Fanfics
Seja bem vindo(a) ao Fórum Fanfiction.
Aqui você pode ler, escrever, comentar, jogar, fazer amigos e muito mais!
Então... o que está esperando? Se cadastre e comece a diversão! Very Happy

Rehab

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Rehab

Mensagem por Anonymus_fulano em Seg Dez 10, 2012 3:39 pm

Rehab

Por onde começar? Primeiro temos que escolher o tipo do texto. Será uma crônica? Poema? Inspirado em uma memoria? Ficção? Realmente está confuso, isso significa que você ainda não pode explicar direito. Vamos do inicio. Mas aonde começou? Vamos começar definindo isso. Isso, esse é um bom começo.

Talvez o hiato de um ano. As lembranças são a rede na casa dos seus pais, a brisa de noite refrescando seu corpo. E ele entorpecido em seus pensamentos e sua musica, tentando adivinhar o que houve. Pouca atenção? As memorias prosseguem com conversas com seu amigo, passeios noturnos. Por incrível que pareça tempos mais simples. Mas ainda não é sobre esse tempo que vamos falar, é só o começo.

E então seus pedidos noturnos são aclamados, ele a conhece. Ela é a garota mais linda do seu mundo. Seus cabelos são longos, sua pele branca, seu jeito é no mínimo carinhoso de se definir. Mesmo assim ainda há algo ali que não se atinge de primeira. Atitudes fortes, que vão de encontro ao carinho. Mesmo assim ela é maravilhosa para ele. Toda aquela duvida, aquela dor, se vão. Não existe mais ninguém para ele. Durante os anos os “segredos” vão sendo descobertos, e não que fossem ruins, são naturais, são o indicador que a vida dos dois caminha cada vez mais juntos. Até que, ao passar dos anos a simbiose é completa, um é o complemento do outro, tão natural. Os dois já tem mais idade, estão trilhando suas vidas. As coisas começam a pesar. É o inicio do fim, inicio do que realmente vai ser tratado aqui.
Coisas que eram irrelevantes ganham peso, como se aos poucos partículas fossem se concentrando e criando massa. Questionamentos: É isso que quero para o resto da minha vida? Realente não da para entender? Ela não me apoiou... E então você tem que tomar uma decisão, é isso ou tentar remediar as coisas. Ele não quer remediar, ele não quer mais isso na verdade. Ele tem que tomar a pior decisão da vida dele no sentido do estrago que vai fazer. Terminar. É o inicio de uma confusão que não se resolveu até hoje, não em relação a ela, mas em relação ao seu coração, ao que ele quer.

Uma trama de desilusões se desenrolaria a partir dali. Algo que o leva a escrever esse texto hoje. Confuso não? O próprio personagem é o narrador, o escritor. Sim, porém essa é a confusão que se passa no coração e pensamentos dele. É como se um vazio infinito se estendesse ao seu redor. Seu coração não tem a mais ninguém a segurar. E ele tentou, por vezes ele tentou. Foram diversas pessoas que seu coração tentou se agarrar, algumas vezes ele não queria nada mesmo. E ai esta a beleza e centro da questão. Você realmente quer alguém agora? É tão novo ainda, tem que aproveitar a vida. Sim, concordo com ele, e por isso as vezes o coração dele fecha e se nega. Mas como fazer quando por mais que tente, por mais que concorde, fica difícil viver, se sente triste quando tenta e tem todos os motivos, para se sentir alegre. Falta um norte, agora mais do que nunca falta um norte, por isso a lembrança do hiato de um ano. Todos se afastaram dele, todos os corações partidos que cruzaram o seu se resolveram. Não há mais a que se agarrar, perseguir e lutar por. Não há um norte.

E olha que cada coração partido tem sua parcela. Quando se fecha um capítulo se procura iniciar o outro com uma continuação, acertando no que se errou. O segundo capítulo dele se iniciava na busca de alguém com gostos mais parecidos do meu, alguém que visse a vida minimamente parecida de como ele vê. Uma vida em que a musica tem um papel tão forte que guia os sentimentos dele às vezes. Aparentemente encontrei, foram dois encontros especiais, onde ele achou que talvez pudesse parar de procurar novamente. Doce ilusão. Ele esqueceu que uma pessoa não é composta só de um lado, só de um sentimento, só de uma historia. E neste caso a distancia foi mais forte.

E se não pode com eles, junte-se a eles. Por que não aproveitar a vida? A partir de agora o coração dele não bate mais. Cada coração que passar perto do seu será friamente calculado. É um tempo do inicio de festas, distancia e frieza.
Mas como sempre a vida não é como você planeja. Pessoas aparecem quando você menos espera. O problema é o timing, timing é a resposta de tudo. Pequenos problemas podem se tornar verdadeiras tormentas se não for a hora. Ela era incrível, ela mexeu com ele depois que terminaram. Ele fez algo que nunca pensou em fazer, pois sempre acreditou que as coisas ou dão certo ou dão errado, uma segunda chance e só uma tentativa de repara algo. Porém ele já estava em desespero, foi onde todas começaram ase afastar. Inclusive ela que dizia que não conseguia escolher ele escolheu o ultimo beijo e o adeus.

O vicio dele por miséria, falsas esperanças, princesas que não existem, a melancolia que é sua companheira, precisa ser tratado.

Reabilitação.

Talvez esse desespero por algo seja crise de abstinência. Talvez não, realmente seja o mais puro desespero de não saber para aonde deve ir. O único fato que ele se agarra e é inegável é que dói, de vez em quando dói muito. Passa é claro. Mas quando está sob efeito é como saborear o mais amargo veneno em seu coração. Mas ele deve encarar como uma reabilitação, afinal foram 4 anos com ela, você desacostuma a não ter alguém do seu lado. Desacostuma que o mundo procura o mais puro prazer momentâneo. Tudo é descartável agora. E isso não é um critica porque ele estaria sendo hipócrita, pois já procurou por amores temporários. É uma explicação porque nunca se sente completo há tempos.

E depois que estiver curado? Quantos corações partidos ainda passarão? Alguém algum dia vai completa-lo. Meu caro você não deveria divagar sobre o futuro, quanto mais o imagina, mais diferente o presente se materializa. Vamos ver o que acontece. Todo esse relato dele, a confusão proposital das palavras, serve apenas para transpassar o quão confuso este momento está. Serve apenas como parte da minha reabilitação.
avatar
Anonymus_fulano

Mensagens : 39
Pontos : 2075
Data de inscrição : 03/09/2012
Idade : 28
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rehab

Mensagem por Miriam Salvatore em Ter Dez 18, 2012 3:10 pm

OMG
Estou sem ar ..
Isso é tão desesperador e doloroso..
Eu realmente espero que a reabilitação aconteça afinal é atravez da reflexão sobre quem somos que ela vem..
Mui lindo ownn
avatar
Miriam Salvatore

Mensagens : 513
Pontos : 3264
Data de inscrição : 12/07/2011
Idade : 26
Localização : Caxias do Sul/RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rehab

Mensagem por Érica em Qua Dez 19, 2012 9:06 am

Quanto desespero, tantos pensamentos, tantas emoções, tantos sentimentos guardados para si mesmo...
Adorei fato
avatar
Érica

Mensagens : 96
Pontos : 2257
Data de inscrição : 26/07/2012
Idade : 16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rehab

Mensagem por Anonymus_fulano em Seg Mar 25, 2013 8:13 pm

Érica escreveu:Quanto desespero, tantos pensamentos, tantas emoções, tantos sentimentos guardados para si mesmo...
Adorei fato

Muito obrigado Razz
avatar
Anonymus_fulano

Mensagens : 39
Pontos : 2075
Data de inscrição : 03/09/2012
Idade : 28
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rehab

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum