao certificar-me de que a mesma já havia fechado a porta, bati na porta do outro lado da minha.

Sabe aquelas cenas de cinema onde um Deus grego abre a porta e te dá o sorriso mais charmoso imaginável, e você vê uma luz emanando do corpo da criatura? Pois bem, aconteceu exatamente o mesmo. Um homem de cabelos escuros quase longos, ainda molhados, barba por fazer e olhos de um azul que poderiam apagar qualquer outra cor existente abriu a porta para mim com um sorriso torto que poderia me arrancar os olhos tamanha era a perfeição. Estava apenas de calças jeans escuras, e pelo visto havia acabado de sair do banho.

- Entregadora de pizza? - sugeriu ele, apontando para mim e sorrindo ainda mais.

- Nova vizinha, apartamento da direita. - disse eu, ainda um tanto encantada com aquele homem. Era a criatura mais linda que eu já vira em toda minha vida.

- Droga. - disse ele, de maneira divertida. - Era minha segunda opção. Lucas.

Aceitei a mão que ele me estendia em cumprimento, divertindo-me com o jeito despojado do rapaz.

- Priscila. - soltei sua mão. - Eu estava pensando se você não teria um pouco de açúcar para me emprestar e...

Ele pôs o dedo em frente aos meus lábios, e eu sobressaltei-me. O que, Santo Deus, era aquilo?

- Não acredito que você é uma daquelas chatas que tomam café. Você não tem cara daquelas chatas que tomam café! - ele fez uma pausa. - Ah, você é. Okay, vamos mudar isso então.

Ele me convidou - na verdade, fez questão - para entrar e me fez esperar no sofá. Então, Lucas se afastou e eu aproveitei para observar os detalhes do apartamento. Era um lugar muito parecido com o meu, porém com um toque especialmente divertido. Para começar, por debaixo da TV, um Xbox saltava-me aos olhos como se fosse feito de neon, e o Kinect em minha frente me seduzia, chamando-me para jogar. E eu nem gostava de vídeo games. Uma coleção de DVDs - quanto filme bom, Jesus! - e vários CDs - começando pelo novo do Maroon 5. Tinha como ser mais perfeito? - enfeitavam suas prateleiras de maneira desorganizada. Caminhei até lá e peguei na mão o CD do Maroon 5, passando os dedos pela lista de faixas, ainda emocionada.

- Gosta deles? - perguntou o meu vizinho, chegando na sala. Não o olhei.

- Amo.

Virei-me e me deparei com um Deus Grego segurando duas taças de vinho branco me olhando de maneira estranha. Será que eu estava sonhando? Será que, se eu me beliscasse, tudo aquilo acabaria? Por que eu não gostaria nada de que aquilo acontecesse.

- Ah, eu acho que não deveria. - disse, quando Lucas me ofereceu uma das taças.

- Qual é! Não vou deixar que a minha mais nova vizinha fique em casa, solitária, tomando café como uma idosa que faz tricô. Vamos, pegue uma, não me faça te forçar a isso.

~~*~~*~~*~~

Hola, gente!
Esse foi o começo de uma short que eu farei de presente para a minha lindona filhota/xodó/amiga/irmã Priscila.
Será curtinha, mas provavelmente terá umas quatro partes compridas como essa.
De qualquer maneira, entendam o Lucas como a imagem do nosso lindo Ian Somerhalder, por quem eu sei que a grande maioria das garotas desse fórum são apaixonadas.
E é isso! Logo tem mais!
avatar
JuhSalvatore

Mensagens : 2809
Pontos : 7092
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 22
Localização : Aqui com os Winchester

http://twitter.com/HunterOfTheSPN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Novos Ares ~ Dedicada à Priscila

Mensagem por Convidad em Dom Jan 27, 2013 11:40 am

Ahh gente, que coisa mais linda! Impossível essa Juh ser mais perfeita e atenciosa comigo!
É sempre um prazer receber uma short fic dela, me sinto sempre honrada e orgulhosa das coisas que ela escreve... Ainda mais quando me coloca na história pra conhecer um Deus grego estilo Ian Somerhalder, impossível de nao se apaixonar!
Primeiramente, tu me perdeu Jake, ngm mandou nascer um cafajeste, salafrário e mentiroso! Perdi 6 anos da minha vida com um traste desse, mas Deus sempre me reserva algo melhor... É só esperar!
Entao eu alugo um apartamento pra morar sozinha e dou de cara com o Lucas, um cara lindo, gentil e que gosta de Maroon 5 ?!
*me abanem* achei o homem da minha vida!
Confesso que ele me conquistou no momento que colocou o dedo nos meus lábios e insinuou que eu era chata e velha por gostar de café.
Ok, por vc eu nao tomo mais café nunca mais nessa minha ordinária vida, neném....
Adoro vinho, e olha que vinho me deixa de pernas bambas já na primeira taça, acho que esse homem sabe oq fazer para me derrubar!!!

Juh, minha linda, nao preciso nem dizer que tou amando essa história, né?! Queria te agradecer eternamente por todo esse carinho e pelo trabalho de pensar numa história tão minha e de escreve-lá assim, tão perfeitamente!
Eu amo você muitao, mas as vezes tu me bota no chinelo quando vem com essas surpresas lindas e talentosas... Acho q eu jamais chegaria aos seus pés... Por isso nao há quantidade de "obrigadas" que eu diga que vá agradecer realmente a tudo isso que vc faz por mim... Mas saiba que se depender de mim, quero fazer parte da sua vida eternamente!
Você é incrível e nao precisa estar presente aqui do meu lado pra eu saber que realmente amo você e quero sua amizade eterna.
Sua linda, muito obrigada por tudo mesmo!! Agora quero esse Lucas pra mim! Continua....

Amuce, preciosidade do meu mundo!!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Novos Ares ~ Dedicada à Priscila

Mensagem por JuhSalvatore em Dom Jan 27, 2013 1:12 pm

Pri escreveu:Ahh gente, que coisa mais linda! Impossível essa Juh ser mais perfeita e atenciosa comigo!
É sempre um prazer receber uma short fic dela, me sinto sempre honrada e orgulhosa das coisas que ela escreve... Ainda mais quando me coloca na história pra conhecer um Deus grego estilo Ian Somerhalder, impossível de nao se apaixonar!
Primeiramente, tu me perdeu Jake, ngm mandou nascer um cafajeste, salafrário e mentiroso! Perdi 6 anos da minha vida com um traste desse, mas Deus sempre me reserva algo melhor... É só esperar!
Entao eu alugo um apartamento pra morar sozinha e dou de cara com o Lucas, um cara lindo, gentil e que gosta de Maroon 5 ?!
*me abanem* achei o homem da minha vida!
Confesso que ele me conquistou no momento que colocou o dedo nos meus lábios e insinuou que eu era chata e velha por gostar de café.
Ok, por vc eu nao tomo mais café nunca mais nessa minha ordinária vida, neném....
Adoro vinho, e olha que vinho me deixa de pernas bambas já na primeira taça, acho que esse homem sabe oq fazer para me derrubar!!!

Juh, minha linda, nao preciso nem dizer que tou amando essa história, né?! Queria te agradecer eternamente por todo esse carinho e pelo trabalho de pensar numa história tão minha e de escreve-lá assim, tão perfeitamente!
Eu amo você muitao, mas as vezes tu me bota no chinelo quando vem com essas surpresas lindas e talentosas... Acho q eu jamais chegaria aos seus pés... Por isso nao há quantidade de "obrigadas" que eu diga que vá agradecer realmente a tudo isso que vc faz por mim... Mas saiba que se depender de mim, quero fazer parte da sua vida eternamente!
Você é incrível e nao precisa estar presente aqui do meu lado pra eu saber que realmente amo você e quero sua amizade eterna.
Sua linda, muito obrigada por tudo mesmo!! Agora quero esse Lucas pra mim! Continua....

Amuce, preciosidade do meu mundo!!

awnnnn sua linda! <3' não faz isso comigo não, eu preciso enxergar para responder, e tu fica me fazendo chorar, aí num presta né!
obrigada, minha vida, por esse comentário tão... tão... não tenho palavras pra ele não, sério!
Jake não sabe quanta perfeição ele perdeu, 2bjs. kk' E depois, tu saiu ganhando, olha só! O que poderia ser melhor que o Lucas?
Ixiii, ele tá querendo te embebedar, só acho. kk'

Awnnn, que bom que tá gostando, minha rainha! *-* Fico muito feliz em saber disso, viu? E não precisa agradecer não, eu faço questão de presentear minha xodó com minhas escritas semi-descentes, já que eu nunca vou conseguir dar nada melhor que isso. kk'
Ah siiiim! com todo o talento que tu tem? eu é que fico no chinelo quando você escreve!
Tudo que eu faço por ti é pq eu te amo demais, meu more, e jamais, em toda minha vida, seria capaz de agradecer por tudo que me faz! por todos os sorrisos, as risadas, as lágrimas... sério, nada nunca será tão grande e tão importante que possa servir de retorno a tudo isso.
E se Deus quiser, isso tudo será eterno como a nossa amizade. \o/
Digo o mesmo, viu? Tua amizade é a coisa mais importante que eu construí ao longo do tempo aqui nesse fórum, e você nem precisa estar por perto, por que nossa estrela está aí, mostrando que distância é apenas uma palavra a mais no nosso vocabulário.

Amo você demais, meu xodó!
Beijoos e obrigada por tudo <3'
avatar
JuhSalvatore

Mensagens : 2809
Pontos : 7092
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 22
Localização : Aqui com os Winchester

http://twitter.com/HunterOfTheSPN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Novos Ares ~ Dedicada à Priscila

Mensagem por JuhSalvatore em Ter Jan 29, 2013 2:57 pm

Parte 2
As Coisas Que o Álcool Faz


Era apenas uma taça quando eu cheguei. Mas, é claro, tudo muda, e depois de uma cinco ou seis taças, percebi que estava mudado também meu intuito inicial de uma xícara de açúcar.

Cinco ou seis taças grandes de vinho. Não precisava dizer que eu ria de absolutamente TUDO naquele estágio em que me encontrava. Afinal, a bebida me atingia de maneira fácil e estranha. Sempre fora assim. E não seria diferente por que eu estava com um cara bonito. Deveria ter previsto isso antes.

O mais interessante era que ele também ria de tudo. Será que o álcool o atingia como a mim?

- Ah, mer-da. - disse, ainda rindo, enquanto olhava para a mancha de vinho na minha blusa.

Agora era vinho tinto o que estávamos bebendo, sentados no chão da sala, ao redor da mesinha de centro, e eu havia acabado de derrubar quase meia taça da bebida em minha regata branca.

- Espera, eu limpo. - ele disse, pegando um pano ao seu lado e esticando-o em direção a mim.

- Não, pode deixar que eu faço. - respondi, arrancando o tecido da mão de Lucas e, sem querer, esbarrando com o mesmo na taça dele e derrubando por sobre a mesinha. - Ah, Santo Deus, o que foi que eu fiz?

Me estiquei por sobre a mesinha, passando o pano por toda sua superfície molhada, até dar-me conta de que estava fazendo o líquido escorrer pela borda e cair nas calças jeans dele. Enrubesci e passei a tomar mais cuidado enquanto limpava a bagunça que eu mesma tinha feito, murmurando desculpas umas mil vezes.

Lucas segurou o pulso da mão que segurava o pano com uma mão, e com a outra puxou meu queixo, para que meus olhos encarassem os seus.

- Você é encantadora. - disse o moreno, sorrindo abertamente. - Mas está um tanto embriagada. - Sorri envergonhada. - De qualquer maneira, eu vou pegar uma camisa para você vestir, e mando lavar sua regata... e o resto das coisas que a senhorita fez questão me manchar... a seco na lavanderia da esquina.

- Não precisa se preocupar, eu mesma faço isso.

- Da última vez que você repetiu essas palavras, manchou meu apartamento inteiro e só piorou a situação. - ele sorriu, demonstrando ser uma brincadeira, não um repreendimento. - Acha mesmo que eu vou acreditar em você mais uma vez?

- Desculpa. - repeti, pela milésima vez.

- Não precisa se preocupar. Eu já volto aqui.

Dito e feito. Em cinco minutos, ele estava de volta à sala, vestindo calças jeans limpas - será que ele só usava jeans? Eu gosto de jeans. - e trazendo consigo uma camisa branca de tecido macio em suas mãos.

- O meu quarto é na segunda porta à esquerda. Você pode ir lá se trocar. - levantei e tropecei. - Ou eu posso levar você até ele.

Lucas me pegou pelo braço com uma mão e, com a outra, juntou uma garrafa de água na geladeira. Me guiou até a cama dele e pôs-me sentada no macio colchão de molas, entregando-me a garrafinha.

- Se veste e toma um pouco disso aqui. Vai te fazer bem e reduzir consideravelmente o efeito do álcool em seu sangue. Em dez minutos, você vai estar nova em folha. E deu de álcool por hoje, eu presumo.

Acenei positivamente com a cabeça, e ele sorriu, deixando-me sozinha no quarto e fechando a porta atrás de si. Tirei a regata e vesti a camisa dele, que ficara enorme em mim. Abri a água e tomei um gole, sentindo-me um pouco melhor.

Bem, já que eu estava semi-bêbada e sozinha no quarto de um desconhecido, e já que eu já havia pago papel de idiota, o que custava bisbilhotar seu quarto um pouco? O que eu tinha a perder?

Comecei pela escrivaninha, que ficava ao lado de um espelho de corpo todo. Encontrei o perfume que ele usava, aquele cheiro amadeirado e masculino que senti na camisa também. Era simplesmente esplêndido. Havia também uma pilha de livros - Agatha Christie, hum... -, um recibo de jeans - Ponto! - e um porta retrato que exibia, maravilhosamente, uma foto dele e de uma mulher mais velha, com os seus olhos, que julguei ser sua mãe. Abri as portas dos guarda-roupas, dando mais um gole na água. Agora já havia recuperado o equilíbrio, e podia observar atentamente as roupas de bom gosto. Resistindo bravamente ao impulso de abrir sua gaveta de roupas íntimas, passei para o criado mudo. Uma carteira, um relógio, e uma caixinha de preservativos. Well, pouco agradável de se ver no quarto de um cara como ele, pois te enche de más intenções. Se bem que eu estava sozinha, no quarto de outro solteiro, levemente embriagada e vestindo sua camisa, e tinha que admitir, já enchia minha mente de más intenções antes mesmo dos preservativos.

Fechei novamente a gaveta, cuidando para não mudar nada de lugar e reparei, espantada, que estava na metade da garrafinha. Mais espantada ainda, reparei que já estava me sentindo normal novamente.

O que tinha naquela água, afinal?

Saí do aposento, em direção à sala. Lá estava ele, agachado em frente ao aparelho de DVD, colocando um filme.

- Então... - disse, olhando-o da porta do corredor.

- Bem, são só dez horas ainda, e eu pensei que, já que você estaria melhor quando saísse do quarto, nós poderíamos assistir um filme.

- Eu não sei se...

- Se fosse você - principiou ele, sorrindo. - aceitaria. Acredite, eu tenho pipocas de microondas sabor caramelo e um vídeo vergonhoso seu enquanto estava em seus momentos de embriagues.

Sorri de volta para o rapaz de bom humor - e boa aparência - a minha frente. Como podia ser tão doce?

- Bom, que mal poderia fazer, não é? Mas nada de álcool.

- Eu não te daria álcool nem que você pedisse. - disse ele, apontando para o sofá. - Vai se sentar ou terei que ter obrigar a isso?

"Me obrigue!" Quase respondi, mas contive-me. Ao invés disso, dirigi-me ao sofá, sentando-me comportadamente em um canto do estofado.

- Boa garota. Vou fazer pipoca e já volto.

E ele foi, enquanto eu ficava admirando suas costas bem desenhadas e enormes em movimento. Ainda bem que não estava mais bêbada.

~~*~~*~~*~~


Parte dois aí!
Espero que tenha ficado decente.
Beijoos, logo tem mais. =**
avatar
JuhSalvatore

Mensagens : 2809
Pontos : 7092
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 22
Localização : Aqui com os Winchester

http://twitter.com/HunterOfTheSPN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Novos Ares ~ Dedicada à Priscila

Mensagem por JuhSalvatore em Ter Fev 19, 2013 4:37 pm

MINHA PRIZITCHA ESTÁ COMPLETANDO ANINHOS, QUE LINDO *-*
EM COMEMORAÇÃO, PUBLICAMENTE É CLARO, DAREI A ELA O ÚLTIMO CAPÍTULO DO PRESENTIN, PRA QUANDO A MINHA MOREKA VOLTAR.
daqui a pouco ele aparece.
avatar
JuhSalvatore

Mensagens : 2809
Pontos : 7092
Data de inscrição : 23/07/2011
Idade : 22
Localização : Aqui com os Winchester

http://twitter.com/HunterOfTheSPN

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Novos Ares ~ Dedicada à Priscila

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum